Jorge Yanai diz que situação da saúde pública no Brasil 'é vergonhosa'

27/05/2010 - 20h51

Jorge Yanai diz que situação da saúde pública no Brasil 'é vergonhosa'

[Foto: senador Jorge Yanai (DEM-MT)]

O senador Jorge Yanai (DEM-MT), que é médico, considerou vergonhosa a situação da saúde pública no país e reclamou mais recursos para o atendimento da população pobre. Para ele, é um desrespeito o governo repassar "apenas 7 reais" aos médicos de hospitais conveniados do Sistema Único de Saúde (SUS) por consulta.

Yanai informou que, no Mato Grosso, uma Comissão Parlamentar de Inquérito divulgou "dados assustadores" sobre a saúde pública, revelando que havia, em novembro do ano passado, 120 mil pessoas à espera de algum atendimento. Desse total, 57 mil esperavam para realizar exames de alta complexidade.

O Programa Saúde da Família, que segundo o senador "teoricamente ajudaria bastante nos atendimentos", também já apresenta vários problemas, como falta de verbas.

- Funcionários contratados para esse programa não recebem pagamento e, no Mato Grosso, muitos estão em greve - lamentou.

O problema, continuou, é a crônica falta de dinheiro - os R$ 60 bilhões que o governo federal repassou ao SUS no ano passado equivalem a menos de 10% do que gasta o governo do Canadá na área de saúde. O senador lembrou que a Emenda Constitucional nº 29, que fixa percentuais que União, estados e municípios devem gastar com saúde, precisa ser regulamentada com rapidez, para que possa ser efetivamente cumprida. A regulamentação encontra-se na Câmara dos Deputados e senador mato-grossense disse que trabalhará por sua votação.

No mesmo discurso, José Yanai disse esperar que haja acordo partidário para que o Senado vote, na próxima semana, o projeto de lei de conversão (PLV 4/10), oriundo da medida provisória (MP 479/09) que reestrutura mais de 50 carreiras do serviço público federal, entre elas a carreira de perito médico previdenciário. O projeto foi aprovado pelos deputados na terça-feira (25).

Da Redação / Agência Senado
 

Notícias

Nova lei do distrato imobiliário aumenta segurança jurídica

Nova lei do distrato imobiliário aumenta segurança jurídica 18 de dezembro de 2018, 6h31 Por Ricardo Motta De autoria do deputado Celso Russomano (PRB-SP), o PL 1220/15 aumenta o percentual que poderá ser retido pela incorporadora, a título de multa contratual, nos casos em que o consumidor...
Leia mais

Contrato de namoro?

Contrato de namoro? O documento é utilizado para evitar que relação afetiva seja reconhecida como união estável e ocorra partilha de bens 00:00 | 16/12/2018 Vinte contratos de namoro foram registrados no País, em 2018, até o mês de outubro, segundo o Colégio Notarial do Brasil Seção São Paulo...
Leia mais

Filha pode trocar de paternidade se achou o pai biológico, diz TJ-RS

VONTADE DO FILHO Paternidade socioafetiva não impede direito à herança de pai biológico 9 de dezembro de 2018, 9h17 Por Jomar Martins Por isso, a 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul manteve sentença que deu procedência a uma investigatória que tramita na Comarca de...
Leia mais

Jurisprudência mineira - Apelação cível - Anulatória de aval - Garantia prestada para a consecução da atividade empresarial - Outorga uxória - Dispensável

Jurisprudência mineira - Apelação cível - Anulatória de aval - Garantia prestada para a consecução da atividade empresarial - Outorga uxória - Dispensável Publicado em: 04/12/2018 APELAÇÃO CÍVEL - ANULATÓRIA DE AVAL - GARANTIA PRESTADA PARA A CONSECUÇÃO DA ATIVIDADE EMPRESARIAL - OUTORGA UXÓRIA -...
Leia mais

Judicial ou extrajudicial?

Judicial ou extrajudicial? Gisele Nascimento Consigna ainda que o inventário iniciando judicialmente pode ser convertido em extrajudicial para evitar a demora no procedimento, caso assim, acordem os interessados. sexta-feira, 30 de novembro de 2018 Inventário pode ser definido como uma listagem de...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados