Texto muda dispositivos da lei sobre os planos de saúde privados

05/07/2011 21:32

Texto muda dispositivos da lei sobre os planos de saúde privados

 

O Plenário também aprovou nesta terça-feira mudanças sugeridas pelo relator da Medida Provisória 528/11, deputado Maurício Trindade (PR-BA), na lei sobre os planos de saúde privados para determinar que o ressarcimento por uso dos serviços de hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) seja feito exclusivamente ao sistema e não mais às entidades que prestaram o serviço para o usuário que tenha plano privado.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) deverá depositar os valores no Fundo Nacional de Saúde (FNS), inclusive os que já recebeu até o momento. Esses recursos não poderão ser contabilizados pela União como parte do montante mínimo que deve ser aplicado anualmente no setor de Saúde.

Para facilitar a votação do projeto de lei de conversão para a MP, o relator aceitou retirar do texto o reajuste de 92% da Taxa de Saúde Suplementar, devida pelas operadoras de planos e seguros de saúde com base no número médio de usuários de seus planos.

Desde 2000, o valor de R$ 2 por usuário não sofre correção, e o relator propunha R$ 3,85. Igual percentual seria aplicado aos atos dessas empresas que precisam de fiscalização ou registro da ANS.

Controle de bebidas
Outra mudança feita pelo relator na MP permite à Receita Federal cobrar dos produtores de bebidas como vinhos, sidras, álcool e destiladas a instalação de aparelhos controladores da produção.

Essa exigência pode ser feita atualmente dos produtores de refrigerantes, água mineral ou gaseificada e cerveja.

Advocacia-Geral da União
O texto aprovado também prorroga, até 31 de dezembro de 2012, o recebimento da Gratificação de Representação de Gabinete ou da Gratificação Temporária pelos servidores administrativos da Advocacia-Geral da União (AGU).

Isso resolve um problema causado pelo fim da vigência da Medida Provisória 521/10, em 1º de junho deste ano, pois a prorrogação constava nessa MP.

O pagamento retroativo, de 2 de junho até a vigência da futura lei, poderá ser feito para aqueles que continuaram em condições de receber essas gratificações.

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Marcos Rossi
 Agência Câmara de Notícias

 

 

Notícias

Sem definição sobre dupla maternidade, juíza concede guarda compartilhada

Sem definição sobre dupla maternidade, juíza concede guarda compartilhada Publicado em 26 de outubro de 2021 Neste mês de outubro, a 5ª Vara de Família e Sucessões de Guarulhos (SP) concedeu, em liminar, a guarda compartilhada de uma criança a um casal de mulheres, enquanto a ação de reconhecimento...

Herdeiros são responsáveis por dívidas deixadas por parentes? Entenda

Herdeiros são responsáveis por dívidas deixadas por parentes? Entenda Publicado em 22 de outubro de 2021 O processo de inventário é importante para quitar possíveis débitos deixados pelo falecido O patrimônio deixado por um familiar quando ele parte é deixado para os herdeiros, sejam eles filhos,...

Mulher terá reintegração de imóvel que companheira de seu ex ocupou

Mulher terá reintegração de imóvel que companheira de seu ex ocupou Segundo a ex-esposa, o ex-cônjuge possui uma filha com outra mulher, que ocupava irregularmente imóvel de acervo patrimonial. quinta-feira, 8 de julho de 2021 Ex-esposa conseguiu a reintegração de posse de imóvel que a...

TJ-SP determina conciliação com base na lei do superendividamento

ALTERAÇÃO NO CDC TJ-SP determina conciliação com base na lei do superendividamento 21 de outubro de 2021, 20h09 De acordo com o advogado especialista em Direito do Consumidor Vinicius Zwarg, "existe tratamento análogo em muitos outros países, pois o acesso ao crédito, o consumismo, a sociedade de...

Ex-marido não é INSS, diz juiz ao negar pedido de pensão a mulher

PORTADORA DE LÚPUS Ex-marido não é INSS, diz juiz ao negar pedido de pensão a mulher 17 de outubro de 2021, 8h48 Por José Higídio A autora é portadora de lúpus, uma doença autoimune, crônica e irreversível que causa inflamações em diversas partes do corpo. Prossiga em Consultor Jurídico  

Moradora pode instalar redes de proteção em apartamento, decide TJ-DF

LITÍGIO EM TELA Moradora pode instalar redes de proteção em apartamento, decide TJ-DF 12 de outubro de 2021, 14h17 O condomínio afirmou que não proíbe a colocação de telas de proteção, desde que isso seja feito na parte interna do imóvel, próximo à janela, única forma de evitar a alteração estética...

Projeto que altera ICMS sobre combustíveis chega ao Senado

Projeto que altera ICMS sobre combustíveis chega ao Senado 18/10/2021, 11h25 O Projeto de Lei Complementar (PLP) 11/2020, da Câmara, fixa uma alíquota do ICMS sobre combustíveis, com o objetivo de diminuir os preços finais dos produtos. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que será...