Investimentos sociais serão mantidos

 

01/01/2011 - 20h16
 

Aperto fiscal não atinge investimentos sociais, afirma Ideli

 

Ao ser questionada sobre as perspectivas econômicas da gestão de Dilma Rousseff, a nova ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti (PT-SC), reconheceu que há "uma certa preocupação" com a inflação, mas, quanto ao aperto fiscal já anunciado pelo governo, afirmou que não haverá cortes em áreas estratégicas - incluindo-se aí os investimentos sociais. Ideli fez essas declarações neste sábado (1º), logo após a cerimônia de posse da nova presidente.

Segundo afirmou, os investimentos sociais serão mantidos, "inclusive porque esse tipo de investimento ajudou a fortalecer o mercado interno do país, protegendo-o da crise financeira internacional".

Ideli, que encerraria seu mandato de senadora neste mês, também comentou as expectativas de Dilma Rousseff em relação à pasta da Pesca e Aquicultura. A ministra disse que um dos objetivos da presidente é "aproveitar o potencial de produção de pescado do país, que está subaproveitado". De acordo com Ideli, esse setor tem um potencial que poderia aproximá-lo do desempenho dos setores de carne bovina e aves, nos quais o país tem destaque internacional.

- Ela [Dilma] quer que o ministério continue a dar atenção aos pescadores artesanais, mas também quer um olhar especial para a produção industrial - declarou Ideli.

Ricardo Koiti Koshimizu / Agência Senado
 

Notícias

CCJ do Senado aprova projeto que criminaliza a homofobia

DISCUSSÃO DE PODERES CCJ do Senado aprova projeto que criminaliza a homofobia 22 de maio de 2019, 20h12 Por Gabriela Coelho A proposta proíbe a restrição de "manifestação razoável de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público", mas determinou que a regra não vale...
Leia mais

Cartórios terão que comunicar Coaf - Valor Econômico

Cartórios terão que comunicar Coaf - Valor Econômico Publicado em: 22/05/2019 A corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) finaliza uma resolução para obrigar os cartórios de todo o país a comunicar o Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) sobre movimentações suspeitas. A exigência é...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados