TJDFT alerta sobre golpe do falso cartório

TJDFT alerta sobre golpe do falso cartório

 Ter, 12 de Abril de 2011 07:57

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios alerta sobre um novo golpe que está sendo realizado em Brasília, falsamente relacionado aos Cartórios Extrajudiciais do TJDFT.

O golpe consiste no envio de correspondência (carta ou e-mail) com cobrança de suposta dívida existente no Cartório e com ameaça de protesto no caso de não pagamento. O prazo oferecido para quitação é exíguo, para evitar que a vítima busque mais detalhes da "dívida". Sempre é fornecido um telefone do "cartório", para que a vítima obtenha a confirmação do iminente protesto e possível negativação do seu nome nos órgãos de crédito.

A vítima liga para o número fornecido na correspondência e os falsários confirmam a dívida e induzem ao pagamento total ou parcial do suposto débito. Depois que a vítima efetua o pagamento do boleto ou o depósito na conta bancária fornecida é que descobre não possuir qualquer dívida relacionada com a cobrança e que fora vítima de um golpe.

Cartórios de protesto não ligam para clientes. Caso a pessoa receba uma correspondência, a melhor forma de descobrir se é um golpe é ir pessoalmente ao cartório ou ligar para os números indicados na lista dos ofícios do Distrito Federal no link abaixo. Veja também os contatos da Corregedoria do TJDFT, do Coordenadoria de Correição e Inspeção Extrajudicial - COCIEX e da Associação dos Notários e Registradores do Distrito Federal - ANOREG/DF.

Cartórios Extrajudiciais
Corregedoria do TJDFT - 3103-7800
COCIEX - 3103-7181
ANOREG - 3321-9408


Fonte: Site do TJDFT
AnoregBR

 

Notícias

Pensão por morte: Nova lei torna mais difícil obter o benefício

Pensão por morte: Nova lei torna mais difícil obter o benefício 12 de julho de 2019 Longe de algum dia ter sido fácil. A comprovação de união estável perante o INSS complica a cada mudança legislativa promovida pelo governo federal. Com a Lei 13.846 foram estabelecidas regras mais rigorosas na...
Leia mais

Inventários e partilhas: melhor fora do Judiciário

Inventários e partilhas: melhor fora do Judiciário        Luciana Gouvêa* 12 de julho de 2019 | 06h00 Quando morre uma pessoa e existem bens a serem passados para herdeiros (sucessão), legalmente isso só pode ser feito por intermédio de Inventário e de Partilha. O...
Leia mais

Não sou casado(a) no papel! Quais são os meus direitos?

11 de Julho de 2019 às 10:34  Não sou casado(a) no papel! Quais são os meus direitos?  Essa situação é chamada pelo direito de União Estável. É muito comum lermos e ouvirmos falar de questões que envolvem o casamento e as consequências do seu término, isto é, do divórcio. Mas certamente...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados