Pai tenta registrar filha com nome incomum

Pai que quer registrar filha com nome incomum já tentou em três cartórios de Curitiba; até agora nada

A tentativa de Alexandre Salomé em registrar o nome da terceira filha dele, nascida na terça-feira da semana passada, ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (13). Oito dias depois, Hyzaboh já está em casa com a família, mas segue sem registro. Segundo Alexandre, dois outros cartórios, um de Curitiba e outro de Pinhais, região metropolitana da capital, não quiseram realizar o registro, com isso, já são três tabelionatos que não aceitaram o nome Hyzaboh.

"Fui a um cartório em Pinhais perto de casa hoje de manhã e não quiseram registrar. Anotaram num papel o nome dela para levar ao promotor para analisar, mas com certeza é capaz de que ele não vai querer. Eles não querem registrar com este nome, mas eu vou bater o pé até o final, não vou arredar", detalhou Alexandre à Banda B.

Alem do cartório de Pinhais, o pai de Hyzaboh esteve presente em um tabelionato de Curitiba, aonde havia registrado as outras duas filhas, que também tem nomes incomuns: Ayniha e Raihana "Fui lá neste cartório, mas também rejeitaram, alegando que tem um mapeamento feito para o registro e, com isso, não posso fazê-lo em cartórios de Curitiba, apenas em Pinhais, onde moro atualmente", explicou.

Agora, Alexandre espera a resposta do promotor e afirma que, caso necessário, vai entrar na justiça para conseguir registrar sua menina como Hyzaboh.

Relembre o caso

Na terça-feira da semana passada nascia, no Hospital Evangélico, em Curitiba, a terceira filha de Alexandre Salomé. Dois dias depois do nascimento o bebê ainda não havia sido registrado, já que o cartório localizado no hospital não aceitou fazer o registro, uma vez que o nome escolhido pela família, Hyzaboh, foi considerado incomum.

"Não consegui registrar o nome, cheguei ao cartório e falaram que não existia registro no computador. Daí a moça pediu para eu entrar em contato com outro tabelionato e passaram o telefone de dois outros cartórios, só que ainda não fui, mas sinceramente não entendi, qual o problema do nome? Não é constrangedor nem nada", disse na época Alexandre à Banda B.

No Brasil, existe uma lei permitindo que os cartórios não aceitem os registros de nomes considerados exóticos ou constrangedores.

Ainda de acordo com Alexandre, o nome Hyzaboh faz referências a um personagem do filme "O Feitiço de Átila". A personagem é uma mulher que tem a capacidade de se transformar em ave. Um detalhe é que a grafia correta da personagem é Isaboh, no entanto, Alexandre não abre mão e quer registrar a filha como Hyzaboh, com esta grafia.


 

Fonte: O Estado do Paraná - Online
Publicado em 14/07/2011

Extraído de Recivil

 

Notícias

A produção antecipada de provas como meio de resolução de conflitos

A produção antecipada de provas como meio de resolução de conflitos 29 de setembro de 2020, 7h10 Com a entrada em vigor da Lei nº 13.467/2017, a simplificação da resolução conflitos encontrou guarida nos artigos 855-B e seguintes da CLT, que preveem a possiblidade de conciliação extrajudicial. Leia...

Fraude à execução e o dever de cautela nas aquisições imobiliárias

Fraude à execução e o dever de cautela nas aquisições imobiliárias Debora Cristina de Castro da Rocha e Camila Bertapelli Pinheiro Com o advento da lei 13.097/15, muito fora invocado no sentido de que o referido diploma legal teria vindo animado pela perspectiva de facilitação do...

Bem de família é impenhorável se dado em garantia por sócio de empresa

EU VOU SOPRAR, SOPRAR... Bem de família é impenhorável se dado em garantia por sócio de empresa 28 de setembro de 2020, 18h44 Por Tábata Viapiana No entanto, o terceiro juiz, desembargador Alberto Gosson, divergiu do relator. Para ele, não está preenchido o requisito para afastamento da constrição...

Bens alienados fiduciariamente podem ser alvo de busca e apreensão

Bens alienados fiduciariamente podem ser alvo de busca e apreensão De acordo com a decisão, o decreto-lei que permite ao credor ou ao proprietário fiduciário requerer a medida foi recepcionado pela Constituição de 1988. 24/09/2020 17h16 - Atualizado há O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF)...

MP que simplifica assinatura eletrônica é sancionada com vetos

LEI 14.063/20 MP que simplifica assinatura eletrônica é sancionada com vetos 24 de setembro de 2020, 12h22 Por Tiago Angelo A normativa (Lei 14.063/20) prevê a criação de duas modalidades de assinatura: a simples e a avançada. Clique aqui para ler a lei Confira em Consultor Jurídico

Alteração do regime de bens do casamento

Alteração do regime de bens do casamento Marina Aidar de Barros Fagundes Aqui cabe apenas um parêntesis para destacar que casamento celebrado para maiores de 70 anos enseja a aplicação do regime da separação legal, ou separação obrigatória de bens. quarta-feira, 23 de setembro de 2020 Ao se...

Artigo – Estadão – Um cavalo de Troia na LGPD – Por Marcilio Braz Jr.

Artigo – Estadão – Um cavalo de Troia na LGPD – Por Marcilio Braz Jr. Podemos, enfim, comemorar. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que regulará o tratamento de dados pessoais, veio, enfim, ao mundo (18/9). Porém ao estabelecer como todos nós poderemos exercer nossos direitos, ela traz em sua...

STJ admite multa preventiva por excesso de peso nas estradas

INSTRUMENTO DE COERÇÃO STJ admite multa preventiva por excesso de peso nas estradas 22 de setembro de 2020, 7h26 Por Danilo Vital Na avaliação do ministro Benedito Gonçalves, no caso, as astreintes foram transformadas em uma forma indireta de agravar a multa administrativa. Confira em Consultor...