Conheça os 12 conselhos para o jovem advogado

Extraído de Jusbrasil

Conheça os 12 conselhos para o jovem advogado apresentados pelo conselheiro da OAB/MA e...

Extraído de: OAB - Mato Grosso - 1 hora atrás

O conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão, Ulisses César Martins de Souza, apresentou 12 conselhos aos jovens advogados na palestra realizada pela III Semana de Formação do Advogado, organizada pela OAB/MT, nesta quinta-feira (12 de maio), em parceria com a Unic, Escola Superior de Advocacia e Caixa de Assistência dos Advogados.

O advogado foi convidado pelo presidente da Comissão do Jovem Advogado, Bruno Oliveira Castro, que já o conhecia de outras explanações. "Foi uma palestra das mais motivadoras que participei há cerca de quatro anos. Por isso, fizemos questão de convidá-lo a dar palestra em Cuiabá", relatou.

Ulisses de Souza é advogado desde 1994 e ministra aulas de Processo Civil e Direito Constitucional pela Escola Superior de Advocacia do Maranhão, é vice-presidente da Comissão Especial de Estudo para o Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil pela OAB, entre outros. O conselheiro federal comentou que os 12 conselhos se alteram conforme suas experiências na advocacia, profissão pela qual se diz apaixonado e que deseja seguir a vida toda. São, portanto, os seguintes:

1- Advogado não nasce pronto - é necessário tempo para amadurecer na profissão;

2- Misture o trabalho com sua vida profissional - o Código de Ética da OAB estabelece o dever do advogado zelar pela sua reputação pessoal e profissional;

3- Evitar as armadilhas do sucesso - fugir da vaidade e da arrogância, mas não confundir humildade com subserviência;

4- Clientes não nascem em árvores - custa cinco vezes mais caro reconquistar um cliente insatisfeito do que mantê-lo satisfeito com o seu trabalho;

5- Preocupe-se com as metas, mas não esqueça seus princípios - As metas são o ponto de chegada e os princípios, de partida;

6- Saiba administrar seu tempo - a única coisa que o advogado tem para oferecer é seu tempo, valorize-o;

7- Não paute sua vida e carreira pelo dinheiro - a ordem é trabalhar primeiro, ganhar dinheiro corretamente que virá o sucesso;

8- Saiba que bons advogados podem defender clientes culpados - o direito de defesa a todos é garantido pela Constituição Federal;

9- Acredite que sorte existe - com preparação, estudo e boas oportunidades;

10- Valorize seu trabalho - e valorar quanto custa o seu tempo. O cliente tem que considerar que você é a melhor opção para ele;

11- Faça sempre o seu melhor - independente do padrão sócio-econômico do cliente. A melhor propaganda para o advogado é um trabalho bem feito;

12- Tenha paixão por sua profissão!

Assessoria de Imprensa OAB/MT 
 

 

Notícias

As dívidas do falecido

Mônica Cecílio Rodrigues - 18/06/2018 As dívidas do falecido Perder um ente querido não é bom. E esta perda reflete em vários aspectos da Vida. Dentre eles os direitos e deveres que o falecido tinha e ainda perduraram, mesmo com o acontecimento, a morte, e que agora passará a ser preocupação...
Leia mais

Meu namorado passa a ter direito sobre meus bens se vier morar comigo?

Meu namorado passa a ter direito sobre meus bens se vier morar comigo? Advogado Rodrigo Barcellos responde dúvida de leitor sobre pensão. Envie você também suas perguntas Por Rodrigo Barcellos, advogado 17 jun 2018, 07h00 Pergunta da leitora: Já tenho um apartamento há 10 anos, não quitado, e...
Leia mais

Apelação Cível - Ação de dissolução de condomínio

Apelação Cível - Ação de dissolução de condomínio APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE DISSOLUÇÃO DE CONDOMÍNIO - PROVA PERICIAL - AUSÊNCIA DE INSURGÊNCIA A TEMPO E MODO - PRECLUSÃO - REDISCUSSÃO NAS RAZÕES RECURSAIS E RENOVAÇÃO DA PROVA - IMPOSSIBILIDADE - DIVISÃO DAS GLEBAS - AUSÊNCIA DE ACORDO ENTRE OS...
Leia mais

Clipping – Tribuna do Paraná -Tensão da pensão!

Clipping – Tribuna do Paraná -Tensão da pensão! Publicado em 11/06/2018 Assunto delicado, o pagamento de alimentos ­ ou “pensão alimentícia” ­ está longe de ser encarado numa boa. Tanto para quem deve quanto para quem recebe, a questão pode, num piscar de olhos, virar motivo de briga: o que não...
Leia mais

Artigo – Usucapião extrajudicial sai do papel – por Luciana Freitas

Artigo – Usucapião extrajudicial sai do papel – por Luciana Freitas Os parâmetros para a usucapião extrajudicial foram definidos pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O Provimento 65, editado em 14 de dezembro de 2017 e aprovado no último dia 10 de maio, pelo CNJ, regulamenta a...
Leia mais

TJ/RS nega reconhecimento de união estável post mortem

União estável TJ/RS nega reconhecimento de união estável post mortem Falecido não possuía o intuito de constituir família e tinha seu núcleo familiar juntos dos pais. segunda-feira, 4 de junho de 2018 A 8ª câmara Cível do TJ/RS negou pedido de união estável requerida por mulher de homem que se...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados