Tarifas e serviços bancários

Conta-corrente: conheça os serviços gratuitos que existem no mercado

 

Por: Gladys Ferraz Magalhães
03/12/10 - 10h48
InfoMoney

 

 

 

SÃO PAULO – Os gastos com tarifas e serviços bancários, ao final de um ano, podem somar uma quantia significativa. Contudo, ao contrário do que muita gente pensa, neste quesito também é possível economizar e a solução não é a troca de instituição bancária.

De acordo com a Pro Teste – Associação de Consumidores, muitos clientes desconhecem a lista de serviços gratuitos que os bancos devem oferecer ao consumidor e acabam gastando mais do que o necessário.

Assim, vale a pena conhecer quais são os serviços que, independentemente da instituição, você tem direito sem qualquer custo para isso.

Serviços gratuitos
O valor de um pacote bancário varia de acordo com o perfil da cesta de serviços. Contudo, em toda instituição existe o perfil básico, que oferece gratuitamente uma série de serviços ao usuário. Veja quais são a seguir:

Fornecimento obrigatório de um cartão com a função débito;
Disponibilidade de dez folhas de cheques por mês, desde que o correntista reúna os requisitos necessários a sua utilização, que variam de instituição para instituição;
Envio de uma segunda via do cartão de débito, exceto nos casos de pedidos de reposição formulados pelo correntista, por conta de perda, roubo, danificação, entre outros;
Realização de até quatro saques por mês em guichês de caixa, inclusive por meio de cheque ou de cheque avulso em terminal de autoatendimento;
Realização de qualquer consulta por meio da internet;
Duas transferências de recursos entre contas na própria instituição, por mês, em guichê de caixa, em terminal de autoatendimento ou mesmo pela internet;
Compensação de cheques;
Envio, até 28 de fevereiro de cada ano, do extrato consolidado do ano anterior, discriminando, mês a mês, as tarifas cobradas no ano anterior em conta-corrente de depósitos à vista ou em conta-corrente de depósitos de poupança.
Como escolher a cesta ideal?
Apesar de os bancos serem obrigados a oferecer o perfil básico e este não possuir custo, ele pode não ser vantajoso para todos. Isso porque, ultrapassados os limites mensais de cada serviço, o cliente paga pelo excedente, o que pode ser oneroso, se o número de serviços utilizados for muito maior.

Dessa forma, para escolher a cesta de serviços ideal, procure listar tudo o que usou de serviços bancários nos últimos dois meses. Assim, será possível estimar o número realizados de saques, transferências, consulta de extratos impressos no caixa eletrônico, entre outros, e escolher o melhor pacote para o seu perfil.


InfoMoney

 

Notícias

J.Lo ou J.Aff? Por que adotar o sobrenome do marido?

J.Lo ou J.Aff? Por que adotar o sobrenome do marido? Lúcia Soares 3 ago 2022 - 10h59 (atualizado às 13h06) Parece inacreditável, mas até 2002, ainda vigorava no Brasil uma lei, que estabelecia que o marido poderia anular o casamento e devolver a mulher à família, caso descobrisse...

O que o podcast ‘A Casa Abandonada’ ensina sobre divisão de herança

O que o podcast ‘A Casa Abandonada’ ensina sobre divisão de herança Além de causar mal-estar às famílias, litígio desvaloriza bens e é prejudicial para rentabilidade A herança de uma pessoa é a soma de todo o patrimônio conquistado ao longo da vida, como investimentos, imóveis, empresas, bens e até...

Casamento, regime de bens e sucessão entre cônjuges

OPINIÃO Casamento, regime de bens e sucessão entre cônjuges 28 de julho de 2022, 21h27 Por Paulo Eduardo Razuk e Denise Zanutto Tonelli Oliveira "INVENTÁRIO. Decisão que declarou a ineficácia da escritura pública, determinando a aplicação da Súmula 377 do E. STF. AGRAVO DE INSTRUMENTO....

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca extinção de união estável

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca extinção de união estável Processo: REsp 1.852.807-PR, Rel. Min. Paulo de Tarso Sanseverino, Terceira Turma, por unanimidade, julgado em 10/05/2022, DJe 13/05/2022. Ramo do Direito: Direito Civil Tema: Extinção de união estável. Partilha de imóvel comum....