Disputa entre governo, oposição e partidos da base aliada

11/11/2010 - 20h58

 

Salário mínimo: enquanto governo não decide, orçamento recebe emendas para R$ 580 e R$ 600

 

A definição do valor do salário mínimo a ser pago a partir de 1º de janeiro transformou-se numa disputa entre o governo, a oposição e até partidos da base aliada, nas discussões do Orçamento da União para 2011, em análise no Congresso. De acordo com a Agência Câmara, emendas da base aliada estabelecem um valor de R$ 580, enquanto a oposição quer o novo mínimo em R$ 600.

O prazo para apresentação de emendas ao texto da proposta orçamentária terminou na última quarta-feira (10). Em seu relatório preliminar, o relator-geral do orçamento, senador Gim Argello (PTB-DF), manteve o salário mínimo proposto em agosto pelo governo: R$ 538,15. Esse valor contém apenas a reposição inflacionária dos últimos 12 meses.

Ao propor apenas a recuperação inflacionária do mínimo em 2011, o governo seguiu a política negociada há anos com sindicalistas e sua base política. Por essa política, o salário mínimo receberia sempre a inflação passada, acrescida do mesmo percentual do crescimento da economia de dois anos antes. Como em 2009 não houve crescimento, em 2011 o mínimo receberia apenas a inflação.

Agência Senado
 

Notícias

Proteção dos alimentos: a inclusão dos avós na ação de alimentos

OPINIÃO Proteção dos alimentos: a inclusão dos avós na ação de alimentos Diego Ferreira da Silva Voloski 18 de junho de 2024, 19h43 A responsabilidade alimentar dos avós é subsidiária e complementar e só se configura na impossibilidade total ou parcial dos pais de cumprir com suas obrigações...

Nova lei limita liberdade de empresas para escolher foro de ações

LIBERDADE CONTRATUAL Nova lei limita liberdade de empresas para escolher foro de ações José Higídio 17 de junho de 2024, 7h44 O texto da lei diz que a escolha do foro precisa “guardar pertinência com o domicílio ou a residência de uma das partes ou com o local da obrigação” — exceto em contratos de...

Mães não precisam ser casadas para registro de filhos por fertilização

Mães não precisam ser casadas para registro de filhos por fertilização A juíza ressaltou a importância de suprir lacunas na legislação para garantir a proteção dos direitos das crianças e das genitoras. Da Redação quinta-feira, 13 de junho de 2024 Atualizado às 18:14 Não é necessário que genitoras...

Modificações no art. 63 do CPC via Lei 14.879/24: 6 pontos de preocupação

OPINIÃO Modificações no art. 63 do CPC via Lei 14.879/24: 6 pontos de preocupação Murilo Teixeira Avelino 11 de junho de 2024, 18h33 Com a alteração legislativa, a eleição de foro contratual ficou extremamente limitada: as partes só podem escolher, consensualmente, litigar perante os órgãos com...

Certidão com efeito de negativa prova quitação de dívida, decide TJ-DF

TUDO NOS CONFORMES Certidão com efeito de negativa prova quitação de dívida, decide TJ-DF 11 de junho de 2024, 7h51 Relator do agravo, o desembargador Robson Barbosa de Azevedo explicou que o artigo 192 do Código Tributário Nacional estabelece que o formal de partilha só pode ser expedido mediante...