SUSPENSÃO DO AUMENTO DO IPI DEVE BENEFICIAR OS CONSUMIDORES

Extraído de: LegisCenter  - 3 horas atrás

Após a suspensão do aumento imediato do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos importados, o consumidor poderá ser beneficiado pela redução no preço dos carros, de acordo com o deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE). "O consumidor ganha na qualidade e no preço", completa.
De acordo com o parlamentar, as montadoras tinham o direito, garantido em lei, de manter os preços por 90 dias. Como a decisão é retroativa, os fabricantes que importaram veículos com a nova alíquota, poderão retornar ao valor antigo. "As montadoras poderão reduzir os preços por 90 dias, a contar da data da edição do decreto", afirma.

Segundo ele, as montadoras terão o direito de rever o imposto pago a mais desde a decisão, e fora do prazo nonagesimal.

Decisão

A ADI 4661 (Ação Direta de Inconstitucionalidade), ajuizada pelo partido Democratas, considerou o decreto inconstitucional, por contrariar a garantia do consumidor não ser surpreendido pelo aumento do tributo, uma vez que no decreto as montadoras não precisariam esperar os 90 dias para aplicar a nova tabela de incidência do IPI. "O STF julgou procedente a inconstitucionalidade da decisão, por isso, a decisão de fazer prevalecer o prazo previsto em lei", explica.

De acordo com o deputado, o aumento do IPI havia prejudicado a concorrência entre as montadoras. "As montadoras nacionais estavam livres para encarecer o preço, e o consumidor perderia em qualidade", explica, afirmando que o governo poderia ter criado soluções para outros segmentos. "Em vez de proteger áreas como a de calçados e confecção, o governo fez isso com as multinacionais, que não precisavam dessa rede de proteção", finaliza.

Extraído de JusBrasil

Notícias

Incide IR em valor pago por cláusula de não competição, diz Receita

COMPRA DE AÇÕES Incide IR em valor pago por cláusula de não competição, diz Receita 21 de junho de 2019, 9h45 Por Gabriela Coelho Diferença positiva entre o valor da venda e o custo de aquisição de participação societária caracteriza ganho de capital, afirma Receita Confira em Consultor Jurídico
Leia mais

Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável

MP NO DEBATE Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável 17 de junho de 2019, 8h00 Por Maria Fátima Vaquero Ramalho Leyser Antes da promulgação da Constituição Federal de 1988, a convivência entre homem e mulher, como se fossem casados, isto é, a união estável entre pessoas de sexo...
Leia mais

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará Publicado em 12/06/2019 - 20:49 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil  Brasília Foi publicada hoje no Diário Oficial da União uma lista com 287 atividades econômicas que não precisarão de autorizações prévias para...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados