Inflação para famílias de baixa renda diminui e fecha maio em 0,56%

Inflação para famílias de baixa renda diminui e fecha maio em 0,56%

07/06/2011 - 8h34
Economia
Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - A inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1), perdeu força em maio e diminuiu de 0,84%, registrado em abril, para 0,56%. Com o resultado, o indicador acumula alta de 3,97% até maio e de 6,09% nos últimos 12 meses.

Os dados foram divulgados hoje (7) pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e revelam também que a inflação para essa parcela da população foi mais intensa do que a registrada para as famílias em geral, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Brasil (IPC-BR), que ficou em 0,51% em maio.

Para as famílias com renda inferior, os preços subiram com menos força ou caíram em cinco das sete classes de despesas pesquisadas: despesas diversas (de 1,48% para 0,24%), alimentação (de 1,20% para 0,08%), saúde e cuidados pessoais (de 1,44% para 0,56%), educação, leitura e recreação (de 0,66% para -0,07%) e vestuário (de 1,17% para 0,72%).

De acordo com o levantamento da FGV, pesaram menos no bolso do consumidor de um mês para outro o cigarro (de 2,31% para 0,25%), as hortaliças e legumes (de 5,18% para 2,44%), os medicamentos em geral (de 2,57% para 1,01%), o material escolar e livros em geral (1,25% para 0,21%) e os calçados (1,78% para 0,07%).

Já os gastos com transportes (de 0,11% para 1,02%) e habitação (de 0,31% para 1,15%) foram maiores em maio. Ficaram mais caras a tarifa de ônibus urbano e a taxa de água e esgoto residencial. Esses itens haviam apresentado estabilidade no levantamento anterior e nesta apuração registraram variação de 1,11% e 3,18%, respectivamente.

Edição: Juliana Andrade
Agência Brasil

 

Notícias

Justiça de Uberaba divide pensão em benefício de viúva

Justiça de Uberaba divide pensão em benefício de viúva Valor estava sendo destinado unicamente à filha do falecido 13/01/2021 13h57 - Atualizado em 13/01/2021 15h24 O juiz Lúcio Eduardo de Brito, da 1ª Vara Cível da Comarca de Uberaba, condenou o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de...

Clipping – IstoÉ – A ordem é recuperar empresas?

Clipping – IstoÉ – A ordem é recuperar empresas? Nova Lei de Falências foi pensada para tornar o processo de recuperação judicial mais seguro e eficiente. Para especialistas, os seis vetos de Bolsonaro tornaram as mudanças tímidas Entra em vigor no próximo dia 24 uma lei que prevê tornar o processo...

Memorial Descritivo: o que é e para que serve?

Memorial Descritivo: o que é e para que serve? Ademi-PR explica quais as informações presentes no documento e a sua importância para a segurança jurídica do comprador do imóvel. por Ademi PR[07/01/2021] [18:23] O lançamento de um empreendimento imobiliário envolve diversos documentos e aprovações....

Em 2021, Câmara dos Deputados deve votar proposta de lei sobre teletrabalho

OPINIÃO Em 2021, Câmara dos Deputados deve votar proposta de lei sobre teletrabalho 7 de janeiro de 2021, 12h05 Por Valéria Wessel S. Rangel de Paula Quanto à jornada de trabalho, o projeto dispõe que os empregados em teletrabalho total ou híbrido não terão direito a horas extras, desde que não...

As inovações na recuperação e na falência por força da Lei 14.112/2020

As inovações na recuperação e na falência por força da Lei 14.112/2020 6 de janeiro de 2021, 7h12 Por Gleydson K. L. Oliveira Poderá agir como credora qualquer pessoa, inclusive os credores sujeitos ou não aos efeitos da recuperação, familiares, sócio e outra sociedade integrante do grupo econômico...