Brasileiro considera intermediária produção científica do país

10/01/2011

 
Pesquisa aponta que brasileiro considera intermediária produção científica do país

Carolina Pimentel
Repórter da Agência Brasil

 

Brasília – Para o brasileiro, a produção científica e tecnológica nacional está na posição intermediária, segundo identificou uma pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia. Conforme o levantamento, feito em 2010, 49,7% das pessoas ouvidas acharam que a ciência e tecnologia no Brasil está na posição intermediária, 19,7% consideram que a posição do país em conhecimento científico e tecnológico é avançada e 26,7% concluíram que o Brasil é atrasado no tema.

Na pesquisa anterior, feita em 2006, os percentuais eram de 45%, 18% e 33% respectivamente. Para o coordenador da pesquisa e diretor do Departamento de Popularização e Difusão da Ciência e Tecnologia do ministério, Ildeu Moreira, a opinião do brasileiro está correta. “A ciência brasileira teve avanços magníficos em algumas áreas, como agricultura e exploração do petróleo e em outras, não. A apreciação está correta”, afirmou.

Na opinião dos entrevistados, o desenvolvimento do setor não é maior por causa de recursos insuficientes (31%), de laboratórios mal equipados (16,3%) e do pequeno número de cientistas e pesquisadores (12,3%).

A pesquisa ouviu 2.016 homens e mulheres com idade superior a 16 anos, de 23 de junho a 6 de julho de 2010, em todas as regiões do país. O grau de escolaridade do entrevistado variou do ensino fundamental incompleto ao ensino superior completo, com renda de um salário mínimo (equivalente a R$ 510) a acima de 20 salários mínimos (mais de R$ 10,2 mil).

 

Edição: Lana Cristina

Agência Brasil

 

Notícias

Prazo máximo de renovação compulsória de aluguel comercial é de cinco anos

SEM ABUSO Prazo máximo de renovação compulsória de aluguel comercial é de cinco anos 14 de setembro de 2022, 8h48 Por Danilo Vital A questão toda passa pela interpretação do artigo 51 da Lei da Inquilinato. A norma diz que, "nas locações de imóveis destinados ao comércio, o locatário terá direito a...

TJSP condena pai a indenizar filha por abandono afetivo

TJSP condena pai a indenizar filha por abandono afetivo 04/09/2022 Reparação por danos morais fixada em R$ 10 mil.     Em decisão unânime, a 2ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou um homem a indenizar sua filha por danos morais em decorrência de...

Arrematadores não podem tomar posse de imóvel obtido em leilão anulado

SEM AS CHAVES Arrematadores não podem tomar posse de imóvel obtido em leilão anulado 6 de agosto de 2022, 7h31 Por Emylly Alves Então, segundo o julgador, "a alienação do imóvel aos autores não poderia ter ocorrido, pois deixou de observar as formalidades legais. Se a imissão de posse está...