"Fusão de Perdigão e Sadia será aprovada no Cade"

Fusão de Perdigão e Sadia será aprovada no Cade, diz presidente da Comissão de Direitos do Consumidor

12/07/2011 - 18h12
EconomiaPolítica
Débora Zampier
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Na véspera da retomada do julgamento da fusão dos frigoríficos Perdigão e Sadia no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), o presidente da Comissão de Direitos do Consumidor (CDC) da Câmara dos Deputados, Roberto Santiago (PV-SP), disse hoje (12) que “não há a menor dúvida” de que a operação será aprovada pelo órgão de defesa da concorrência. Santiago participou de audiência pública para esclarecer os termos da incorporação da Sadia pela Perdigão, em 2009.

“Não tenho a menor dúvida de que o Cade tem que aprovar essa fusão. Claro que tem negociar se vende uma marca ou não vende. Claro que a BrFoods [Brasil Foods, holding resultante da fusão dos dois frigoríficos] vai fazer pressão em cima do Cade. Não estou me colocando a favor da BrFoods, estou tentando buscar uma posição concreta e efetiva para o Parlamento brasileiro”, disse Santiago.

O Cade deve dar a palavra final sobre o assunto amanhã (13). O julgamento do ato de concentração começou no início de junho, mas foi suspenso por um pedido de vista após um voto duro do relator, Carlos Ragazzo, contra a fusão. Ele afirmou que a operação traria enormes danos para o consumidor e que a compra dos ativos da Sadia não era a única saída para a crise financeira da empresa.

Para Santiago, seria pior se a compra não fosse feita e a Sadia continuasse quebrada, pois isso afetaria os produtores. “Vamos ter que mexer dentro do Parlamento para fazer com que empresas não tenham poderio absoluto e para que não possamos ver agricultores sempre no prejuízo”.

Edição: Vinicius Doria
Agência Brasil

 

Notícias

2ª Câmara Cível do TJRO não reconhece união estável após morte à namorada

Terça, 20 Julho 2021 10:09 2ª Câmara Cível do TJRO não reconhece união estável após morte à namorada A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Rondônia negou provimento ao recurso de apelação que visava o reconhecimento de união estável pós morte. Os desembargadores concluíram que, todos os...

Advogado consegue alterar sobrenome para homenagear mãe e avó

Advogado consegue alterar sobrenome para homenagear mãe e avó Magistrado ressaltou que a lei autoriza o interessado a pedir retificação do registro quando vislumbrar que este não exprime a verdade. segunda-feira, 19 de julho de 2021 Um advogado conseguiu na Justiça o direito de alterar seus...