Casal divorciando terá que entregar senhas do facebook à Justiça

Juiz ordena que casal divulgue suas senhas do Facebook para conseguirem divórcio


Sentença tem como intenção evitar que possíveis evidências sirvam como acusações, o que atrapalharia a separação da dupla

14 de Novembro de 2011 | 10:11h

Diferente dos divórcios tradicionais que, na maioria das vezes, terminam com a divisão de bens, um casal que está em processo de separação foi obrigado a dividir muito mais do que apenas investimentos, carros ou animais de estimação. Segundo a sentença de um juiz de Connecticut (Estados Unidos), a dupla terá de alterar e entregar as senhas de suas respectivas contas nas redes sociais para dar continuidade ao divórcio.

No final de setembro, o juiz Kenneth Shluger ordenou que os advogados de Stephen e Courtney Gallion trocassem as senhas de seus clientes no Facebook e outros sites de relacionamento. O objetivo seria para evitar que possíveis evidências servissem de ações judiciais ou acusações futuras, o que atrapalharia o processo de separação do casal.

Mas o principal motivo teria sido outro. Stephen afirmou que sua esposa possuía, em um computador compartilhado, informações que podiam incriminá-la durante o divórcio - por exemplo, relatos sobre como Courtney se sentia em relação aos próprios filhos, além da confissão de que seria incapaz de cuidar deles. Com base nessa afirmação, Stephen pediu ao juiz que sua (até então) mulher divulgasse as senhas de suas contas nas redes sociais para averiguar o depoimento.

Ao saber disso, porém, Courtney teria mandado uma mensagem para um amigo, pedindo que ele alterasse suas senhas e apagasse alguns dados, além de acionar seus advogados - que entraram com o mesmo recurso solicitado pelo ex-marido. Foi quando o juiz deu a sentença para que ambos trocassem suas respectivas senhas e as divulgassem como parte do divórcio.

De acordo com o advogado de Stephen Gallion, o processo ainda está em andamento, e afirma que foi doloroso para seu cliente "invadir" as contas de sua ex-mulher em sites de relacionamento. "Seria doloroso para muitos esposos ver o que seus cônjuges estão fazendo", respondeu ele.

Extraído de Olhar Digital

Notícias

Bolsonaro assina decreto que extingue o horário de verão

Bolsonaro assina decreto que extingue o horário de verão 25 de abril de 2019, 12h22 Por Ana Pompeu O presidente da República, Jair Bolsonaro, extinguiu, nesta quinta-feira (25/4), o horário de verão. Ele assinou o decreto que revoga a medida em cerimônia no Palácio do Planalto, conforme havia...
Leia mais

Sancionada a Lei que cria Empresa Simples de Crédito (ESC)

Sancionada a Lei que cria Empresa Simples de Crédito (ESC) LEI COMPLEMENTAR Nº 167, DE 24 DE ABRIL DE 2019 Dispõe sobre a Empresa Simples de Crédito (ESC) e altera a Lei nº 9.613, de 3 de março de 1998 (Lei de Lavagem de Dinheiro), a Lei nº 9.249, de 26 de dezembro de 1995, e a Lei Complementar nº...
Leia mais

ISS para sociedades de advogados deve ser por valor fixo, decide STF

ISS para sociedades de advogados deve ser por valor fixo, decide STF Publicado em 24/04/2019 - 11:41 Por Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil  Brasília O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (24), por 7 votos a 1, que os municípios não podem sancionar leis que...
Leia mais

As dívidas também são partilhadas no divórcio?

As dívidas também são partilhadas no divórcio? Lisiane Alves, Advogado  Publicado por Lisiane Alves há 19 horas O que acontece com as dívidas adquiridas em nome de um dos cônjuges em caso de Divórcio? Serão as dívidas partilhadas entre o casal, assim como ocorre com os bens? Bom. Tanto no...
Leia mais

Namorados, conviventes, namoridos? Afinal, o que somos?

Namorados, conviventes, namoridos? Afinal, o que somos? Para definir esta relação, de namoro ou de união estável, vários fatores e características deste relacionamento devem ser analisados Ana Lúcia Moure Simão Cury 22.04.19 17h16 - Atualizado em 22.04.19 19h41 “- Olá, tudo bem? Quanto...
Leia mais

Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2

CARÁTER DE SUBSISTÊNCIA Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2 18 de abril de 2019, 10h11 No processo, a autora pediu que fossem penhorados os planos de previdência dos sócios da devedora, já que não foram encontrados bens em nome da empresa para quitar a dívida...
Leia mais

IBDFAM: É POSSÍVEL RENUNCIAR À HERANÇA EM PACTO ANTENUPCIAL?

IBDFAM: É POSSÍVEL RENUNCIAR À HERANÇA EM PACTO ANTENUPCIAL? Publicado em: 11/04/2019 De autoria de Mário Luiz Delgado, diretor nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – Ibdfam, e Jânio Urbano Marinho Júnior, defensor público federal, o artigo “Posso renunciar à herança em pacto...
Leia mais

Sou menor, posso me casar?

Sou menor, posso me casar? Publicado em 10/04/2019  Portal Veneza Foi sancionada no último dia 13 de março, pelo presidente da República, a lei que proíbe o casamento de menores de 16 anos. O projeto de lei que passou pela câmara e pelo senado era de autoria da ex-deputada federal Laura...
Leia mais

Agente responsável por multa de trânsito não será mais identificado

Agente responsável por multa de trânsito não será mais identificado Determinação foi publicada no DOU e tem como intuito proteger os fiscais, que podem sofrer retaliações por terem registrado uma infração Por AutoPapo02/04/19 às 21h04 Em outubro de 2017 o AutoPapo noticiou que a Resolução nº 709 do...
Leia mais

Vetada dispensa de reavaliação de aposentado portador de HIV

10/04/2019 - 14h31 Vetada dispensa de reavaliação de aposentado portador de HIV O presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou integralmente o projeto que dispensava de reavaliação pericial a pessoa com HIV/aids aposentada por invalidez (PL 10159/18). O texto havia...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados