Polícia Militar de MG oferecerá registro de BO pela internet

15.07.2011

Polícia Militar de MG oferecerá registro de boletim de ocorrência pela internet

Sai a burocracia da espera e da papelada e entram o conforto e a agilidade virtual. A internet vai se tornar, em breve, a mais nova aliada da Polícia Militar para facilitar o atendimento ao cidadão e a coleta de dados em Minas Gerais. Em agosto deve ser lançado um serviço on-line que, entre outras novidades, oferecerá ao usuário a possibilidade de registro de um boletim de ocorrência a partir da web, eliminando um procedimento remanescente do século passado que hoje toma horas daqueles que necessitam comunicar formalmente um fato à polícia.

O assunto ainda é tratado com sigilo pela cúpula da PM. O setor de tecnologia da corporação trabalha na fase de conclusão do projeto. Forças de segurança de estados como Rio da Janeiro e São Paulo já atravessaram os portões da era digital e, com base em tais experiências, é possível ter uma noção sobre o que está por vir.

Em Minas, falta, por exemplo, a definição sobre quais crimes serão incluídos nesse sistema e outros detalhes operacionais. Provavelmente, delitos de menor potencial ofensivo, como furtos, ou incidentes como perda de bens materiais e documentos pessoais poderão ser comunicados a distância. Há a expectativa de que o cidadão consiga até mesmo imprimir o boletim de ocorrência a partir do computador de casa. O Estado de Minas apurou que o pacote de avanços tecnológicos irá além dessas possibilidades, mas oficiais se limitam a confirmar que o sistema entra em operação neste semestre.

O único serviço on-line oferecido pelas forças de segurança mineiras é da Polícia Civil. Por ele é possível obter via internet, no site da PC (www.pc.mg.gov.br), atestado de antecedentes criminais. No endereço eletrônico da PC há um link chamado “Delegacia Virtual” que, ao ser clicado, exibe uma mensagem informando: “Você poderá preencher uma pré-ocorrência policial, que será registrada no programa Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) e acessada em todas as delegacias de polícia de Minas Gerais”.

Enquanto isso… São Paulo e Rio já têm

Em São Paulo, o internauta dispõe da Delegacia do Cidadão, para comunicar furtos de veículos ou de placas, desaparecimento de pessoas, furto ou perda de documentos, celulares, e acompanhamento do boletim. As alternativas são idênticas no site da Secretaria da Segurança Pública e no portal da Polícia Civil. O documento emitido tem caráter oficial e é exigido o fornecimento de endereço eletrônico. Delito que envolva ameaça à pessoa, como roubo, ou perda de dinheiro e objetos como máquinas fotográficas, deve ser comunicado pessoalmente. Já no endereço da Polícia Militar há o cadastro de ocorrências na capital e boletim de ocorrência de acidentes de trânsito em vias estaduais. No Rio de Janeiro, a Polícia Civil criou a Delegacia de Dedicação Integral ao Cidadão, em bairros como Copacabana, Ipanema e Barra da Tijuca. Ela registra extravio de documentos e denúncias. Funciona como pré-registro e exige a ida a uma delegacia para validar o procedimento, com data pré-agendada via e-mail.

 

Fonte: Estado de Minas

Extraído de DNT

 

Notícias

Semana promete ser histórica para os advogados

Semana promete ser histórica para os advogados Comissão da Câmara vota projeto que desobriga advogado a ter sócio para abrir escritório. Já o Senado pode garantir “paridade de armas” entre órgãos de defesa e acusação. São duas antigas reivindicações da categoria, observa Rodolfo Torres POR RODOLFO...
Leia mais

Quando o sujeito ativo da Lei Maria da Penha é do sexo feminino

OPINIÃO Quando o sujeito ativo da Lei Maria da Penha é do sexo feminino 8 de novembro de 2015, 16h43 Por Denis Schlang Rodrigues Alves O presente estudo visa analisar, sob a ótica jurídica, os casos em que, eventualmente, possa o sujeito ativo da Lei Maria da Penha ser pessoa do sexo...
Leia mais

Manobra tenta aprovar Código da Mineração

Manobra tenta aprovar Código da Mineração Projeto seria votado na Câmara em setembro, mas reunião foi cancelada; nova comissão foi criada para se chegar a um consenso sobre a proposta, que desagrada ativistas, prefeituras e empresas POR AGENCIAPUBLICA | 07/11/2015 12:04 Prossiga em Congresso em...
Leia mais

Sem má-fé e sem dano não há improbidade

06/11/2015 - 08h00 DECISÃO Sem má-fé e sem dano não há improbidade A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu que não existe improbidade administrativa na nomeação fora do prazo de validade do concurso público de um professor do Departamento de Química da Universidade do...
Leia mais

STJ mantém anulação de matrimônio proferida pelo Vaticano

STJ mantém anulação de matrimônio proferida pelo Vaticano Sexta, 06 Novembro 2015 12:59 A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve sentença eclesiástica que tornou nulo o matrimônio de um casal de brasileiros. A decisão unânime foi proferida nos autos de uma sentença...
Leia mais

Comissão dá a igrejas poder de questionar leis no STF

Comissão dá a igrejas poder de questionar leis no STF Presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos argumenta que projeto de sua autoria permitirá que instituições religiosas questionem constitucionalidade de projetos contrários a liberdade religiosa POR GABRIELA SALCEDO |...
Leia mais

Câmara aprova PEC que autoriza PMs a acumular cargos

Câmara aprova PEC que autoriza PMs a acumular cargos Deputados concordaram que bombeiros e policiais militares poderão exercer outro ofício nas áreas de educação e saúde. Agora, o texto segue para o Senado POR AGÊNCIA CÂMARA | 03/11/2015 22:05 Prossiga em Congresso em Foco
Leia mais

Expectativa de vida aumenta 10 anos desde 1970 em países da OCDE

Expectativa de vida aumenta 10 anos desde 1970 em países da OCDE 04/11/2015 10h30  Paris Da Agência Lusa A expectativa de vida aumentou mais de dez anos desde 1970 nos países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), atingindo 80 anos e meio, em média, em 2013....
Leia mais

A internet está se tornando a vilã da infância brasileira?

A internet está se tornando a vilã da infância brasileira? “Muitas crianças e adolescentes não postam selfies, mas pedidos de socorro! Resta saber se os pais estão dispostos a deixar de lado o seu smartphone para ouvi-los”, diz consultora de ciência, tecnologia e comunicações POR BETH VELOSO |...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados