Adicional para aposentados

16/02/2011 - 19h08

Casildo defende adicional para aposentados que continuarem em atividade

[senador Casildo Maldaner (PMDB-SC)]

O senador Casildo Maldaner (PMDB-SC) defendeu nesta quarta-feira (16) o pagamento de um adicional aos aposentados que, tendo continuado a trabalhar e a contribuir com a Previdência, finalmente cessarem suas atividades. "O corpo não ajuda mais, e aí ele para de trabalhar", disse o senador, lembrando que nesse caso só restará ao aposentado sobreviver com o baixo valor do benefício. A solução, para Casildo Maldaner, seria esse adicional, cujo valor seria uma média ponderada referente ao tempo de serviço nas atividades profissionais desenvolvidas após a aposentadoria.

O parlamentar explicou que trabalha na formulação da proposta, para apresentá-la na forma de um projeto de lei. Além disso, prometeu conversar sobre o assunto com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho. "Temos que encontrar uma fórmula", disse, informando receber sugestões nesse sentido em seu estado.

Ele observou que há milhares de trabalhadores que poderiam continuar em atividade, motivados também por esse valor a ser agregado à aposentadoria, ao fim de um novo período de contribuição à Previdência. Esse contingente de beneficiários da Previdência, observou, ainda dispõe de uma condição favorável de saúde, sendo capaz de exercer algum trabalho para reforçar o orçamento familiar.

- Há pessoas que ainda têm condições de exercer a função, de agregar alguma coisa para sustentar a si, à sua família, a seus dependentes, a seus afilhados ou alguém que está estudando e com quem quer colaborar, ou a seus netos. Ele terá condições de exercer a função, contribuir com mais um tempo de INSS e fazer uma média ponderada para agregar o valor que ele vinha ganhando - argumentou.

 

Agência Senado
 

 

Notícias

Pensão por morte: Nova lei torna mais difícil obter o benefício

Pensão por morte: Nova lei torna mais difícil obter o benefício 12 de julho de 2019 Longe de algum dia ter sido fácil. A comprovação de união estável perante o INSS complica a cada mudança legislativa promovida pelo governo federal. Com a Lei 13.846 foram estabelecidas regras mais rigorosas na...
Leia mais

Inventários e partilhas: melhor fora do Judiciário

Inventários e partilhas: melhor fora do Judiciário        Luciana Gouvêa* 12 de julho de 2019 | 06h00 Quando morre uma pessoa e existem bens a serem passados para herdeiros (sucessão), legalmente isso só pode ser feito por intermédio de Inventário e de Partilha. O...
Leia mais

Não sou casado(a) no papel! Quais são os meus direitos?

11 de Julho de 2019 às 10:34  Não sou casado(a) no papel! Quais são os meus direitos?  Essa situação é chamada pelo direito de União Estável. É muito comum lermos e ouvirmos falar de questões que envolvem o casamento e as consequências do seu término, isto é, do divórcio. Mas certamente...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados