Como funciona a motivação humana?

Você sabe motivar a sua equipe?


Só existe uma coisa que nos motiva, nossos valores

 

13/08/2010 - Alexandre Prates

Para iniciarmos este tema, é imprescindível saber de um elemento fundamental de um Líder Coach - Você sabe motivar seus colaboradores? Você entende sobre motivação humana? Perguntas fundamentais para saber se você consegue extrair o melhor das pessoas que você lidera.

Como funciona a motivação humana?

Só existe uma coisa que nos motiva, nossos valores. Tudo o que fazemos em nossas vidas - de positivo ou negativo - tem o intuito de atender nossos valores, mesmo inconscientemente. É muito importante entender que as pessoas possuem valores diferentes. E ai vai a primeira dica:

1a. Entenda que as pessoas possuem valores diferentes

O principal erro de um líder é deduzir que todos querem a mesma coisa, ou seja, "eu pago altas comissões, o que mais eles querem?". Exatamente, o que mais eles querem? Dinheiro não motiva todo mundo, apesar de essencial, para muitas pessoas o dinheiro é um valor meio, ou seja, é importante para atender outros valores, mas não é o essencial. Ser promovido não motiva todo mundo. Muitas vezes um reconhecimento em público motiva muito mais um colaborador que do que dinheiro, uma carta de agradecimento, assumir um projeto audacioso, enfim, as pessoas possuem motivos diferentes para sentirem-se felizes. E como descobrir valores? Simples! Converse, pergunte! O que te motiva, o que te faz feliz? É o único caminho.

2a. Existem 3 coisas que as pessoas gostam mais do que dinheiro

Ai vai uma dica espetacular do Líder Coach. Existem 3 coisas que fazem as pessoas arrebentarem no quesito motivação e comprometimento:

- Senso de Participação: As pessoas precisam sentir que fazem parte de alguma coisa, principalmente, que fazem parte das decisões da empresa e que suas opiniões e críticas são ouvidas e levadas a sério;

- Senso de Realização: As pessoas querem realizar coisas importantes. Mostre a cada dia que o trabalho da pessoa é fundamental para a empresa.

- Senso de Reconhecimento: Sem o reconhecimento, não vale a pena participar e realizar. O reconhecimento move as ações. O reconhecimento traz auto-estima. É importante ressaltar que as pessoas possuem diferentes perfis para sentirem-se reconhecidas:

1. Reconhecimento interno: É aquele reconhecimento que provém da uma auto-análise, ou seja, a pessoa não precisa de um reconhecimento externo para saber se foi bem e alguma atividade. Neste caso, pergunte a pessoa: Como você acha que se saiu? E então promova um feedback baseado neste auto-reconhecimento.

2. Reconhecimento externo: A pessoa precisa de um reconhecimento do outro, pois não consegue ter um senso de auto-crítica. Neste caso, ofereça prontamente um feedback.

3a. As pessoas se movem por dor e prazer

Ou seja, quer motivar alguém, de verdade, mostre o que a pessoa ganha se atingir os objetivos da empresa (motivação por prazer) e mostre também o que a pessoa perde se não atingir (motivação por dor).

Estes são alguns caminhos para o Líder Coach extrair o melhor das pessoas.

 

* Alexandre Prates - Sócio e Diretor Executivo do Instituto de Coaching Apicado – ICA. Master Coach, formado pelo Behavioral Coaching Institute e Graduate School of Master Coaches. Integra o quadro de trainers do Instituto Internacional de Coaching. Membro do comitê de Coaching Executivo da Sociedade Latino Americana de Coaching. Palestrante em grandes eventos nacionais e internacionais.
 

Revista INCorporativa
 

Notícias

Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2

CARÁTER DE SUBSISTÊNCIA Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2 18 de abril de 2019, 10h11 No processo, a autora pediu que fossem penhorados os planos de previdência dos sócios da devedora, já que não foram encontrados bens em nome da empresa para quitar a dívida...
Leia mais

IBDFAM: É POSSÍVEL RENUNCIAR À HERANÇA EM PACTO ANTENUPCIAL?

IBDFAM: É POSSÍVEL RENUNCIAR À HERANÇA EM PACTO ANTENUPCIAL? Publicado em: 11/04/2019 De autoria de Mário Luiz Delgado, diretor nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – Ibdfam, e Jânio Urbano Marinho Júnior, defensor público federal, o artigo “Posso renunciar à herança em pacto...
Leia mais

Sou menor, posso me casar?

Sou menor, posso me casar? Publicado em 10/04/2019  Portal Veneza Foi sancionada no último dia 13 de março, pelo presidente da República, a lei que proíbe o casamento de menores de 16 anos. O projeto de lei que passou pela câmara e pelo senado era de autoria da ex-deputada federal Laura...
Leia mais

Agente responsável por multa de trânsito não será mais identificado

Agente responsável por multa de trânsito não será mais identificado Determinação foi publicada no DOU e tem como intuito proteger os fiscais, que podem sofrer retaliações por terem registrado uma infração Por AutoPapo02/04/19 às 21h04 Em outubro de 2017 o AutoPapo noticiou que a Resolução nº 709 do...
Leia mais

Vetada dispensa de reavaliação de aposentado portador de HIV

10/04/2019 - 14h31 Vetada dispensa de reavaliação de aposentado portador de HIV O presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou integralmente o projeto que dispensava de reavaliação pericial a pessoa com HIV/aids aposentada por invalidez (PL 10159/18). O texto havia...
Leia mais

Validade da carteira de motorista pode passar para 10 anos

Validade da carteira de motorista pode passar para 10 anos Projeto do governo também prevê aumento da pontuação de multas Publicado em 09/04/2019 - 20:31 Por Pedro Rafael Vilela - Repórter da Agência Brasil  Brasília O governo federal vai apresentar um projeto de lei para ampliar a validade da...
Leia mais

União estável: início e fim

União estável: início e fim Os parceiros que decidem viver em união estável podem determinar como irão proceder com os seus bens - os que já possuem e os que vão adquirir no futuro. Por Luciana Gouvêa* Publicado às 09h00 de 07/04/2019 Rio - Os casais estão preferindo se juntar a se casar, segundo...
Leia mais

Mais uma armadilha do novo CPC: o início do prazo de contestação

PARADOXO DA CORTE Mais uma armadilha do novo CPC: o início do prazo de contestação 22 de agosto de 2017, 8h00 Por José Rogério Cruz e Tucci É, de fato, interessante observar, depois de anos e anos de exercício profissional, o hábito que temos de raciocinar como se nada tivesse sido alterado, mesmo...
Leia mais

Idoso de 99 anos pede o divórcio após descobrir traição em 1940

Idoso de 99 anos pede o divórcio após descobrir traição em 1940 Ele estava vasculhando uma velha cômoda quando fez uma descoberta surpreendente 04/04/2019 09:27 Um caso inusitado aconteceu com um casal italiano. O marido, de 99 anos de idade, pediu o divórcio após descobrir que sua esposa havia o...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados