Alterações no Supersimples devem estimular exportações das micro e pequenas empresas

Alterações no Supersimples devem estimular exportações das micro e pequenas empresas

Das quase cinco milhões de empresas enquadradas no regime tributário, apenas 12 mil exportam

 

11/04/2011

Estimular a exportação por parte das micro e pequenas empresas é um dos principais objetivos proporcionados pelas mudanças no Supersimples, que estão sendo negociadas com o governo. Hoje, das quase cinco milhões de empresas enquadradas no regime tributário, apenas 12 mil exportam.

Pelas propostas colocadas na mesa, as empresas que faturarem com exportações valores superiores aos limites de faturamento permitidos pela legislação do Supersimples poderão, da mesma forma, usufruir dos benefícios fiscais desse regime – até um teto de R$ 7,2 milhões anuais.

De acordo com Glauco Pinheiro da Cruz, diretor do Grupo Candinho Assessoria Contábil, se as mudanças forem aceitas pelo governo, em nada muda a declaração das empresas optantes pelo Supersimples. “Porém, caso as alterações não sejam aceitas, as empresas que, com as exportações, ultrapassarem os limites de faturamento para efeito de enquadramento nesse regime tributário deverão ficar atentas para possíveis penalidades”, alerta Pinheiro da Cruz.

Supersimples

Nesse regime tributário, as empresas pagam uma alíquota única para todos os impostos, inclusive a contribuição previdenciária, que varia de 4% a 12%. As alterações que estão sendo negociadas podem beneficiar empresas com faturamento anual ancorado em exportações de até R$ 7,2 milhões, o dobro do teto de R$ 3,6 milhões que é fixado pelo projeto de lei 591, que tramita na Câmara dos Deputados e corrige as atuais faixas do Supersimples em 50%.

Caso prevaleça o percentual de 50%, as faixas de enquadramento passarão de R$ 36 mil para R$ 54 mil por ano (no caso do faturamento dos empreendedores individuais), de R$ 240 mil para R$ 360 mil (microempresa) e de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões (pequena empresa).

Extraído de Revista INCorporativa

 

 

Notícias

Bem de família é impenhorável se dado em garantia por sócio de empresa

EU VOU SOPRAR, SOPRAR... Bem de família é impenhorável se dado em garantia por sócio de empresa 28 de setembro de 2020, 18h44 Por Tábata Viapiana No entanto, o terceiro juiz, desembargador Alberto Gosson, divergiu do relator. Para ele, não está preenchido o requisito para afastamento da constrição...

Bens alienados fiduciariamente podem ser alvo de busca e apreensão

Bens alienados fiduciariamente podem ser alvo de busca e apreensão De acordo com a decisão, o decreto-lei que permite ao credor ou ao proprietário fiduciário requerer a medida foi recepcionado pela Constituição de 1988. 24/09/2020 17h16 - Atualizado há O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF)...

MP que simplifica assinatura eletrônica é sancionada com vetos

LEI 14.063/20 MP que simplifica assinatura eletrônica é sancionada com vetos 24 de setembro de 2020, 12h22 Por Tiago Angelo A normativa (Lei 14.063/20) prevê a criação de duas modalidades de assinatura: a simples e a avançada. Clique aqui para ler a lei Confira em Consultor Jurídico

Alteração do regime de bens do casamento

Alteração do regime de bens do casamento Marina Aidar de Barros Fagundes Aqui cabe apenas um parêntesis para destacar que casamento celebrado para maiores de 70 anos enseja a aplicação do regime da separação legal, ou separação obrigatória de bens. quarta-feira, 23 de setembro de 2020 Ao se...

Artigo – Estadão – Um cavalo de Troia na LGPD – Por Marcilio Braz Jr.

Artigo – Estadão – Um cavalo de Troia na LGPD – Por Marcilio Braz Jr. Podemos, enfim, comemorar. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que regulará o tratamento de dados pessoais, veio, enfim, ao mundo (18/9). Porém ao estabelecer como todos nós poderemos exercer nossos direitos, ela traz em sua...

STJ admite multa preventiva por excesso de peso nas estradas

INSTRUMENTO DE COERÇÃO STJ admite multa preventiva por excesso de peso nas estradas 22 de setembro de 2020, 7h26 Por Danilo Vital Na avaliação do ministro Benedito Gonçalves, no caso, as astreintes foram transformadas em uma forma indireta de agravar a multa administrativa. Confira em Consultor...

Aprovação de recuperação sem aval de credor não vale para todos os casos

VOTO 'CAFÉ COM LEITE' Aprovação de recuperação sem aval de credor não vale para todos os casos 20 de setembro de 2020, 7h18 No caso julgado, o TJ-SP entendeu que o voto pode ser desconsiderado quando este for o único integrante de uma das classes de créditos do processo. Confira em Consultor...