Consumidores acreditam no aumento da inflação

CNI: 71% dos consumidores acreditam que inflação aumentará

30/05/2011 - 16h48
Economia
Roberta Lopes
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os consumidores acreditam que a inflação vai aumentar nos próximos meses, segundo dados do Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) de maio, divulgado hoje (30) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com o levantamento, 71% dos consumidores acreditam que a inflação vai aumentar. Esse é o maior percentual desde setembro de 2001.

Apesar do alto percentual de consumidores que estimam esse aumento, o Inec, no quesito que diz respeito à inflação, ficou 0,7 ponto abaixo do registrado no mês de abril e 13,3 pontos abaixo do registrado no mesmo período do ano anterior. Em maio, o índice de expectativa de inflação ficou em 100,1 pontos, sendo que quanto mais acima de 100, o item é mais bem avaliado pelo consumidor.

Índice formado por seis componentes – inflação, situação financeira, desemprego, endividamento, renda pessoal, compras de bens de alto – o Inec é apurado em parceria com o Ibope. No último levantamento, foram ouvidas 2.002 pessoas, em todo o país, de 12 a 16 de maio.

Em maio, o Inec ficou praticamente estável em relação a abril. O índice ficou em 112,1 pontos este mês e, em abril, o resultado foi de 112 pontos. Apesar da preocupação dos consumidores com a inflação, até abril, o Inec vinha em uma trajetória de queda de seis meses consecutivos.

No que se refere ao desemprego, 59% das pessoas entrevistadas acreditam que o desemprego vai continuar no mesmo nível ou vai diminuir, contra 40% que esperam que haverá um aumento. De acordo com a CNI, isso demonstra que os brasileiros estão otimistas quanto à evolução de novas vagas de emprego.

O índice de expectativa de evolução do desemprego registrou 132,1 pontos em maio, um aumento de 2,1% ante abril e de 1% na comparação com maio de 2010, demonstrando que o consumidor está otimista quanto à empregabilidade.

Quanto à expectativa da evolução da renda pessoal e da situação financeira, os brasileiros acreditam que a situação não vai mudar. Para 53% deles, a renda não deverá mudar nos próximos meses e, para 50%, a situação financeira permanecerá a mesma. Contudo, 34% das pessoas acreditam que sua renda deverá aumentar, contra 9% que esperam redução. Também há expectativa de melhora na situação financeira por parte de 33% dos entrevistados, sendo que 14% esperam piora.

Os consumidores também não esperam que haja um aumento de suas dívidas, pois 45% deles acreditam que vão continuar com o mesmo número de dívidas dos últimos três meses e 30% acham que vão estar com menos dívidas. Já um quarto dos entrevistados estima que vai ter aumento.

Na comparação com o mês anterior, houve uma redução na expectativa de piora da situação financeira e do endividamento. Também houve uma melhora na expectativa da renda pessoal na comparação com abril.

A maioria dos consumidores (56%) espera continuar com os mesmos bens de alto valor que já possuem. Já 28% esperam aumentar o número de bens de alto valor e 16% esperam que haja uma redução. Na comparação com abril, o Inec de compras de alto valor permaneceu estável, variando 0,1 ponto para baixo.

 

Edição: Lana Cristina
Agência Brasil 
 

 

Notícias

Sobre a possibilidade de aplicação do usufruto nas execuções trabalhistas

OPINIÃO Sobre a possibilidade de aplicação do usufruto nas execuções trabalhistas 20 de abril de 2021, 6h34 Por Rachel Melchert de Queiroz Guimarães e Ana Paula Prado Bertoncini Após concedido o direito do usufruto, há uma penhora do mesmo em virtude do déficit perante outrem. Agora vocês devem...

Clipping - Estadão - O necessário registro da propriedade fiduciária

Clipping - Estadão - O necessário registro da propriedade fiduciária Segundo o site do STJ, em 16 de abril do corrente ano, em ação de rescisão de contrato particular de compra e venda de imóvel, não é possível exigir do comprador que se submeta ao procedimento de venda extrajudicial do bem para...

Proteção de dados pessoais e publicidade processual: um contrassenso?

OPINIÃO Proteção de dados pessoais e publicidade processual: um contrassenso? 15 de abril de 2021, 13h30 Por Dânton Zanetti A discussão ganha novos contornos a partir do momento em que adicionamos à equação uma nova variável:... Prossiga em Consultor Jurídico   

O que acontece se um dos herdeiros não quiser vender o imóvel?

O que acontece se um dos herdeiros não quiser vender o imóvel? No processo de inventário, é comum haver a discordância nos interesses entre os herdeiros envolvidos, e principalmente se houver a venda de algum imóvel. Geralmente, esse contratempo tem a ver com o preço da venda ou motivos...

Juiz concede medida protetiva para cão que 'assinou' processo no CE

Juiz concede medida protetiva para cão que 'assinou' processo no CE Ed Rodrigues Colaboração para o UOL 13/04/2021 16h45Atualizada em 13/04/2021 16h45  O processo, acolhido pela 2ª Vara da Comarca de Granja, cidade a 430 km de Fortaleza, pediu proteção à integridade física e o pagamento de uma...

Conexão Comunidade – Confira quais os tipos de divórcio podem ser feitos

Conexão Comunidade – Confira quais os tipos de divórcio podem ser feitos O crescente número de separação de casais é apontado como reflexo do maior período de convivência por conta do isolamento imposto pelo coronavírus (covid-19). O segundo semestre de 2020 registrou o maior número de divórcios...

Resolução do Contran não pode mudar prazo para notificação de multa, diz juiz

CÓDIGO BRASILEIRO DE TRÂNSITO Resolução do Contran não pode mudar prazo para notificação de multa, diz juiz 12 de abril de 2021, 9h40 Por Tábata Viapiana Na decisão, o juiz considerou que há fundada dúvida sobre a legalidade da Resolução 805/2020, pois se trata de medida que altera prazo de lei e,...