Participação popular

 

12/11/2010 14:40
 

Câmara lança projeto de participação popular em audiências das comissões

 

Novo serviço, promovido pela Agência Câmara de Notícias, permite ao cidadão participar das audiências públicas com perguntas aos convidados.

A Câmara inaugura na próxima semana o projeto piloto de um novo mecanismo de participação popular, por intermédio de e-mail, em audiências públicas promovidas pelas comissões. Qualquer cidadão poderá enviar perguntas para o e-mail pergunte@camara.gov.br, direcionadas aos convidados de audiências públicas pré-definidas. Duas comissões já aderiram ao projeto preliminar, idealizado e conduzido pela Agência Câmara de Notícias: a Comissão de Direitos Humanos e Minorias e a Comissão de Educação e Cultura.

As audiências selecionadas serão transmitidas ao vivo pela Agência Câmara (www.agencia.camara.gov.br) e terão cobertura jornalística em tempo real.

A partir de terça-feira (16), as perguntas já poderão ser enviadas aos convidados do seminário "Emergências Socioambientais e Direitos Humanos: Novos Paradigmas da Prevenção de Desastres", que será promovido pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias na próxima quinta (18). Os e-mails deverão ser enviados com o campo assunto CDH. Veja aqui quem são os convidados a participar do seminário.

As perguntas serão encaminhadas aos deputados que integram a comissão, para que eles possam redirecioná-las aos convidados no momento do debate. Isso porque, de acordo com o Regimento Interno da Câmara, apenas os deputados têm direito ao uso da palavra em audiências públicas. Desse modo, caberá aos parlamentares selecionar as perguntas que serão feitas aos participantes do debate.

Enem
Também a partir de terça, poderão ser enviadas perguntas ao ministro da Educação, Fernando Haddad, que participará de audiência pública na Comissão de Educação e Cultura, na quarta-feira (17), às 10 horas, sobre as falhas ocorridas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os e-mails para Haddad deverão ser enviados com o campo assunto CEC.

Interação
O diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, salientou que a Câmara tem encontrado, ao longo dos últimos anos, muitas formas de estreitar o contato com a sociedade. “É muito importante que as pessoas que estão longe do Congresso possam contribui com o que ocorre aqui dentro. Pedimos aos internautas que exercitem sua cidadania e contribuam com seus conhecimentos específicos, enviando suas perguntas”, disse.

O secretário-geral da Câmara, Mozart Vianna, também salientou que a iniciativa da Agência Câmara é importante para aproximar a sociedade do Parlamento: "Essa é mais uma iniciativa muito boa de interação entre o cidadão e a Casa. É a Câmara, mais uma vez, chegando mais próxima do cidadão e abrindo espaço para que ele também possa participar dos trabalhos, esteja onde estiver", afirmou.

A Agência Câmara de Notícias já oferece uma série de outros serviços com o objetivo de aproximar a sociedade do trabalho legislativo: as notícias são abertas a comentários; apresentam link para o envio de e-mail direto (sem moderação) aos deputados relacionados ao tema; há os bate-papos entre internautas e relatores de projetos polêmicos; e, ainda, enquetes sobre os projetos em tramitação.www.facebook.com/

 

Da Redação/PR - Agência Câmara

Notícias

TST manda sequestrar precatório em favor de idoso com câncer

Extraído de JusBrasil TST manda sequestrar precatório em favor de idoso com câncer Extraído de: Associação dos Advogados de São Paulo - 17 horas atrás Um ex-empregado do estado do Rio Grande do Sul, com 82 anos de idade, portador de câncer de próstata, sem condições financeiras para custear seu...

STJ terá sete novos ministros até o meio do ano

Extraído de JusClip STJ terá sete novos ministros até o meio do ano 14/03/2011 A presidente Dilma Rousseff deve indicar esta semana três novos ministros para o Superior Tribunal de Justiça. Dilma recebeu há um mês, do STJ, três listas tríplices com nomes de advogados que ocuparão o cargo de...

Descoberta de traição após núpcias não enseja anulação do casamento

Extraído de Arpen SP TJ-SC - Descoberta de traição após núpcias não enseja anulação do casamento A 3ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça manteve sentença da comarca de Itajaí, que julgou improcedente o pedido de anulação de casamento ajuizado por uma mulher que descobriu ter sido traída...

Repercussão geral

  STF julgará indulto e suspensão de direitos políticos Os ministros do Supremo Tribunal Federal entenderam que existe repercussão geral na discussão sobre a constitucionalidade ou não da extensão do indulto a medida de segurança decretada em relação a acusado considerado perigoso e submetido...

Distribuidora não pode vender a posto de concorrente

Extraído de domtotal 10/03/2011 | domtotal.com Distribuidora não pode vender a posto de concorrente Postos que firmam contrato de exclusividade com uma distribuidora de combustíveis estão obrigados a adquirir e revender os produtos apenas da empresa contratante. A decisão é da 15º Vara Federal do...

Lei mineira que impede desconto em folha inferior a 10 reais é contestada no STF

Quinta-feira, 10 de março de 2011 Lei mineira que impede desconto em folha inferior a 10 reais é contestada no STF A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4571) com pedido de liminar, no Supremo Tribunal Federal (STF), na qual contesta...

STJ garante à companheira partilha dos bens adquiridos durante união de 18 anos

09/03/2011 - 16h06 DECISÃO STJ garante à companheira partilha dos bens adquiridos durante união de 18 anos A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que reconheceu a união estável, pelo período de 18 anos, de um casal cujo homem faleceu, bem como a partilha dos bens...