Jorge Yanai diz que situação da saúde pública no Brasil 'é vergonhosa'

27/05/2010 - 20h51

Jorge Yanai diz que situação da saúde pública no Brasil 'é vergonhosa'

[Foto: senador Jorge Yanai (DEM-MT)]

O senador Jorge Yanai (DEM-MT), que é médico, considerou vergonhosa a situação da saúde pública no país e reclamou mais recursos para o atendimento da população pobre. Para ele, é um desrespeito o governo repassar "apenas 7 reais" aos médicos de hospitais conveniados do Sistema Único de Saúde (SUS) por consulta.

Yanai informou que, no Mato Grosso, uma Comissão Parlamentar de Inquérito divulgou "dados assustadores" sobre a saúde pública, revelando que havia, em novembro do ano passado, 120 mil pessoas à espera de algum atendimento. Desse total, 57 mil esperavam para realizar exames de alta complexidade.

O Programa Saúde da Família, que segundo o senador "teoricamente ajudaria bastante nos atendimentos", também já apresenta vários problemas, como falta de verbas.

- Funcionários contratados para esse programa não recebem pagamento e, no Mato Grosso, muitos estão em greve - lamentou.

O problema, continuou, é a crônica falta de dinheiro - os R$ 60 bilhões que o governo federal repassou ao SUS no ano passado equivalem a menos de 10% do que gasta o governo do Canadá na área de saúde. O senador lembrou que a Emenda Constitucional nº 29, que fixa percentuais que União, estados e municípios devem gastar com saúde, precisa ser regulamentada com rapidez, para que possa ser efetivamente cumprida. A regulamentação encontra-se na Câmara dos Deputados e senador mato-grossense disse que trabalhará por sua votação.

No mesmo discurso, José Yanai disse esperar que haja acordo partidário para que o Senado vote, na próxima semana, o projeto de lei de conversão (PLV 4/10), oriundo da medida provisória (MP 479/09) que reestrutura mais de 50 carreiras do serviço público federal, entre elas a carreira de perito médico previdenciário. O projeto foi aprovado pelos deputados na terça-feira (25).

Da Redação / Agência Senado
 

Notícias

Trisais: ‘Estado não pode se colocar contra essa realidade’, diz advogado

Trisais: ‘Estado não pode se colocar contra essa realidade’, diz advogado Relacionamentos não monogâmicos não são permitidos dentro da constituição brasileira. Os tribunais superiores, o STF e o STJ, entendem que que pessoas que praticam poliamor estão praticando concubinato (relação entre homens e...

Princípio de Saisine: posição jurisprudencial do STJ e direito de herança

OPINIÃO Princípio de Saisine: posição jurisprudencial do STJ e direito de herança 3 de julho de 2022, 17h06 Por Gerson Lopes Fonteles Em recente entendimento, a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou provimento no recurso especial de um herdeiro que desejava anular deliberações...

Governo entrega primeiras carteiras de identidade nacional

Governo entrega primeiras carteiras de identidade nacional Origem das Imagens/Fonte: Anoreg/BR Detalhes do novo modelo de passaporte também foram apresentados. O presidente Jair Bolsonaro participa de cerimônia de emissão das novas carteiras de identidade nacional nos estados e do lançamento...

O que há em comum entre o divórcio e a dissolução parcial de sociedade

OPINIÃO O que há em comum entre o divórcio e a dissolução parcial de sociedade 29 de junho de 2022, 7h12 Por Ana Carolina Lessa Um dos principais tema do Direito de Família é o casamento, que estabelece, concomitantemente, sociedade conjugal e vínculo matrimonial. Leia em Consultor Jurídico