Usinas nucleares de Angra simulam vazamento de radiação

Autoridades precisam estar preparadas para o “improvável”, diz coordenador sobre exercício em Angra

 

31/08/2011 - 9h26

Nacional
 

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - O exercício do plano de emergência nuclear de Angra dos Reis vai simular, pela primeira vez, vazamento de radiação nas duas usinas nucleares, ao mesmo tempo. A mudança do simulado, que antes trabalhava com o cenário de vazamento em apenas uma das usinas, foi sugerida pela Eletronuclear, estatal que administra o complexo de Angra, depois do acidente em Fukushima, no Japão.

Segundo o coordenador do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (Sipron), almirante Carlos Alberto Matias, a probabilidade de ocorrer, em Angra, um acidente como o de Fukushima é muito pequena. Mesmo assim, as autoridades precisam estar preparadas até mesmo para o mais “improvável”.

“Até o muito improvável um dia pode acontecer. É claro que aqui a gente não trata de um terremoto de grande intensidade ou de um tsunami. Mas, por exemplo, uma chuva muito intensa com queda de barreira próximo à usina, que possa afetar uma parte do fornecimento de energia da usina [é possível ocorrer]”, disse.

Outras novidades no simulado geral, que ocorre a cada biênio, foram adotadas neste ano, a partir da experiência de exercícios anteriores. Pela primeira vez, o exercício será feito em dois dias, hoje (31) e amanhã (1º), em vez de um.

Segundo o almirante, a ideia é avaliar melhor a coordenação dos três centros de controle de acidente nuclear existentes, localizados em Brasília, Rio de Janeiro e Angra dos Reis, no sul fluminense.

No primeiro dia, serão feitos exercícios dentro do Complexo Nuclear Almirante Álvaro Alberto, onde ficam as usinas. Amanhã, haverá o simulado de evacuação dos moradores de comunidades em torno da usina, como Pingo d’Água, Guariba, Frade e Praia Vermelha.

Helicópteros da Aeronáutica, barcos da Marinha e carros do Exército serão usados no exercício. Também haverá a participação de policiais rodoviários federais e militares, bombeiros, integrantes da Defesa Civil e profissionais de saúde, além dos próprios trabalhadores da usina.


Edição: Talita Cavalcante
Agência Brasil

Notícias

Execução de alimentos antiga não deixa de ser urgente, decide STJ

PENSÃO ALIMENTÍCIA Execução de alimentos antiga não deixa de ser urgente, decide STJ 13 de novembro de 2018, 16h56 Por Gabriela Coelho “A dispensa inicial de alimentos pela convivente não invalida o acordo que fora entabulado entre as partes posteriormente". Leia em Consultor Jurídico
Leia mais

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO Publicado em: 12/11/2018 Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com dados colhidos entre 1984 e 2016 indica que, no Brasil, um em cada três casamentos resulta em divórcio. E na maioria das...
Leia mais

Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável

Postado em 08 de Novembro de 2018 - 15:31 Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável Por conta do entendimento de que o núcleo de afeto permite o reconhecimento de uma união familiar, pessoas tem, de modo cada vez mais frequente entabulado contratos de namoro, de namoro...
Leia mais

Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão

DECISÃO 09/03/2017 08:42 Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão Em decisão unânime, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou que a ameaça de emprego de forças espirituais para constranger alguém a entregar dinheiro é apta a caracterizar o...
Leia mais

O sobrenome do enteado

O sobrenome do enteado          Regina Beatriz Tavares da Silva* 08 Novembro 2018 | 05h00 Em 2009, a Lei 11.924/09, também conhecida com Lei Clodovil por ser de autoria de famoso costureiro, que também foi deputado, alterou a Lei dos Registros Públicos, dando a...
Leia mais

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo Publicado em: 07/11/2018 Pela primeira vez na Argentina uma pessoa obteve sua certidão de nascimento, da qual deriva toda a documentação restante, sem qualquer menção de sexo, conforme a Lei de Identidade de Gênero aprovada em 2012 no...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados