Mais de 1 milhão de motos foram vendidas no primeiro semestre

Mais de 1 milhão de motos foram vendidas no primeiro semestre

08/07/2011 - 14h54
Economia
Flávia Albuquerque
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – As vendas de motocicletas no Brasil cresceram 15% em junho, na comparação com junho de 2010, com a venda de 160.720 unidades. No acumulado do ano, crescimento de 18% (1.033.408 unidades). Na comparação com maio, porém, houve retração de 17,7%. Os dados foram divulgados hoje (8) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Saíram das linhas de montagem, no mês passado, 163.177 motocicletas, 20% a menos que em maio, mas 14,5% a mais que em junho de 2010. No acumulado do semestre, o setor registra crescimento de 24,6%, com a fabricação de 1.078.683 motos. De acordo com o diretor executivo da Abraciclo, Moacyr Alberto Paes, a redução do ritmo de fabricação em junho ocorreu devido às férias coletivas dadas pela maioria das montadoras. “Normalmente, nesse período, as montadoras aproveitam também para fazer a manutenção das máquinas”.

Com relação às exportações, os dados mostram que, nos seis primeiros meses do ano, foram embarcadas 32,5 mil unidades, ante 31,4 mil no mesmo período do ano passado. Na comparação com maio, as vendas externas recuaram 11%, com 5.989 unidades vendidas. Com relação a junho do ano passado, o aumento foi pequeno, 0,6%. “As exportações dependem de programação, negociação e taxa de câmbio. Os resultados estão dentro do previsto.”

O presidente da Abraciclo, Roberto Akayama, ressaltou que os resultados do setor são decorrentes do cenário econômico de real valorizado, inflação e juros em alta, demanda aquecida e nível de emprego elevado. “Devido à política econômica do governo anterior, nos últimos quatro anos, 30 milhões de pessoas tiveram seu primeiro contato com o financiamento. No setor de motocicletas não foi diferente”.

Ele lembrou que, em 2007, 56% das vendas foram financiadas. Em 2008, o volume de financiamentos caiu por causa da crise econômica global. “Em 2010, começou uma recuperação e, em 2011, as vendas com financiamento podem ter o mesmo nível de 2008. Atualmente, 52% das vendas são financiadas”, disse Akayama.

A Abraciclo estima que são as vendas em 2011 cresçam cerca de 10%, ficando em torno de 2 milhões de motocicletas, ante 1,8 milhão comercializados em 2010. A produção, por sua vez, deve aumentar para enquanto a produção deve ter um crescimento de 12,5%, atingindo 2.06 milhões de unidades (em 2010, foram montadas 1,83 milhão de motocicletas). Já as exportações devem ter queda de 13,3%, com previsão de 60 mil unidades exportadas, contra 69 mil em 2010.

Edição: Vinicius Doria
Agência Brasil

 

Notícias

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca petição de herança

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca petição de herança Processo: Processo sob segredo judicial, Rel. Min. Antonio Carlos Ferreira, Segunda Seção, por maioria, julgado em 26/10/2022. Ramo do Direito: Direito Civil Tema: Petição de herança. Prescrição. Termo inicial. Abertura da sucessão....

Meus bens pessoais podem responder pelas dívidas da minha empresa?

OPINIÃO Meus bens pessoais podem responder pelas dívidas da minha empresa? 22 de novembro de 2022, 10h18 Por Marilza Tânia Ponte Muniz Feitosa e João Vitor Sampaio Silva No caso de uma sociedade limitada, a responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem...

NOME NÃO É ESTADO CIVIL

NOME NÃO É ESTADO CIVIL Evanildo da Silveira 16 nov 2022_09h07 A bancária paranaense Rosana Congrossi Moreira, de 52 anos, e a médica cardiologista mineira Maria Eugênia Tótola, de 51, estão separadas pelos mil km entre Curitiba e Belo Horizonte, mas têm algo em comum. Casadas no papel, nenhuma...

Qual o nível de parentesco que dá direito a herança?

Qual o nível de parentesco que dá direito a herança? Autor Priscilla Kinast Última atualização 11/08/2022 17:11 Quando uma mulher falece, tem início o processo de partilha de bens. A herança se divide entre os familiares de 1º grau. Entretanto, quem mais pode ter direito? Em suma, a herança nada...