Adoção de providências parlamentares

14/01/2011 - 11h45

 

Sarney reúne Comissão Representativa para examinar situação do Rio de Janeiro

[Foto:]

Em consenso com o presidente da Câmara, Marco Maia, o presidente do Senado e do Congresso Nacional, José Sarney, convocou para 20 de janeiro, às 10h, reunião da Comissão RepresentativaEntenda o assunto do Congresso para discutir a adoção de providências parlamentares capazes de ajudar o Rio de Janeiro a enfrentar a destruição causada pelas chuvas. Em nota divulgada na quinta-feira (13), Sarney manifestou solidariedade às vítimas das enchentes.

A decisão foi tomada no momento em que a presidente Dilma Rousseff envia ao parlamento a primeira medida provisória do seu governo (MP 522/11). Nessa iniciativa, ela liberou R$ 780 milhões em favor dos ministérios dos Transportes e da Integração Nacional para a execução de obras emergenciais, a maioria delas no Rio de Janeiro, onde já foram registradas mais de 500 mortes.

Uma das providências da Comissão Representativa deve ser examinar a MP 522/11. Além disso, a pedido da senadora Marina Silva (PV-AC), devem ser debatidas outras providências para minimizar os efeitos das chuvas.

No ano passado, no dia 25 de janeiro, outra tragédia motivou a convocação da Comissão Representativa: o terremoto do Haiti, que matou mais de 200 mil pessoas, entre as quais 22 brasileiros. Convocada também por Sarney, a comissão aprovou mensagem do governo que solicitava o envio de mais 1.300 militares brasileiros para o Haiti. Eles se somariam a outros 1.300 militares que já se encontravam naquele país. Novecentos militares seriam enviados imediatamente e 400 ficariam de prontidão. Desde o terremoto, o contingente brasileiro vem atuando na segurança; distribuição de água e alimentos; atendimento a feridos e desabrigados; e, com o fim oficial da procura por sobreviventes, na reconstrução do país.

Formada por oito senadores e 17 deputados, a Comissão Representativa do Congresso tem a responsabilidade de deliberar sobre assuntos urgentes que requerem o exame do Legislativo durante o recesso parlamentar, que vai de 23 de dezembro a 31 de janeiro. Segue a lista dos integrantes da Comissão:

Senadores titulares: Suplentes:
 
José Sarney (PMDB-AP) Adelmir Santana (DEM-DF)
Demóstenes Torres (DEM-GO) Lúcia Vânia (PSDB-GO)
Alvaro Dias (PSDB-PR) Valdir Raupp (PMDB-RO)
Renan Calheiros (PMDB-AL) Romero Jucá (PMDB-RR)
Eduardo Suplicy (PT-SP) João Ribeiro (PR-TO)
Gim Argello (PTB-DF) Epitácio Cafeteira (PTB-MA)
Cristovam Buarque (PDT-DF) Acir Gurgacz (PDT-RO)
José Nery (PSOL-PA)  Mão Santa (PSC-PI) 
 
Deputados titulares: Suplentes:
 
Alberto Fraga (DEM-DF) Duarte Nogueira (PSDB-SP)
Arnaldo Jardim (PPS-SP) George Hilton (PRB-MG)
Cleber Verde (PRB-MA) Guilherme Campos (DEM-SP)
Dr. Paulo César (PR-RJ) Hugo Leal (PSC-RJ)
Eduardo Gomes (PSDB-TO) Jorge Khoury (DEM-BA)
Eduardo Valverde (PT-RO) Jovair Arantes (PTB-GO)
Fernando Marroni (PT-RS) Leandro Vilela (PMDB-GO)
Geraldo Resende (PMDB-MS) Mauro Lopes (PMDB-MG)
João Almeida (PSDB-BA) Nelson Meurer (PP-PR)
José Carlos Aleluia (DEM-BA) Raul Jungmann (PPS-PE)
Manato (PDT-ES) Rogério Marinho (PSDB-RN)
Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG) Rubens Otoni (PT-GO)
Marco Maia (PT-RS) Virgílio Guimarães (PT-MG)
Mauro Benevides (PMDB-CE) Zezéu Ribeiro (PT-BA
Paes Landim (PTB-PI)  
Pedro Chaves (PMDB-GO)
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) 
Teresa Cardoso / Agência Senado
 

Notícias

Confira a diferença entre união estável e casamento

Confira a diferença entre união estável e casamento Veja aspectos e impactos das duas formas de união na vida do casal 18/03/2019 15h54 - Atualizado em 18/03/2019 18h15 Atualmente, do ponto de vista familiar, a união estável pouco difere do casamento. Por outro lado, quando se pensa no lado...
Leia mais

25 super dicas para você melhorar a qualidade das suas peças jurídicas

Sexta-feira, 23 de janeiro de 2015 25 super dicas para você melhorar a qualidade das suas peças jurídicas Selecionamos 25 dicas para advogados, promotores e concurseiros melhorarem as suas peças jurídicas. O pequeno manual foi produzido pelos procuradores da República Gustavo Torres Soares e Bruno...
Leia mais

Deputado requenta projeto de lei que quer acabar com o Exame de Ordem

PROPOSTA ANTIGA Deputado requenta projeto de lei que quer acabar com o Exame de Ordem 11 de março de 2019, 13h58 Por Fernanda Valente A justificativa para o fim do Exame de Ordem para os bacharéis em Direito é a equiparação com as outras profissões do país que "não têm a necessidade de se...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados