Auxiliar de cartório impede que usuário caia num golpe de R$ 20 mil reais

Origem da Imagem/Fonte: Arpen SP

CARTÓRIO DE SÃO MATEUS IMPEDE FRAUDE POR MEIO DO RECONHECIMENTO DE FIRMA

Publicado em: 10/10/2018

O auxiliar do cartório de Registro Civil de São Mateus, Guilherme Santos Silva, impediu que um usuário caísse num golpe de R$ 20 mil reais, numa falsa compra de um veículo inexistente que seria realizada na última segunda-feira (08).

Na ocasião, ele foi o primeiro quem identificou o documento falso que foi apresentado pelo golpista: uma CNH com a coloração muito diferente da padrão e sem os ícones de segurança. “Fiz todo o procedimento para recepcionar o pedido. Entretanto, quando tirei a CNH do plástico, já identifiquei o erro: as laterais da CNH são verde-musgo, mas a que recebi era cinza, e o colocar na luz negra, a parte traseira do documento estava totalmente irregular, não tendo sequer o símbolo de segurança”. Na sequência, o auxiliar avisou o escrevente Rafael Bernardo, que já acionou a delegacia. “Imediatamente já enviei uma mensagem ao investigador da delegacia em frente, que prontamente veio dar suporte”, detalhou.

A oficial de Registro Civil da serventia, Daniela Mroz, contou que estas tentativa de fraudes são frequentes. “Pelo menos duas vezes por mês detectamos fraudadores, mas esta foi a primeira com valores tão alto envolvidos”, disse.

Para evitar as fraudes, a oficial criou um script quando o fraudador é identificado. “Como temos a delegacia bem em frente, já criamos um vínculo com o investigador, que recebe um SMS nosso assim que algo de incomum é encontrado”, e complementa: “Nossa conduta, identificado o infrator, é abrir a firma como se nada tivesse acontecido, para que ele possa nos fornecer seus dados, apresentar o documento que ele quer reconhecer firma, e por fim o fotografarmos, para que a polícia tenha todos os dados e possa dar o flagrante”, descreveu.

Detido, o infrator foi acompanhado à delegacia junto com o escrevente Rafael Bernardo como testemunha, e posteriormente identificado o flagrante. “Este caso prova o quão importante são os cartórios para a sociedade, pois eles fornecem uma segurança jurídica e auxiliam na solução de fraudes, como neste caso”, disse.

Fonte: Arpen SP

Notícias

Uso de criptomoedas não significa lavagem de dinheiro

Uso de criptomoedas não significa lavagem de dinheiro 13 de fevereiro de 2019, 15h46 Por Rhasmye El Rafih Não obstante, as moedas virtuais são sofisticadas tecnologias desenvolvidas para favorecer transações financeiras descentralizadas e céleres, sem a necessidade de intermediação por banco ou...
Leia mais

Herdeiro condenado pela Justiça perde o direito à herança? - Exame

Herdeiro condenado pela Justiça perde o direito à herança? - Exame Publicado em: 14/02/2019 Um herdeiro que está preso, condenado pela Justiça, perde seus direitos? Veja a resposta no vídeo de finanças pessoais, com o advogado Samir Choaib, especialista em direito sucessório.   Assista o...
Leia mais

Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria 13 de fevereiro de 2019, 10h25 Por Fernanda Valente Os dados mostram que 95,9% dos juízes ativos de primeira instância são a favor da submissão a uma corregedoria. Confira a pesquisa em Consultor...
Leia mais

A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica

REFLEXÕES TRABALHISTAS A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica 8 de fevereiro de 2019, 8h00 Por Pedro Paulo Teixeira Manus A função institucional do Poder Judiciário é dizer o direito, proporcionando a segurança jurídica aos jurisdicionados. Prossiga em Consultor Jurídico
Leia mais

Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições

Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições Publicado em 07/02/2019 - 10:49 Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil  Brasília O Conselho Federal de Medicina (CFM) abriu prazo de 60 dias para receber contribuições relativas à Resolução nº 2.227/2018, que atualiza...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados