Delitos cometidos no trânsito: cinco medidas pré-determinadas

Extraído de CNJ


Magistrado do TJES adota forma inusitada para resolver delitos cometidos no trânsito

 Terça, 07 de Dezembro de 2010

 

 

 

 

O juiz da 10ª Vara Criminal (Delitos de Trânsito) de Vitória (ES), Paulo Sérgio Bellucio, realizou uma audiência inédita para propor a cerca de 60 motoristas, pegos em exames do bafômetro, a suspensão do processo durante dois anos, desde que cumpram cinco medidas pré-determinadas entre elas, a doação de

 

R$ 1 mil para instituições de caridade, comparecimento ao juízo da execução penal uma vez por mês e, durante esses dois anos, não sair da Grande Vitória por mais de 10 dias sem a autorização do magistrado.


Um dos principais benefícios da medida é não ter que marcar audiências individuais: "Isso acarretaria em um maior tempo gasto para conclusão de todos os processos, uma vez que o número deles é grande. Além disso, caso os motoristas indiciados aceitem o benefício, poderão passar por um reaprendizado, participando de palestras e evitando os casos de reincidência", afirmou o juiz.


Esse é o 8ª mutirão realizado depois da Lei Seca, que determina tolerância zero para qualquer quantidade de álcool ingerido pelo motorista. Ao todo, cerca de 600 motoristas já foram beneficiados por essa iniciativa do Judiciário.


Marcelo de Souza Vieira faz parte dessa estatística. Foi parado numa rodovia depois de consumir bebida alcóolica. Intimado a prestar contas com a Justiça elogiou o mutirão realizado pelo juiz. "Isso é muito importante para pessoas que não têm antecedentes criminais. Assim, temos a oportunidade de repensar o que fizemos para não cair novamente no mesmo erro. Nossa sorte maior foi não ter acontecido nada mais grave enquanto estávamos dirigindo", destacou.


Os motoristas que não estavam acompanhados por advogados receberam ainda a orientação de um defensor público e ouviram alguns esclarecimentos do Promotor de Justiça presente na audiência. Paulo Bellucio lembra ainda que a maioria dos infratores são homens. "A maioria dos infratores são homens de várias idades, classes sociais e profissões". No final da audiência, os motoristas que aceitaram o benefício assistiram a uma palestra proferida pelo próprio magistrado onde foram abordados os riscos e as consequências da reincidência nos delitos de trânsito.

 


Fonte: TJES

 

 

Notícias

Execução de alimentos antiga não deixa de ser urgente, decide STJ

PENSÃO ALIMENTÍCIA Execução de alimentos antiga não deixa de ser urgente, decide STJ 13 de novembro de 2018, 16h56 Por Gabriela Coelho “A dispensa inicial de alimentos pela convivente não invalida o acordo que fora entabulado entre as partes posteriormente". Leia em Consultor Jurídico
Leia mais

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO Publicado em: 12/11/2018 Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com dados colhidos entre 1984 e 2016 indica que, no Brasil, um em cada três casamentos resulta em divórcio. E na maioria das...
Leia mais

Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável

Postado em 08 de Novembro de 2018 - 15:31 Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável Por conta do entendimento de que o núcleo de afeto permite o reconhecimento de uma união familiar, pessoas tem, de modo cada vez mais frequente entabulado contratos de namoro, de namoro...
Leia mais

Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão

DECISÃO 09/03/2017 08:42 Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão Em decisão unânime, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou que a ameaça de emprego de forças espirituais para constranger alguém a entregar dinheiro é apta a caracterizar o...
Leia mais

O sobrenome do enteado

O sobrenome do enteado          Regina Beatriz Tavares da Silva* 08 Novembro 2018 | 05h00 Em 2009, a Lei 11.924/09, também conhecida com Lei Clodovil por ser de autoria de famoso costureiro, que também foi deputado, alterou a Lei dos Registros Públicos, dando a...
Leia mais

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo Publicado em: 07/11/2018 Pela primeira vez na Argentina uma pessoa obteve sua certidão de nascimento, da qual deriva toda a documentação restante, sem qualquer menção de sexo, conforme a Lei de Identidade de Gênero aprovada em 2012 no...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados