Vai à Câmara projeto que destina 2% dos recursos das loterias ao Projovem

11/10/2011 - 13h51

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou nesta terça-feira (11) um projeto de lei que destina ao Programa Nacional de Inclusão de Jovens, o Projovem, 2% da arrecadação das loterias do governo federal - entre as quais se incluem a Mega-Sena, a Quina e a Loteria Federal. De acordo com a Caixa Econômica Federal, a arrecadação dessas loterias foi de R$ 8,8 bilhões no ano passado.

Agora, o projeto de lei (PLS 570/09), apresentado pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), será enviado à Câmara dos Deputados.

Programa que visa integrar os jovens à escola e qualificá-los profissionalmente, além de promover outras ações, o Projovem atua nas seguintes modalidades: Projovem Urbano, Projovem Campo, Projovem Adolescente e Projovem Trabalhador. De acordo com o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), relator da proposta, o programa atendeu cerca de 1 milhão de pessoas em 2010.

Em seu relatório, que é favorável ao projeto, Inácio Arruda observa que uma arrecadação anual de R$ 8,8 bilhões poderia resultar em um repasse de R$ 176 milhões (2% do total) para o programa. Segundo Inácio, esse valor representaria um acréscimo estimado de 14% no orçamento do Projovem para este ano.

Zona de Processamento de Exportação

Outro projeto de lei aprovado pela CAE, e que também será enviado à Câmara, é o PLS 185/10, que autoriza o Executivo a criar uma zona de processamento de exportação (ZPE) no município de Cristalina, em Goiás. Como o projeto tem caráter apenas autorizativo, cabe ao Executivo decidir se vai implementá-lo ou não. O autor da proposta é o senador Gim Argello (PTB-DF).

Durante a reunião desta terça, o senador Blairo Maggi (PR-MT), ao comentar outra proposta que estava sendo discutida, lembrou que o Executivo não precisa de projetos autorizativos para decisões como essas.

 

Ricardo Koiti Koshimizu / Agência Senado

Notícias

Previdência para amantes: descalabro jurídico

Previdência para amantes: descalabro jurídico          Regina Beatriz Tavares da Silva* 17 Janeiro 2019 | 06h00 Em vários artigos anteriores (como aqui, aqui e aqui) já salientei a importância do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos Recursos...
Leia mais

Artigo – É meu, seu ou nosso? – Por Marcia Dessen

Artigo – É meu, seu ou nosso? – Por Marcia Dessen Evite conflitos e escolha, antes de casar, o regime da comunhão de bens Nem sempre um casal decide e planeja o casamento. Muitas vezes, acontece aos poucos, e, de repente, estão casados ou vivendo em união estável. Independentemente da forma ou da...
Leia mais

O divórcio do homem mais rico do mundo e o pacto antenupcial

O divórcio do homem mais rico do mundo e o pacto antenupcial          Lucas Marshall Santos Amaral 11 Janeiro 2019 | 04h00 Jeff Bezos e MacKenzie Bezos estão casados há 25 anos. Foi nesse período que ele se tornou o homem mais rico do mundo. Porém, a vida de...
Leia mais

Afeto como elemento basilar da relação familiar

Afeto como elemento basilar da relação familiar    10/01/19 ÀS 00:00 André Vieira Saraiva de Medeiros A família sofreu inúmeras modificações ao longo dos anos e – por consequência do processo evolutivo – a concepção de parentalidade foi extensivamente alterada, sob influência direta da...
Leia mais

A opção extrajudicial de recuperação de empresas

A opção extrajudicial de recuperação de empresas 7 de janeiro de 2019, 6h24 Por Murilo Aires Na recuperação extrajudicial não há intervenção do Ministério Público, nomeação de administrador judicial nem mesmo prazo mínimo de dois anos de supervisão judicial. Confira em Consultor Jurídico
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados