Revólver com numeração raspada equivale a posse de arma restrita

15/08/2011 - 18h21
MÍDIAS

STJ Cidadão: ter em casa revólver com numeração raspada equivale a posse de arma restrita

No Brasil, 70% dos homicídios são causados por armas de fogo. A maior parte por revólveres comercializados ilegalmente. É o que mostra o Mapa da Violência publicado pelo Ministério da Justiça. De acordo com o estudo, nos estados com maior registro de armas legais, o índice de homicídio como causa de morte de jovens é sempre inferior à média nacional, de 39,7%. Já em Pernambuco, estado menos armado do Brasil pelos números oficiais, os assassinatos são responsáveis por 57,7% das mortes registradas entre essa parcela da população.

A estimativa é que haja em torno de 7,5 milhões de armas comercializadas no mercado negro, muitas delas com a numeração suprimida ou rasurada. O Estatuto do Desarmamento equipara as armas com números de série raspados às de uso restrito. E esse é o entendimento aplicado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a inúmeros pedidos de habeas corpus. Quem responde a processo por posse de armamento restrito deve aguardar o julgamento na prisão. É o que você vai ver no programa semanal de TV do Tribunal, o STJ Cidadão.

A edição mostra também que a publicidade enganosa ou abusiva pode sair cara para o anunciante. Os serviços ou produtos devem corresponder ao que foi prometido pela publicidade. E o descumprimento dessa premissa pode levar o dono do negócio a sofrer prejuízos. Foi o que aconteceu com uma construtora que ergueu a área de lazer de um empreendimento imobiliário em local diferente do anunciado. A empresa foi condenada pelo STJ a reconstruir a piscina e o parque infantil do condomínio.

E ainda: histórias de amor e responsabilidade entre avós e netos. Quando os pais não conseguem pagar a pensão alimentícia, cabe aos avós arcar com os alimentos. Ou complementar o valor da pensão quando ele é considerado insuficiente. Mas e em caso de falecimento do pai? Será que os avós continuam obrigados a contribuir com as despesas dos netos? Confira no STJ Cidadão!

Superior Tribunal de Justiça (STJ)
 

 

Notícias

Direito de propriedade não é absoluto quando coloca outros em risco

CONDÔMINO ANTISSOCIAL Direito de propriedade não é absoluto quando coloca outros em risco 17 de novembro de 2019, 10h20 Por Tiago Angelo A sentença afirma que o réu tinha como costume permitir o ingresso de “pessoas estranhas” nas dependências da condomínio e que elas permaneciam no local com ou...
Leia mais

Adoção: Aplicativo A.DOT

Adoção: Aplicativo A.DOT Nova ferramenta para a busca por pretendentes à adoção Publicado em 12 de Novembro - 2019 O aplicativo de celular A.DOT, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Paraná para realizar busca por pretendentes habilitados para adoção de crianças e adolescentes, também será...
Leia mais

Cejusc faz divórcio em dois dias de vítima de violência doméstica

Cejusc usa alteração recente na Lei Maria da Penha e faz divórcio em dois dias de vítima de violência doméstica 9 de novembro de 2019 - 07:47 O Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) de Paraúna realizou, nesta semana, uma sessão de mediação em ação de divórcio, utilizando para isso...
Leia mais

Área de Preservação Permanente pode ser alvo de ação de usucapião

LIMITAÇÃO ADMINISTRATIVA Área de Preservação Permanente pode ser alvo de ação de usucapião 9 de novembro de 2019, 7h20 Por Tábata Viapiana A sentença julgou extinto o processo, sem resolução de mérito, por falta de interesse de agir, com base no artigo 485, inciso VI do CPC/2015. Confira em...
Leia mais

Comissão aprova relatório de MP que aumenta o valor do saque do FGTS

Comissão aprova relatório de MP que aumenta o valor do saque do FGTS 07/11/2019, 11h50 A comissão mista que analisa a Medida Provisória do FGTS (MPV 889/2019) aprovou na terça-feira (5) o relatório do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB). O texto eleva o valor do saque de R$ 500 para R$ 998....
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados