Conheça os 12 conselhos para o jovem advogado

Extraído de Jusbrasil

Conheça os 12 conselhos para o jovem advogado apresentados pelo conselheiro da OAB/MA e...

Extraído de: OAB - Mato Grosso - 1 hora atrás

O conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão, Ulisses César Martins de Souza, apresentou 12 conselhos aos jovens advogados na palestra realizada pela III Semana de Formação do Advogado, organizada pela OAB/MT, nesta quinta-feira (12 de maio), em parceria com a Unic, Escola Superior de Advocacia e Caixa de Assistência dos Advogados.

O advogado foi convidado pelo presidente da Comissão do Jovem Advogado, Bruno Oliveira Castro, que já o conhecia de outras explanações. "Foi uma palestra das mais motivadoras que participei há cerca de quatro anos. Por isso, fizemos questão de convidá-lo a dar palestra em Cuiabá", relatou.

Ulisses de Souza é advogado desde 1994 e ministra aulas de Processo Civil e Direito Constitucional pela Escola Superior de Advocacia do Maranhão, é vice-presidente da Comissão Especial de Estudo para o Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil pela OAB, entre outros. O conselheiro federal comentou que os 12 conselhos se alteram conforme suas experiências na advocacia, profissão pela qual se diz apaixonado e que deseja seguir a vida toda. São, portanto, os seguintes:

1- Advogado não nasce pronto - é necessário tempo para amadurecer na profissão;

2- Misture o trabalho com sua vida profissional - o Código de Ética da OAB estabelece o dever do advogado zelar pela sua reputação pessoal e profissional;

3- Evitar as armadilhas do sucesso - fugir da vaidade e da arrogância, mas não confundir humildade com subserviência;

4- Clientes não nascem em árvores - custa cinco vezes mais caro reconquistar um cliente insatisfeito do que mantê-lo satisfeito com o seu trabalho;

5- Preocupe-se com as metas, mas não esqueça seus princípios - As metas são o ponto de chegada e os princípios, de partida;

6- Saiba administrar seu tempo - a única coisa que o advogado tem para oferecer é seu tempo, valorize-o;

7- Não paute sua vida e carreira pelo dinheiro - a ordem é trabalhar primeiro, ganhar dinheiro corretamente que virá o sucesso;

8- Saiba que bons advogados podem defender clientes culpados - o direito de defesa a todos é garantido pela Constituição Federal;

9- Acredite que sorte existe - com preparação, estudo e boas oportunidades;

10- Valorize seu trabalho - e valorar quanto custa o seu tempo. O cliente tem que considerar que você é a melhor opção para ele;

11- Faça sempre o seu melhor - independente do padrão sócio-econômico do cliente. A melhor propaganda para o advogado é um trabalho bem feito;

12- Tenha paixão por sua profissão!

Assessoria de Imprensa OAB/MT 
 

 

Notícias

Aprovação de recuperação sem aval de credor não vale para todos os casos

VOTO 'CAFÉ COM LEITE' Aprovação de recuperação sem aval de credor não vale para todos os casos 20 de setembro de 2020, 7h18 No caso julgado, o TJ-SP entendeu que o voto pode ser desconsiderado quando este for o único integrante de uma das classes de créditos do processo. Confira em Consultor...

Artigo – Estadão – O potencial litigioso da LGPD – Por Evelyn Weck

Artigo – Estadão – O potencial litigioso da LGPD – Por Evelyn Weck Contrariando as expectativas daqueles que acreditavam que a Lei 13 709/2018 (LGPD) teria vigência a partir de janeiro de 2021, o atual cenário indica que a entrada em vigor acontecerá nos próximos dias. Do ponto de vista do titular...

Reforma tributária: prefeitos manifestam receio de perder receitas

Reforma tributária: prefeitos manifestam receio de perder receitas 17/09/2020, 21h55 A Comissão Mista da Reforma Tributária recebeu mais uma vez representantes dos municípios. Durante audiência pública remota nesta quinta-feira (17), esses representantes manifestaram novamente sua preocupação com...

O impacto da LGPD nas relações de trabalho

PRÁTICA TRABALHISTA O impacto da LGPD nas relações de trabalho 17 de setembro de 2020, 8h00 Por Cristiane Carvalho Andrade Araújo e Ricardo Calcini A sua aplicação se dá em todos os setores da economia e do Direito, sendo aplicável sempre que houver algum tipo de coleta de dados de terceiros, como...

Para o TJSP herdeiro não responde por dívida do falecido sem bens

Para o TJSP herdeiro não responde por dívida do falecido sem bens Por Elen Moreira 11/09/2020 as 11:55 Ao julgar a apelação interposta contra sentença que julgou improcedente a ação monitória diante da ausência de bens do falecido o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo manteve a decisão...

Agência Brasil explica: cuidados na hora de fazer o inventário

Agência Brasil explica: cuidados na hora de fazer o inventário Saiba como pode ser a distribuição de bens de um familiar que faleceu Publicado em 14/09/2020 - 07:51 Por Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil - Brasília Após a morte de um ente querido, além do luto, os parentes precisam superar...