Voto proporcional para deputado federal precisa ter fim

 

02/02/2011 - 19h56

Sarney defende realização urgente de reforma política e eleitoral

Em seu discurso na abertura dos trabalhos da 54ª Legislatura, o presidente do Senado, José Sarney, ressaltou a urgência de uma reforma política e eleitoral. Para ele, o voto proporcional para deputado federal precisa ter fim, por colaborar com a desintegração dos partidos políticos.

Em discurso na abertura da 54ª Legislatura do Congresso Nacional, nesta quarta-feira (2), o presidente do Senado Federal, José Sarney, defendeu a realização urgente de reformas, em especial a política. Ele destacou a importância de se promover mudanças no sistema eleitoral, para buscar fórmulas de legitimação permanente da representatividade.

- Não podemos protelar a reforma do sistema eleitoral, com o fim do voto proporcional, que é responsável pela desintegração dos partidos, que impede a formação de homens públicos, programas e ideias - disse.

Para o senador, as reformas política e eleitoral são urgentes, entre outras razões, para evitar a judicialização da política, provocada pela confusão e ineficiência do sistema brasileiro. Em sua opinião, a repetição dos recursos aos tribunais, não é bom para a Justiça nem para a democracia. Ele mencionou ainda a necessidade de modificar o rito das medidas provisórias, que permitem que o Executivo legisle sobre temas que não lhe cabem.

- Enfrentemos as reformas, política, eleitoral e tributária. Vamos concluir a reforma judiciária e tomar as medidas que ajudem a erradicar a pobreza e a miséria - prometeu.

Ao mencionar sua reeleição para a presidência do Senado, José Sarney citou a responsabilidade de levar o Legislativo a buscar formas permanentes de legitimação política ante as novas tecnologias de informação e a opinião pública em tempo real.

- Vivemos não num mundo em transformação, mas transformado. Ou nos integramos a ele ou seremos destruídos - salientou.

O presidente do Senado discorreu sobre a história do Parlamento brasileiro e salientou que o Congresso precisa trabalhar com plena independência, mas com harmonia junto aos demais Poderes. Segundo ele, é necessário aos congressistas serem intransigentes e inarredáveis na defesa das prerrogativas e da autonomia do Parlamento, expressão da soberania do povo e do sistema democrático como casas de renovação, transparência, ética, visão do bem-estar e da justiça social.

Dirigindo-se à presidente da República, Dilma Rousseff, que antes havia lido sua mensagem ao Congresso, Sarney destacou que seu comparecimento demonstra consideração e desejo de prestigiar o Parlamento. Ele destacou a experiência política e administrativa da Presidente, bem como sua dedicação à causa pública.

Finalmente, Sarney desejou sorte a todos os parlamentares e saudou o exercício da Presidência da República, pela primeira vez, por uma mulher.

- O Congresso Nacional prestará sua colaboração, preservada a sua independência, mas na harmonia dos Poderes, para as medidas legislativas necessárias ao trabalho do Poder Executivo e à busca constante da justiça e do bem-estar social - destacou.

Elina Rodrigues Pozzebom / Agência Senado
 

Notícias

Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável

MP NO DEBATE Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável 17 de junho de 2019, 8h00 Por Maria Fátima Vaquero Ramalho Leyser Antes da promulgação da Constituição Federal de 1988, a convivência entre homem e mulher, como se fossem casados, isto é, a união estável entre pessoas de sexo...
Leia mais

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará Publicado em 12/06/2019 - 20:49 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil  Brasília Foi publicada hoje no Diário Oficial da União uma lista com 287 atividades econômicas que não precisarão de autorizações prévias para...
Leia mais

Artigo - Cadê meus bens? – Por Ivone Zeger

12/06/2019 Artigo - Cadê meus bens? – Por Ivone Zeger A comunhão é parcial, mas há quem insista em pedir a herança do que não lhe pertence. Quando ela iniciou o relacionamento, ele já tinha uma empresa. Permaneceram em união estável por cinco anos, até o falecimento dele. Nesse período, a empresa...
Leia mais

Site que intermediou venda não é responsável por produto com defeito

RELAÇÃO DE CONSUMO Site que intermediou venda não é responsável por produto com defeito 11 de junho de 2019, 7h25 Por Gabriela Coelho "O site presta serviços de veiculação e intermediação de produtos e serviços na internet, integrando a cadeia de fornecimento de produtos e serviços, restando...
Leia mais

Casamento infantil atinge 115 milhões de meninos no mundo

Casamento infantil atinge 115 milhões de meninos no mundo por Celio Martins[09/06/2019] [20:45] Quando se trata de casamento infantil, na maioria das vezes os estudos se referem a meninas. Apesar de os casos de casamentos precoces terem maior incidência no sexo feminino, um grande número de meninos...
Leia mais

Jurisprudência mineira - Cobrança - Fundo de promoção - Legitimidade passiva - Empresário individual - Pessoa natural - Confusão patrimonial - Morte - Espólio - Responsabilidade solidária do sucessor

11 - JUN, 2019 - Jurídico Jurisprudência mineira - Cobrança - Fundo de promoção - Legitimidade passiva - Empresário individual - Pessoa natural - Confusão patrimonial - Morte - Espólio - Responsabilidade solidária do sucessor COBRANÇA - FUNDO DE PROMOÇÃO - LEGITIMIDADE PASSIVA - CERCEAMENTO DE...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados