Certificado Digital

Para que servem os Certificados Digitais

 

O que é?

O certificado digital é um documento eletrônico que garante proteção às transações online e a troca virtual de documentos, mensagens e dados, com validade jurídica.

Com este dispositivo, os sistemas de informação podem validar e reforçar os mecanismos de segurança online, utilizando a tecnologia para garantir a privacidade e confirmar a autenticidade das informações dos usuários, empresas e instituições na rede.

Com a certificação digital é possível, por exemplo, realizar transações bancárias com mais segurança. A instituição bancária possui certificado para autenticar-se junto ao cliente, assegurando que todas as transações estão sendo enviadas para o servidor do banco. Já o cliente, realizando operações via banco online, também tem uma chave de acesso que comprova sua identidade perante o banco.

Segmentos da economia que utilizam a certificação em suas atividades:


•Receita Federal do Brasil ;
•Área financeira e contábil;
•Poder Judiciário;
•Saúde;
•Educação.

Benefícios da certificação digital:


•Economia de tempo e redução de custos;
•Desburocratização de processos;
•Validade jurídica nos documentos eletrônicos;
•Possibilidade de eliminação de papéis;
•Autenticação na Internet com segurança.

 

Por que você precisa de um certificado digital?

Para assinar eletrônicamente um CPF *
Indicado para pessoa física

Para assinar eletrônicamente um CNPJ *
Indicado para empresas

Para assinar a emissão das Nota fiscal da empresa *
Indicado para empresas que emitem nota fiscal diariamente

Para um Site ou E-commerce *
Para aumentar a credibilidade do seu site. Todas as informações do seu site serão criptografadas

Para um Software *
Indicado para empresas que possuem softwares a serem distribuídos pela Internet e desejam garantir a integridade do código desses programas ou aplicativos.

Para o SPB PROD (Um sistema de pagamento Brasileiro de acordo com o Banco Central) *
Para a participação das instituições no Sistema de Pagamento Brasileiro (SPB), o Banco Central determinou uma série de procedimentos de segurança, entre eles a necessidade de certificado digital específico: o Certificado SPB.

Para o CCS PROD (Operações de cadastro de clientes do sistema financeiro nacional) *
Indicado para instituições financeiras que realizam operações referentes ao Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS).

 

Do que você precisa?

e-CNPJ A1

Tem validade de 1 ano e é armazenado no próprio computador do cliente (não precisa de cartão, leitora ou token).

e-CNPJ A3

O e-CNPJ A3 é a versão eletrônica do CNPJ. Permite realizar operações de pessoa jurídica que necessitem de certificado digital, como a Receita Federal e Conectividade Social. O documento digital do tipo A3 é válido por até 3 anos e é gerado e armazenado em dispositivo portátil – Cartão Inteligente ou Token USB.

 

e-CPF A1


O e-CPF A1 é a versão eletrônica do CPF. Indicado para quem necessita de um certificado digital com menor prazo de validade e não necessita da portabilidade do certificado do tipo A3. É armazenado no próprio computador do titular e tem validade de 1 ano.

e-CPF A3

O e-CPF A3 é a versão eletrônica do CPF. Permite realizar operações de pessoa física e, caso represente empresa na Receita Federal, pode também realizar operações de pessoa jurídica. O documento digital é armazenado em dispositivo portátil – Cartão Inteligente e Token USB e tem validade de 2 ou 3 anos.

 

Fonte: Serasa

Notícias

A opção extrajudicial de recuperação de empresas

A opção extrajudicial de recuperação de empresas 7 de janeiro de 2019, 6h24 Por Murilo Aires Na recuperação extrajudicial não há intervenção do Ministério Público, nomeação de administrador judicial nem mesmo prazo mínimo de dois anos de supervisão judicial. Confira em Consultor Jurídico
Leia mais

Decreto institui política nacional de segurança da informação

Segurança da informação Decreto institui política nacional de segurança da informação Norma altera decreto 2.295/97 e lei de licitações. quinta-feira, 27 de dezembro de 2018 Foi publicado no DOU desta quinta-feira, 27, o decreto 9.637/18, que institui a Política Nacional de Segurança da Informação...
Leia mais

Publicada lei mineira que desburocratiza processos judiciais do Estado

Publicada lei mineira que desburocratiza processos judiciais do Estado A norma autoriza advocacia-Geral do Estado a não ajuizar, não contestar ou desistir de ação. quarta-feira, 26 de dezembro de 2018 Na última sexta-feira, foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais a lei 23.172/18, que versa...
Leia mais

Embriaguez do condutor não afasta indenização de seguradora a terceiro

DIREITOS DA VÍTIMA Embriaguez do condutor não afasta indenização de seguradora a terceiro 26 de dezembro de 2018, 10h01 Com esse entendimento, a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou recurso de uma seguradora e manteve condenação de indenização a um terceiro que teve o caminhão atingido...
Leia mais

O que muda nas regras do direito sucessório para companheiros

O que muda nas regras do direito sucessório para companheiros 19 de dezembro de 2018  Ray Santos Carolina Lara Assessoria de Imprensa e Conteúdo *Por Paulo Akiyama Em recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), publicado no dia 26 de outubro, vem por fim a diversos entendimentos que...
Leia mais

Nova lei do distrato imobiliário aumenta segurança jurídica

Nova lei do distrato imobiliário aumenta segurança jurídica 18 de dezembro de 2018, 6h31 Por Ricardo Motta De autoria do deputado Celso Russomano (PRB-SP), o PL 1220/15 aumenta o percentual que poderá ser retido pela incorporadora, a título de multa contratual, nos casos em que o consumidor...
Leia mais

Contrato de namoro?

Contrato de namoro? O documento é utilizado para evitar que relação afetiva seja reconhecida como união estável e ocorra partilha de bens 00:00 | 16/12/2018 Vinte contratos de namoro foram registrados no País, em 2018, até o mês de outubro, segundo o Colégio Notarial do Brasil Seção São Paulo...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados