“A felicidade é um problema individual. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz”

Respeito aos direitos sociais é caminho para felicidade, destaca organização

31/07/2011 - 10h23
Nacional
Daniella Jinkings
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Certa vez o pai da psicanálise, Sigmund Freud, disse: “A felicidade é um problema individual. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz”. No entanto, no mundo, cada vez mais globalizado e integrado, a questão da felicidade passou a ser um anseio coletivo. Por isso, a Organização das Nações Unidas (ONU) passou a considerar a felicidade mais que um estado de espírito, e sim uma ferramenta para o desenvolvimento dos países.

No último dia 19, a Assembleia Geral da ONU aprovou uma resolução para que os governos deem mais importância à felicidade e ao bem-estar na elaboração de políticas públicas para alcançar e medir o desenvolvimento econômico e social.

De acordo com o documento da ONU, o indicador do Produto Interno Bruto (PIB) “não reflete adequadamente a felicidade e o bem-estar das pessoas”. A resolução destaca ainda que os “padrões insustentáveis de produção e consumo podem impedir o desenvolvimento”.

Para o presidente e idealizador da organização Movimento Mais Feliz, Mauro Motoryn, o respeito aos direitos sociais pode fazer com que problemas de saúde, educação, segurança e meio ambiente sejam solucionados. Segundo ele, dessa forma é possível criar condições objetivas para que as pessoas melhorem a condição de vida.

Motoryn acredita que o Brasil tem condições de aplicar as recomendações da ONU, pois nos últimos 16 anos, conseguiu inserir no mercado de trabalho cerca de 35 milhões de pessoas por meio de programas sociais de qualidade. No entanto, para ele, a real mudança não será feita apenas pelos governos federal e estadual, mas também pelo municipal. “São os prefeitos que terão condições de aplicar [mais diretamente] políticas públicas que possam melhorar o bem-estar do cidadão.”

A questão da felicidade como uma política pública também está sendo discutida no Congresso Nacional. Uma proposta de emenda à Constituição prevê que o Estado propicie ao cidadão direitos sociais que lhe proporcionem bem-estar. O texto tem como relator o senador Cristovam Buarque (PDT-DF). “Quando começou a discussão, éramos sonhadores, hoje, somos realistas. Quando a PEC for aprovada, seremos pragmáticos”, declarou Motoryn.

Segundo ele, países como a China, Inglaterra, o Canadá e a França têm políticas públicas específicas para a questão da felicidade. O presidente da organização acredita que para ter uma sociedade mais feliz, o Brasil precisa de um Congresso que acredite que a felicidade possa ser um norteador de políticas públicas. “A sociedade é que tem essa demanda e quer que o governo crie políticas públicas que melhorem a qualidade de vida. Para garantir a felicidade, vamos pegar em armas, e a nossa é o voto.”

Edição: Talita Cavalcante
Agência Brasil

 

Notícias

PEC da desburocratização pode ser votada a partir de 7 de março

PEC da desburocratização pode ser votada a partir de 7 de março Publicado em: 24/02/2017 A Proposta de Emenda à Constituição conhecida como PEC da Desburocratização poderá ser votada pelo Plenário do Senado na primeira semana após o Carnaval. O texto reduz obrigações fiscais e tributárias para...
Leia mais

Projeto dispensa imóvel rural arrematado de novo georreferenciamento

Projeto dispensa imóvel rural arrematado de novo georreferenciamento Quinta, 23 Fevereiro 2017 13:03 A Câmara dos Deputados analisa proposta que dispensa a realização de georreferenciamento no imóvel rural cujo registro ou averbação tenha sido resultado de arrematação ou adjudicação (transferência...
Leia mais

Contagem de prazo processual em dias úteis também vale para juizados

UNIFORMIZAÇÃO TEMPORAL Contagem de prazo processual em dias úteis também vale para juizados 22 de fevereiro de 2017, 10h37 Por Brenno Grillo Origem da Foto: Consultor Jurídico Aplicação subsidiária do CPC de 2015 garante contagem de prazos processuais nos juizados em dias úteis O entendimento foi...
Leia mais

Deputados aprovam criação do Documento de Identificação Nacional

Deputados aprovam criação do Documento de Identificação Nacional Proposta será encaminhada para análise do Senado O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (21), o Projeto de Lei 1775/15, do Poder Executivo, que cria o Documento de Identificação Nacional (DIN) para substituir os...
Leia mais

Famílias à espera: outro ângulo de um mesmo problema

21/02/2017 Famílias à espera: outro ângulo de um mesmo problema Estão em discussão algumas mudanças no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) no que concerne a adoção. Segundo dados do Cadastro Nacional de Adoção do Conselho Nacional de Justiça, existem 7.167 crianças e adolescentes para adoção...
Leia mais

Projeto aumenta limite de idade para órfãos receberem pensão

Projeto aumenta limite de idade para órfãos receberem pensão Publicado em 20/02/2017 Os filhos que ficarem órfãos poderão receber pensão por morte por um período maior. Projeto que começou a tramitar no Senado aumenta de 21 para 24 anos o limite de idade para os filhos receberem o benefício. O...
Leia mais

Estados elevam imposto sobre herança

20/02/2017 Em crise, estados elevam imposto sobre herança RIO - Para tentar recuperar parte da arrecadação perdida durante a recessão, metade dos estados brasileiros decidiu aumentar o imposto sobre heranças e doações, principalmente sobre aquelas de maior valor. De acordo com levantamento da...
Leia mais

Multa na remarcação de voo mais cara do que bilhete é abusiva

RAZOABILIDADE E PROPORCIONALIDADE Multa na remarcação de voo mais cara do que bilhete é abusiva 20 de fevereiro de 2017, 10h26 Origem da Imagem: Consultor Jurídico   A ação foi movida por um casal que perdeu o voo com destino a Colômbia por chegar ao aeroporto quando o embarque já estava...
Leia mais

Crime de edificação proibida absorve o crime de destruir floresta

PRINCÍPIO DA CONSUNÇÃO Crime de edificação proibida absorve o crime de destruir floresta 16 de fevereiro de 2017, 14h41 Esse foi o entendimento aplicado pela 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça ao manter decisão que declarou a prescrição de crime ambiental por construção de marina em área de...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados