Corretoras de câmbio ganham dois concorrente de peso

Extraído de DCI
25/02/11 - 00:00 > CÂMBIO

Governo decide concorrer indiretamente no câmbio

Eduardo Puccioni

São Paulo - As corretoras de câmbio ganharam dois concorrente de peso na compra e venda de moeda estrangeira. Ontem o Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou lotéricas e Correios - que já atuam como correspondentes bancários - a efetuar operações de compra e venda de moeda estrangeira de até US$ 3 mil.

A entrada dos novos players nesse segmento promete complicar a vida das pequenas corretoras que atuam no mercado de câmbio. "Acho a medida positiva para o mercado. Porém, com certeza irá trazer problemas para as pequenas corretoras, ainda mais as menos estruturadas", afirma Paulo Volpe, vice-presidente de Marketing do Grupo Confidence.

Segundo Volpe, este processo de início de negociação de moeda estrangeira em lotéricas e Correios leva, no mínimo, dois anos para entrar em funcionamento. "É preciso investir em funcionários treinados, logística e em locais mais seguros. A lotérica não tem blindagem, muito menos as agências dos Correios", explica Volpe, relembrando que os quesitos de segurança são exigências do próprio Banco Central.

O executivo não se mostrou muito preocupado com os rivais. "É a mesma coisa que pedir para uma agência de câmbio fazer uma entrega de correspondência. Ela vai até fazer, mas não vai ser com a mesma qualidade que a entrega dos Correios", brinca.

Um ponto que preocupa o mercado é concorrência nas taxas que podem ser cobradas pelas empresas do governo. Mas Volpe acredita que as taxas de quem trabalha diariamente com o mercado de câmbio serão melhores, pois essas companhias trabalham com volume superiores.

 

Notícias

Incide IR em valor pago por cláusula de não competição, diz Receita

COMPRA DE AÇÕES Incide IR em valor pago por cláusula de não competição, diz Receita 21 de junho de 2019, 9h45 Por Gabriela Coelho Diferença positiva entre o valor da venda e o custo de aquisição de participação societária caracteriza ganho de capital, afirma Receita Confira em Consultor Jurídico
Leia mais

Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável

MP NO DEBATE Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável 17 de junho de 2019, 8h00 Por Maria Fátima Vaquero Ramalho Leyser Antes da promulgação da Constituição Federal de 1988, a convivência entre homem e mulher, como se fossem casados, isto é, a união estável entre pessoas de sexo...
Leia mais

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará Publicado em 12/06/2019 - 20:49 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil  Brasília Foi publicada hoje no Diário Oficial da União uma lista com 287 atividades econômicas que não precisarão de autorizações prévias para...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados