A inclusão digital

A inclusão digital

 (24.05.11)

Charge de Gerson Kauer

Já alcançado pela compulsória dos 70 anos, o formal e jubilado operador do Direito compareceu ao Departamento Médico para exames de rotina.

O médico-chefe - homem que tem um baú de experiências no trato com autoridades - desfiou os ´ene´ motivos que recomendavam o exame de toque retal.

- Essa inspeção localizada e o exame de sangue para medir o PSA possibilitam confiável diagnóstico a respeito do câncer de próstata, cada vez mais numeroso entre os homens de terceira idade...

Etc etc.

Mas o distinto e provecto cidadão recusou a oferta e exigiu que os exames fossem apenas os rotineiros. Mas, instigado pelo alerta médico, expôs o assunto em casa, em conversa com a esposa, os filhos e até com o neto de 22 de idade. E definitivamente terminou por ceder quando a nora apresentou um argumento irretorquível:

- Meu caro sogro, deixe de besteira. Todos sabem que o exame é rápido, indolor...e o médico é experiente e o senhor terá a garantia de que está plenamente saudável.

* * * * *

Na semana seguinte, o jubilado operador do Direito retornou ao Departamento Médico onde teve o atendimento preferencial de sempre.

- Reconsiderei e vou fazer o exame - disse.

A atendente avisou o diretor-médico que a seu turno convocou a enfermeira.

- Por favor, entre na salinha, tire todas as peças de roupa, inclusive a cueca e vista este camisolão - disse ela, mansamente, entregando uma peça verde pálido.

O médico chegou logo e pediu que o visitante se deitasse em jeito apropriado, que lhe foi detalhado. O paciente - já acomodado na posição determinada - tentou um último recurso.

- Doutor, só uma observação...

- Diga!

- O senhor, como excelente médico, professor e pesquisador deve estar ciente das últimas descobertas científicas na área.

- Penso que sim.

- Pois é, li alguma coisa sobre novos métodos para o exame de próstata, que estão sendo experimentados em Londres e pensei que, aqui distante no Brasil, eu seria uma útil cobaia.

O médico - já com uma ponta de impaciência - procurou abreviar a conversa e foi objetivo na resposta:

- Existe um método novo, desenvolvido por médicos pesquisadores e por engenheiros da computação.

E o paciente curioso:

- Como é o nome desse exame, doutor?

- Esse exame chama-se "inclusão digital".

E sem esperar qualquer comentário ou reação, o médico pediu licença e rapidamente cometeu a "inclusão digital" nas respeitáveis profundezas do desembargador.

 

Fonte: www.espacovital.com.br
 

 

Notícias

Investigação de paternidade em qualquer idade

Investigação de paternidade em qualquer idade 2018-08-09 ARTIGO | DR. LEONARDO MAURINA DIREITO DE FAMÍLIA Você! Você mesmo. Já parou para pensar se sua paternidade registral coincide com a biológica? É muito mais provável que tal ideia jamais lhe tenha ocorrido, não é mesmo? Na sua certidão de...
Leia mais

Não é responsabilidade da parte digitalizar documentos, afirma CNJ

OBSTÁCULO INDEVIDO Não é responsabilidade da parte digitalizar documentos, afirma CNJ 10 de agosto de 2018, 11h03 “A exigência da digitalização pelas partes desconsidera que a transferência a estas ocasiona um ônus que, a priori, estaria entre as atribuições do Poder Judiciário. Confira em...
Leia mais

Senado - CCJ aprova projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos

Senado - CCJ aprova projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (8) o projeto (PLC 56/2018) que estabelece a proibição do casamento de menores de 16 anos. O projeto seguiu com pedido de urgência para votação no...
Leia mais

Condomínio: como fazer a prova do excesso de barulho

Condomínio: como fazer a prova do excesso de barulho Publicado por ADIMPLENTE COBRANÇA CONDOMINIAL há 1 hora Quem mora em condomínio e nunca teve problemas com barulhos no meio da noite que solte um grito. Ninguém está livre de vizinhos barulhentos. A maioria das reclamações em condomínio...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados