Governo nega intenção de fechamento de escolas para cegos

 

11/04/2011 - 14h37

Técnico do governo nega intenção de fechamento de escolas para cegos 

O representante da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antônio José do Nascimento Ferreira, negou que o governo federal tenha interesse em fechar os institutos de educação para cegos. A expansão do número de salas com recursos multifuncionais - que já chegam a 24 mil no país - foi dada como prova do interesse do poder público em investir na capacitação dos deficientes visuais.

Ferreira admitiu, no entanto, uma fragilidade nessa rede. O ponto fraco seria a falta de contrapartida dos estados na designação de técnicos para operar as impressoras em braille fornecidas pela União. A queixa foi feita durante audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), nesta segunda-feira (11), realizada em comemoração ao Dia Nacional do Sistema Braille.

Apesar desses percalços, o técnico comentou o empenho do governo federal em inaugurar, até o final de 2012, o primeiro centro de formação e fornecimento de cães-guia, a ser instalado em Santa Catarina. Citou também parceria entre os Ministérios da Fazenda e da Ciência e Tecnologia para agregar tecnologia aos equipamentos utilizados na formação e capacitação de cegos.

Educação profissional

Ainda na área educacional, esse público vem contando com o apoio do Serviço Nacional da Indústria (Senai) que, este mês, oferece o primeiro curso de informática para deficientes visuais. Segundo a representante da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Loni Eliséte Manica, o Senai tem preparado seus professores para lidar com alunos com essas limitações e desenvolvido material de apoio aos cursos na linguagem braille.

Embora credite ao método as conquistas em termos profissionais e de acessibilidade, a coordenadora de revisão da Fundação Dorina Nowill para Cegos, Regina Fátima Caldeira de Oliveira, lamentou um suposto enfraquecimento da parceria entre Brasil e Portugal em torno da unificação da simbologia braille. Conforme adiantou, nenhum dos dois países tem, hoje, representação nos Conselhos Mundial e Iberoamericano de Braille.

Após se queixar de que o Dia Mundial do Braille - celebrado no dia quatro de janeiro - seja sempre esquecido no Brasil, o especialista em educação de deficientes visuais Jonir Bechara Cerqueira comemorou a criação do Dia Nacional do Sistema Braille. A data escolhida foi o dia oito de abril, por coincidir com o nascimento do brasileiro José Álvares de Azevedo, que introduziu o método francês no país em 1850.

Por fim, o presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS), conclamou todos os setores produtivos a não só ampliarem a participação dos deficientes visuais no mercado trabalho, mas também a investirem em sua capacitação profissional. O parlamentar fez críticas a empresas que costumam contratar portadores de deficiência para cumprir uma exigência legal e lhe privam do desenvolvimento profissional e da possibilidade de ascender no trabalho.

Simone Franco / Agência Senado
 

Notícias

Justiça decreta divórcio com base apenas na vontade da mulher

Justiça decreta divórcio com base apenas na vontade da mulher 06/10/2020 Fonte: Assessoria de Comunicação do IBDFAM (com informações do Conjur) A 5ª Vara da Família da comarca de Goiânia, decretou, em sentença parcial de mérito, o divórcio de um casal após o pedido inicial apenas por parte da...

Casal realiza divórcio por meio de aplicativo de mensagens

Casal de Anápolis realiza divórcio por meio de aplicativo de mensagens Publicado: 06 Outubro 2020 Um casal de Anápolis conseguiu se divorciar em apenas três dias após enviar à Justiça uma ação de divórcio consensual. A oficialização foi feita por meio do aplicativo de mensagem WhatsApp. Eles foram...

Bens necessários ao exercício da profissão são impenhoráveis, diz TJ-SP

DIGNIDADE HUMANA Bens necessários ao exercício da profissão são impenhoráveis, diz TJ-SP 4 de outubro de 2020, 13h02 Por Tiago Angelo "Essa limitação à penhorabilidade encontra explicação em razões diversas, de origem ético-social, humanitária, política ou técnico-econômica. Leia em Consultor...

TJ-SP manda bloquear CNH de devedor de honorários

DEVEDOR CONTUMAZ TJ-SP manda bloquear CNH de devedor de honorários 30 de setembro de 2020, 21h37 Por Rafa Santos "É linha legal de mão dupla. Equalizam-se os deveres e os respectivos direitos substantivos de cada qual. Não se leva o executado à ruína e não se deixa o credor à míngua", escreve na...

A produção antecipada de provas como meio de resolução de conflitos

A produção antecipada de provas como meio de resolução de conflitos 29 de setembro de 2020, 7h10 Com a entrada em vigor da Lei nº 13.467/2017, a simplificação da resolução conflitos encontrou guarida nos artigos 855-B e seguintes da CLT, que preveem a possiblidade de conciliação extrajudicial. Leia...

Fraude à execução e o dever de cautela nas aquisições imobiliárias

Fraude à execução e o dever de cautela nas aquisições imobiliárias Debora Cristina de Castro da Rocha e Camila Bertapelli Pinheiro Com o advento da lei 13.097/15, muito fora invocado no sentido de que o referido diploma legal teria vindo animado pela perspectiva de facilitação do...