Nossa web "rápida" ficou pior

04 de abril de 2011, às 15h52min

Banda larga brasileira é pior que a do Cazaquistão

A Ookla analisou 168 países e colocou o Brasil na 76ª posição quanto à velocidade da banda larga

A banda larga tem se popularizado no Brasil, inclusive com o incentivo criado pelo governo com o Plano Nacional de Banda Larga, mas isso não significa que o serviço oferecido seja dos melhores. Um estudo realizado pela consultoria Ookla e repercutido pelo Estadão.com.br mostra que nossa web "rápida" ficou pior.
 

A Ookla analisou 168 países e colocou o Brasil na 76ª posição quanto à velocidade da banda larga. Isso mostra que o país está atrás de países como Gana e Cazaquistão, que ficaram nas 39ª e 52ª colocações, respectivamente.

 

Quem ficou com o primeiro lugar da lista foi a Coreia do Sul, cuja internet possui velocidade de 37,05 Mbps (megabits por segundo). Enquanto isso, o brasileiro segue com uma internet de 4,79 Mbps.

 

Fonte: Administradores

 

Notícias

Incide IR em valor pago por cláusula de não competição, diz Receita

COMPRA DE AÇÕES Incide IR em valor pago por cláusula de não competição, diz Receita 21 de junho de 2019, 9h45 Por Gabriela Coelho Diferença positiva entre o valor da venda e o custo de aquisição de participação societária caracteriza ganho de capital, afirma Receita Confira em Consultor Jurídico
Leia mais

Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável

MP NO DEBATE Apontamentos sobre o reconhecimento da união estável 17 de junho de 2019, 8h00 Por Maria Fátima Vaquero Ramalho Leyser Antes da promulgação da Constituição Federal de 1988, a convivência entre homem e mulher, como se fossem casados, isto é, a união estável entre pessoas de sexo...
Leia mais

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará

Governo divulga lista de negócios que podem ser abertos sem alvará Publicado em 12/06/2019 - 20:49 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil  Brasília Foi publicada hoje no Diário Oficial da União uma lista com 287 atividades econômicas que não precisarão de autorizações prévias para...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados