Senador quer colocar no Orçamento a emissão de títulos do Tesouro

13/07/2011 - 13h02

Aécio quer colocar no Orçamento a emissão de títulos do Tesouro 

[Foto: Geraldo Magela / Agência Senado]

As emissões de títulos de responsabilidade do Tesouro Nacional para fortalecer o caixa de instituições federais de crédito como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), deverão estar previstas no Orçamento da União ou nas leis que estabelecem os créditos adicionais.

A possibilidade está prevista em emenda do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), em exame no Congresso Nacional nesta quarta-feira (13).

Ao discursar na sessão desta quarta-feira, Aécio disse que a emenda impedirá o uso discricionário desses recursos.

Equilíbrio

O senador mineiro afirmou que a emenda é essencial ao equilíbrio das contas públicas e pediu aos parlamentares que atuem no sentido de impedir que o Executivo vete a mudança. Para Aécio, o objetivo é prevenir o descontrole da economia.

Os deputados Rogério Marinho (PSDB-RN) e Cláudio Cajado (DEM-BA) destacaram a importância da emenda, para evitar que o Brasil enfrente no futuro problemas semelhantes aos experimentados pela Grécia e por Portugal.

Marinho observou que atuação do BNDES tem ajudado a multiplicar a fortuna de grandes empresários, com taxas de juros subsidiados, benefício negado aos pequenos produtores.

Djalba Lima / Agência Senado
 

Notícias

Arábia Saudita designa pela primeira vez 12 mulheres como tabeliãs

Arábia Saudita designa pela primeira vez 12 mulheres como tabeliãs 09/07/201808h49 A Arábia Saudita outorgou pela primeira vez na história permissão a 12 mulheres para trabalhar como tabeliãs, informou nesta segunda-feira o Ministério de Justiça saudita. As novas tabeliãs poderão emitir poderes e...
Leia mais

Aos 60 anos, mulher comemora reconhecimento de paternidade

Aos 60 anos, mulher comemora reconhecimento de paternidade: 'sempre tive esse desejo' Publicado em: 28/06/2018 Aos 60 anos, a moradora de Gurupi Cícera Alves Macedo tem muito o que comemorar. Ela foi criada longe do pai biológico Amadeu de Souza Costa, hoje com 88 anos, e chegou a pensar que ele...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados