Maior parte dos doadores de medula óssea no país é da Região Sudeste

Maior parte dos doadores de medula óssea no país é da Região Sudeste

14/04/2011 - 6h06
Carolina Pimentel
Repórter da Agência Brasil

Brasília – As mulheres e os cidadãos com menos de 45 anos de idade são os principais doadores voluntários de medula óssea no país. É o que mostra um levantamento feito pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) com base no cadastro dos 2 milhões de doadores voluntários. De acordo com o Inca, 88% dos doadores têm menos de 45 anos e as mulheres representam 56% das pessoas cadastradas.

O levantamento analisou também o número de doadores por região. O Sudeste lidera com 48% dos doadores . Em segundo lugar, fica a Região Sul com 25%, seguida pelo Nordeste com 14%. O Centro-Oeste e o Norte aparecem por último, com 8% e 5% dos doadores, respectivamente.

Apesar de o Sudeste estar em primeiro lugar, a tendência é diminuir a concentração de doadores na região. Há cinco anos, 57% dos doadores cadastrados estavam nos quatro estados do Sudeste - Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo -, segundo o instituto.

O Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), administrado pelo Inca, é o terceiro maior banco de doadores do mundo, ficando atrás somente dos Estados Unidos e da Alemanha.

O doador precisa ter de 18 a 55 anos de idade e boa saúde. Para se cadastrar, o interessado deve preencher um formulário e se submeter à coleta de uma amostra de sangue, que será testada. Se for constatada compatibilidade com algum paciente, é feita a doação, que consiste em um procedimento cirúrgico para a retirada da medula do interior de ossos da bacia, por meio de punções. A medula se recompõe 15 dias depois. Para se cadastrar como doador voluntário, o interessado deve procurar os hemocentros estaduais

Edição: Graça Adjuto
Agência Brasil

 

Notícias

J.Lo ou J.Aff? Por que adotar o sobrenome do marido?

J.Lo ou J.Aff? Por que adotar o sobrenome do marido? Lúcia Soares 3 ago 2022 - 10h59 (atualizado às 13h06) Parece inacreditável, mas até 2002, ainda vigorava no Brasil uma lei, que estabelecia que o marido poderia anular o casamento e devolver a mulher à família, caso descobrisse...

O que o podcast ‘A Casa Abandonada’ ensina sobre divisão de herança

O que o podcast ‘A Casa Abandonada’ ensina sobre divisão de herança Além de causar mal-estar às famílias, litígio desvaloriza bens e é prejudicial para rentabilidade A herança de uma pessoa é a soma de todo o patrimônio conquistado ao longo da vida, como investimentos, imóveis, empresas, bens e até...

Casamento, regime de bens e sucessão entre cônjuges

OPINIÃO Casamento, regime de bens e sucessão entre cônjuges 28 de julho de 2022, 21h27 Por Paulo Eduardo Razuk e Denise Zanutto Tonelli Oliveira "INVENTÁRIO. Decisão que declarou a ineficácia da escritura pública, determinando a aplicação da Súmula 377 do E. STF. AGRAVO DE INSTRUMENTO....

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca extinção de união estável

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca extinção de união estável Processo: REsp 1.852.807-PR, Rel. Min. Paulo de Tarso Sanseverino, Terceira Turma, por unanimidade, julgado em 10/05/2022, DJe 13/05/2022. Ramo do Direito: Direito Civil Tema: Extinção de união estável. Partilha de imóvel comum....