População das capitais brasileiras estão com excesso de peso

Origem da Imagem/Fonte: Agência Câmara Notícias

11/10/2018 - 09h55

Câmara analisa propostas que podem ajudar a combater a obesidade

Para a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, as pessoas com índice de massa corporal superior a 30 são consideradas obesas

Hoje é o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. Segundo a última pesquisa de vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas, feita pelo Ministério da Saúde, 54% da população das capitais brasileiras estão com excesso de peso. A boa notícia da pesquisa é que houve uma redução de 52% no consumo de refrigerantes e de bebidas açucaradas entre 2007 e 2017. 

A Câmara dos Deputados analisa propostas que obrigam a indústria alimentícia a informar claramente, nas embalagens, se os produtos contêm muito carboidrato, sal, açúcar, adoçante, gordura saturada e trans (PL 5522/16 e apensados).

A proposta pode ajudar a reduzir a obesidade e diversas doenças relacionadas a ela. 

"Diabetes, hipertensão, aumento de colesterol, apneia do sono, acúmulo de gordura no fígado. A obesidade também está altamente relacionada aos índices de infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral. Está, inclusive, associada a alguns tipos de câncer. Em crianças, atrapalha o desenvolvimento dos hormônios, do crescimento e o desenvolvimento sexual. Pode causar depressão e ansiedade", enumera a gerente técnica do Conselho Regional de Nutrição, Janaína Marques.

Acordo com a indústria
Em outra frente de prevenção da obesidade, o Ministério da Saúde elabora um acordo com a indústria alimentícia para reduzir o nível de açúcar em vários produtos, como iogurtes, achocolatados, sucos em caixinha, refrigerantes, bolos e biscoitos. A redução será gradual, assim como ocorreu recentemente no acordo para a redução dos níveis de sal dos produtos
.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – José Carlos Oliveira
Edição – Natalia Doederlein
Agência Câmara Notícias
 

 

 

Notícias

Uso de criptomoedas não significa lavagem de dinheiro

Uso de criptomoedas não significa lavagem de dinheiro 13 de fevereiro de 2019, 15h46 Por Rhasmye El Rafih Não obstante, as moedas virtuais são sofisticadas tecnologias desenvolvidas para favorecer transações financeiras descentralizadas e céleres, sem a necessidade de intermediação por banco ou...
Leia mais

Herdeiro condenado pela Justiça perde o direito à herança? - Exame

Herdeiro condenado pela Justiça perde o direito à herança? - Exame Publicado em: 14/02/2019 Um herdeiro que está preso, condenado pela Justiça, perde seus direitos? Veja a resposta no vídeo de finanças pessoais, com o advogado Samir Choaib, especialista em direito sucessório.   Assista o...
Leia mais

Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria 13 de fevereiro de 2019, 10h25 Por Fernanda Valente Os dados mostram que 95,9% dos juízes ativos de primeira instância são a favor da submissão a uma corregedoria. Confira a pesquisa em Consultor...
Leia mais

A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica

REFLEXÕES TRABALHISTAS A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica 8 de fevereiro de 2019, 8h00 Por Pedro Paulo Teixeira Manus A função institucional do Poder Judiciário é dizer o direito, proporcionando a segurança jurídica aos jurisdicionados. Prossiga em Consultor Jurídico
Leia mais

Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições

Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições Publicado em 07/02/2019 - 10:49 Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil  Brasília O Conselho Federal de Medicina (CFM) abriu prazo de 60 dias para receber contribuições relativas à Resolução nº 2.227/2018, que atualiza...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados