Deslealdade cambial da China é alvo do País

13/06/11 - 00:00 > POLÍTICA ECONÔMICA

Deslealdade cambial da China é alvo do País

Karina Nappi

São Paulo - A China poderá ser o próximo parceiro comercial a sofrer retaliações do governo brasileiro. O motivo, neste caso, é a questão da moeda chinesa desleal, que não possibilita à indústria nacional uma competitividade real. A afirmação é do presidente da Associação Brasileira de Comércio exterior, Roberto Segatto.

De acordo com o executivo, o governo de Dilma Rousseff deve impor preços de referência para os produtos, cuja maioria é de manufaturados.

Essa medida seria mais um sinal da mudança de postura do governo brasileiro em relação a seus mais problemáticos parceiros comerciais, como Argentina, Rússia e União Europeia.

No último mês, o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) resolveu tomar medidas para proteger a indústria nacional e começou a "dar o troco na mesma moeda" frente às decisões protecionistas de seus parceiros comerciais.

A forma mais eficaz por enquanto tem sido a aplicação das licenças não automáticas e os anúncios de dumping. "A posição do governo frente aos atos dos seus parceiros acontece no momento em que as importações estão aumentando de forma desproporcional e a indústria nacional está sendo extremamente prejudicada, a ponto de virar montadora, e não produtora de produtos. As medidas estão sendo eficazes, mostram que temos bala na agulha e que vamos retrucar na mesma proporção", pondera Segatto.

O diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Roberto Gianetti da Fonseca, afirmou na sexta que o déficit comercial do Brasil de produtos manufaturados deve crescer de US$ 70 bilhões em 2010 para US$ 100 bilhões neste ano.

 

Fonte: DCI

 

Notícias

WhatsApp e inclusão digital: uma saída para as Defensorias Públicas

TRIBUNA DA DEFENSORIA WhatsApp e inclusão digital: uma saída para as Defensorias Públicas 11 de maio de 2021, 8h01 Por Júlio de Camargo Azevedo e Giovani Ravagnani Considerado um dos principais cases de sucesso, a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro lançou em outubro de 2020 um...

STJ autoriza criança com nome de anticoncepcional a mudar registro

STJ autoriza criança com nome de anticoncepcional a mudar registro No entendimento dos ministros, houve rompimento unilateral do acordo firmado entre os pais da criança. terça-feira, 11 de maio de 2021 A 3ª turma do STJ autorizou a alteração do nome de uma criança registrada pelo pai com o nome...

Pontuação não pode ser lançada em CNH antes de recurso administrativo

CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA Pontuação não pode ser lançada em CNH antes de recurso administrativo 4 de maio de 2021, 7h46 Por Tábata Viapiana O magistrado embasou a decisão na Resolução Contran 619/16 e também disse ser inaplicável a penalidade enquanto os fatos não forem devidamente apurados...

Está se separando? Veja como realizar o divórcio rapidamente

Está se separando? Veja como realizar o divórcio rapidamente Por Redação -30 de abril de 20210 Todo casamento que chega ao fim precisa ser formalizado pelo divórcio, que rompe legalmente qualquer tipo de vínculo matrimonial e as demais questões referentes à união, partilha de bens, uso do nome...

Pode um herdeiro vender parte de uma herança que tem direito?

Pode um herdeiro vender parte de uma herança que tem direito? Por Gabriel Dau -8 de março de 20213 Pode um herdeiro vender parte de uma herança que tem direito antes mesmo de terminar processo que vai definir a partilha, ou seja, o inventário? Esta pergunta é até frequente de ser feita,...