Adicional para aposentados

16/02/2011 - 19h08

Casildo defende adicional para aposentados que continuarem em atividade

[senador Casildo Maldaner (PMDB-SC)]

O senador Casildo Maldaner (PMDB-SC) defendeu nesta quarta-feira (16) o pagamento de um adicional aos aposentados que, tendo continuado a trabalhar e a contribuir com a Previdência, finalmente cessarem suas atividades. "O corpo não ajuda mais, e aí ele para de trabalhar", disse o senador, lembrando que nesse caso só restará ao aposentado sobreviver com o baixo valor do benefício. A solução, para Casildo Maldaner, seria esse adicional, cujo valor seria uma média ponderada referente ao tempo de serviço nas atividades profissionais desenvolvidas após a aposentadoria.

O parlamentar explicou que trabalha na formulação da proposta, para apresentá-la na forma de um projeto de lei. Além disso, prometeu conversar sobre o assunto com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho. "Temos que encontrar uma fórmula", disse, informando receber sugestões nesse sentido em seu estado.

Ele observou que há milhares de trabalhadores que poderiam continuar em atividade, motivados também por esse valor a ser agregado à aposentadoria, ao fim de um novo período de contribuição à Previdência. Esse contingente de beneficiários da Previdência, observou, ainda dispõe de uma condição favorável de saúde, sendo capaz de exercer algum trabalho para reforçar o orçamento familiar.

- Há pessoas que ainda têm condições de exercer a função, de agregar alguma coisa para sustentar a si, à sua família, a seus dependentes, a seus afilhados ou alguém que está estudando e com quem quer colaborar, ou a seus netos. Ele terá condições de exercer a função, contribuir com mais um tempo de INSS e fazer uma média ponderada para agregar o valor que ele vinha ganhando - argumentou.

 

Agência Senado
 

 

Notícias

TJ-SP admite extinção de usufruto de imóvel arrematado em leilão

EFETIVIDADE DA EXECUÇÃO TJ-SP admite extinção de usufruto de imóvel arrematado em leilão 17 de outubro de 2018, 10h29 Por Tadeu Rover Segundo o processo, para fraudar a execução, o devedor simulou uma doação do imóvel aos filhos, reservando o usufruto vitalício a ele e à sua mulher. Leia em...
Leia mais

Homem deve indenizar ex-mulher por traição

Dano moral Homem deve indenizar ex-mulher por traição Juíza considerou que a infidelidade se deu com pessoa que era considerada da família e que trabalhava na empresa pertencente à autora. quinta-feira, 17 de janeiro de 2019 A juíza de Direito Clarissa Somesom Tauk, da 5ª vara da Família e...
Leia mais

Previdência para amantes: descalabro jurídico

Previdência para amantes: descalabro jurídico          Regina Beatriz Tavares da Silva* 17 Janeiro 2019 | 06h00 Em vários artigos anteriores (como aqui, aqui e aqui) já salientei a importância do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos Recursos...
Leia mais

Artigo – É meu, seu ou nosso? – Por Marcia Dessen

Artigo – É meu, seu ou nosso? – Por Marcia Dessen Evite conflitos e escolha, antes de casar, o regime da comunhão de bens Nem sempre um casal decide e planeja o casamento. Muitas vezes, acontece aos poucos, e, de repente, estão casados ou vivendo em união estável. Independentemente da forma ou da...
Leia mais

O divórcio do homem mais rico do mundo e o pacto antenupcial

O divórcio do homem mais rico do mundo e o pacto antenupcial          Lucas Marshall Santos Amaral 11 Janeiro 2019 | 04h00 Jeff Bezos e MacKenzie Bezos estão casados há 25 anos. Foi nesse período que ele se tornou o homem mais rico do mundo. Porém, a vida de...
Leia mais

Afeto como elemento basilar da relação familiar

Afeto como elemento basilar da relação familiar    10/01/19 ÀS 00:00 André Vieira Saraiva de Medeiros A família sofreu inúmeras modificações ao longo dos anos e – por consequência do processo evolutivo – a concepção de parentalidade foi extensivamente alterada, sob influência direta da...
Leia mais

A opção extrajudicial de recuperação de empresas

A opção extrajudicial de recuperação de empresas 7 de janeiro de 2019, 6h24 Por Murilo Aires Na recuperação extrajudicial não há intervenção do Ministério Público, nomeação de administrador judicial nem mesmo prazo mínimo de dois anos de supervisão judicial. Confira em Consultor Jurídico
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados