As mulheres estão fugindo do campo

Extraído de Recivil


As mulheres estão fugindo do campo

 

 

As moças que nascem na zona rural estão, cada vez mais, saindo dela atrás de estudo e trabalho na cidade.

Há 17 anos, a capela São José, que fica na localidade de Linha Narciso, no interior de Bom Jesus, na região Oeste do Estado, não realiza um casamento. A construção de madeira chega a estar desbotada, com alguns vidros quebrados e com capim crescendo em volta. O local é usado apenas uma vez por semana, para a missa. A situação do pequeno templo reflete uma situação cada vez mais comum: a falta de casamentos no interior. Bom Jesus é uma das 15 cidades que não teve nenhuma união no registro civil durante o ano de 2009, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

E não há perspectiva de que a capela São José será utilizada em breve. Das únicas cinco moças solteiras que moram na Linha Narciso, apenas uma pretende casar nos próximos cinco anos.

"Agora ainda não, mas daqui a um tempo, quero casar", diz Vanessa Dariz, 17 anos.

Adelita Malinski, 19 anos, tem namorado, mas não pretende casar antes dos 25 anos: "Até dá tempo de construir uma igreja nova", brinca. A comunidade pode ficar sem nenhuma delas em poucos anos.

"Eu não vejo nenhum futuro aqui", afirma Francieli Bogoni, 15 anos, que quer sair da comunidade para cursar Medicina.

Andressa Bieleski, 16 anos, em breve vai deixar Linha Narciso para morar com a irmã em Bom Jesus, onde vai buscar emprego. Aline Malinski, 17 anos, quer estudar. Sua irmã, continua na casa dos pais, mas trabalha na cidade de Bom Jesus e vai começar o curso de Letras em Xanxerê. O grupo de jovens da comunidade, que tinha cerca de 20 pessoas, já não existe mais. A maioria deixou a cidade.

A situação da Linha Narciso é o retrato dos dados do Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos 10 anos, houve redução de 137.943 pessoas no campo, baixando de 21,25% para apenas 16% da população catarinense. Enquanto o país e o Estado crescem, o campo encolhe. O êxodo rural das mulheres é ainda mais intenso, como revela o documentário Celibato no Campo, lançado no final do ano passado pelos jornalistas Cassemiro Vitorino e Ilka Goldschmidt. Eles se basearam em um estudo do pesquisador da Epagri Milton Silvestro. De acordo com a pesquisa, em 18 municípios do Oeste catarinense, o número de rapazes entre 15 e 19 anos era 16,7% superior ao de meninas em 2000. De acordo com o pesquisador, está ocorrendo uma masculinização e um envelhecimento no campo.


Fonte: Diário Catarinense
Publicado em 10/01/2011

 

Notícias

Conheça as diferenças entre Protesto e Notificação Extrajudicial

Conheça as diferenças entre Protesto e Notificação Extrajudicial 18 set 2018, 20:14 Ambos podem ser utilizado na cobrança de dívidas, mas possuem características diferentes. Saiba como realizar e onde registrar cada um A Notificação Extrajudicial e o serviço de Protesto causam muitas dúvidas nos...
Leia mais

Mas o que vem a ser a usucapião extrajudicial?

Usucapião Extrajudicial (*) Jonas Machado Por Redação - 14 de setembro de 2018 A Lei 13.015, de 16 de março de 2015, implementou várias mudanças no Código de Processo Civil (NCPC), assim como a publicação da Lei 13.465/17, que alterou vários artigos do Código Civil no rol dos Direitos de...
Leia mais

Reconhecimento da paternidade vai além de um nome nos documentos

Reconhecimento da paternidade vai além de um nome nos documentos Published 1 dia atrás em 16/09/2018 Por Susana Küster Documentos sem o nome do pai representam mais do que a falta legal de reconhecimento paterno. Entre outros fatores, o nome traz cidadania e pode, em alguns casos, criar um vínculo...
Leia mais

Senado vai votar projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos

Senado vai votar projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos    12/09/2018, 14h29 Atualmente, jovens entre 16 e 18 anos podem se casar, desde que haja o consentimento dos pais ou responsáveis. No entanto, o Código Civil admite, excepcionalmente, a união de quem ainda não...
Leia mais

Não há ganho de capital tributável em operações de permuta de imóveis

JUSTIÇA TRIBUTÁRIA Não há ganho de capital tributável em operações de permuta de imóveis 10 de setembro de 2018, 8h00 Por Raul Haidar “Na permuta, com recebimento de torna em dinheiro, será considerado o valor de alienação somente o da torna recebida ou a receber.” Quando ambos os imóveis tiverem...
Leia mais

TRF1 - Bens Públicos não podem ser adquiridos por meio de usucapião

TRF1 - Bens Públicos não podem ser adquiridos por meio de usucapião A 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por unanimidade, negou  provimento ao recurso dos autores que objetivava a declaração da prescrição aquisitiva do imóvel em que residem, alegando que preenchem os...
Leia mais

Estado deve cumprir sua função antes de punir infratores no trânsito

MP NO DEBATE Estado deve cumprir sua função antes de punir infratores no trânsito 3 de setembro de 2018, 11h47 Por Airton Florentino de Barros Assim, antes de punir infratores no trânsito, é dever do Estado — até para cumprir sua função educativa (artigos 5º, 6º, I e 74) ­— promover a necessária...
Leia mais

Casais homoafetivos e a reprodução assistida

Quinta-feira, 30 de agosto de 2018 Casais homoafetivos e a reprodução assistida “Qualquer maneira de amor vale a pena e ninguém, nessa vida, deve ser diminuído em razão dos seus afetos. A vida boa é feita dos nossos afetos, dos prazeres e da busca pela felicidade”. Luiz Roberto Barroso “Os meus, os...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados