Paciente de hospital teve rastreador GPS instalado em sua axila

Hospital é processado por paciente que teve rastreador GPS instalado em sua axila

 

(24.08.11)

Michael Woolman, morador de Lincoln, Estado de Nebraska, Estados Unidos, abriu um processo na corte federal de Dallas contra o Hospital Baylor Health & Bryan LGH, por alegadamente "implantar um GPS em sua axila sem sua autorização".

De acordo com a petição inicial, Michael teria acabado de sair de uma cirurgia para a retirada de gânglios das amígdalas e das mamas. Assim que pediu para sair da sala de cirurgia e ir ao banheiro, o homem notou que sangrava debaixo do braço.

Ao perguntar aos médicos por que sua axila sangrava, Michael ficou sabendo que havia um dispositivo GPS implantado ali.

O advogado de Woolman relatou que, em sua opinião, o hospital está realizando experimentos para rastrear seus pacientes e, por isso, teria feito o implante sem autorização.

“Isso é ilegal. Tiraram os direitos de meu cliente e o hospital precisam indenizar, além de consertar o que foi feito de errado”, refere a peça.

Michael, ouvido por jornalistas, reclamou que "me fizeram passar por dor, sofrimento e angústia”.

O juiz da causa informou que preliminarmente vai designar uma audiência de conciliação.

 

Fonte: www.espacovital.com.br
 

Notícias

Condomínio: como fazer a prova do excesso de barulho

Condomínio: como fazer a prova do excesso de barulho Publicado por ADIMPLENTE COBRANÇA CONDOMINIAL há 1 hora Quem mora em condomínio e nunca teve problemas com barulhos no meio da noite que solte um grito. Ninguém está livre de vizinhos barulhentos. A maioria das reclamações em condomínio...
Leia mais

Arábia Saudita designa pela primeira vez 12 mulheres como tabeliãs

Arábia Saudita designa pela primeira vez 12 mulheres como tabeliãs 09/07/201808h49 A Arábia Saudita outorgou pela primeira vez na história permissão a 12 mulheres para trabalhar como tabeliãs, informou nesta segunda-feira o Ministério de Justiça saudita. As novas tabeliãs poderão emitir poderes e...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados