Mais de 1 milhão de motos foram vendidas no primeiro semestre

Mais de 1 milhão de motos foram vendidas no primeiro semestre

08/07/2011 - 14h54
Economia
Flávia Albuquerque
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – As vendas de motocicletas no Brasil cresceram 15% em junho, na comparação com junho de 2010, com a venda de 160.720 unidades. No acumulado do ano, crescimento de 18% (1.033.408 unidades). Na comparação com maio, porém, houve retração de 17,7%. Os dados foram divulgados hoje (8) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Saíram das linhas de montagem, no mês passado, 163.177 motocicletas, 20% a menos que em maio, mas 14,5% a mais que em junho de 2010. No acumulado do semestre, o setor registra crescimento de 24,6%, com a fabricação de 1.078.683 motos. De acordo com o diretor executivo da Abraciclo, Moacyr Alberto Paes, a redução do ritmo de fabricação em junho ocorreu devido às férias coletivas dadas pela maioria das montadoras. “Normalmente, nesse período, as montadoras aproveitam também para fazer a manutenção das máquinas”.

Com relação às exportações, os dados mostram que, nos seis primeiros meses do ano, foram embarcadas 32,5 mil unidades, ante 31,4 mil no mesmo período do ano passado. Na comparação com maio, as vendas externas recuaram 11%, com 5.989 unidades vendidas. Com relação a junho do ano passado, o aumento foi pequeno, 0,6%. “As exportações dependem de programação, negociação e taxa de câmbio. Os resultados estão dentro do previsto.”

O presidente da Abraciclo, Roberto Akayama, ressaltou que os resultados do setor são decorrentes do cenário econômico de real valorizado, inflação e juros em alta, demanda aquecida e nível de emprego elevado. “Devido à política econômica do governo anterior, nos últimos quatro anos, 30 milhões de pessoas tiveram seu primeiro contato com o financiamento. No setor de motocicletas não foi diferente”.

Ele lembrou que, em 2007, 56% das vendas foram financiadas. Em 2008, o volume de financiamentos caiu por causa da crise econômica global. “Em 2010, começou uma recuperação e, em 2011, as vendas com financiamento podem ter o mesmo nível de 2008. Atualmente, 52% das vendas são financiadas”, disse Akayama.

A Abraciclo estima que são as vendas em 2011 cresçam cerca de 10%, ficando em torno de 2 milhões de motocicletas, ante 1,8 milhão comercializados em 2010. A produção, por sua vez, deve aumentar para enquanto a produção deve ter um crescimento de 12,5%, atingindo 2.06 milhões de unidades (em 2010, foram montadas 1,83 milhão de motocicletas). Já as exportações devem ter queda de 13,3%, com previsão de 60 mil unidades exportadas, contra 69 mil em 2010.

Edição: Vinicius Doria
Agência Brasil

 

Notícias

Justiça de Uberaba divide pensão em benefício de viúva

Justiça de Uberaba divide pensão em benefício de viúva Valor estava sendo destinado unicamente à filha do falecido 13/01/2021 13h57 - Atualizado em 13/01/2021 15h24 O juiz Lúcio Eduardo de Brito, da 1ª Vara Cível da Comarca de Uberaba, condenou o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de...

Clipping – IstoÉ – A ordem é recuperar empresas?

Clipping – IstoÉ – A ordem é recuperar empresas? Nova Lei de Falências foi pensada para tornar o processo de recuperação judicial mais seguro e eficiente. Para especialistas, os seis vetos de Bolsonaro tornaram as mudanças tímidas Entra em vigor no próximo dia 24 uma lei que prevê tornar o processo...

Memorial Descritivo: o que é e para que serve?

Memorial Descritivo: o que é e para que serve? Ademi-PR explica quais as informações presentes no documento e a sua importância para a segurança jurídica do comprador do imóvel. por Ademi PR[07/01/2021] [18:23] O lançamento de um empreendimento imobiliário envolve diversos documentos e aprovações....

Em 2021, Câmara dos Deputados deve votar proposta de lei sobre teletrabalho

OPINIÃO Em 2021, Câmara dos Deputados deve votar proposta de lei sobre teletrabalho 7 de janeiro de 2021, 12h05 Por Valéria Wessel S. Rangel de Paula Quanto à jornada de trabalho, o projeto dispõe que os empregados em teletrabalho total ou híbrido não terão direito a horas extras, desde que não...

As inovações na recuperação e na falência por força da Lei 14.112/2020

As inovações na recuperação e na falência por força da Lei 14.112/2020 6 de janeiro de 2021, 7h12 Por Gleydson K. L. Oliveira Poderá agir como credora qualquer pessoa, inclusive os credores sujeitos ou não aos efeitos da recuperação, familiares, sócio e outra sociedade integrante do grupo econômico...