Aposentadoria por invalidez

 

30/12/2010 16:02
 

Trabalho garantiu benefício a profissional em reabilitação

 

 

Um dos destaques da atuação da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público em 2010, segundo o presidente do colegiado, deputado Alex Canziani (PTB-PR), foi a aprovação do Projeto de Lei 7201/10, que mantém o pagamento da aposentadoria por invalidez enquanto o trabalhador estiver no processo de reabilitação profissional previsto no regulamento da Previdência Social.

Da autoria do deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), a proposta evita que o trabalhador segurado fique sem o benefício nem o salário — por ainda não se encontrar em condição de desempenhar uma atividade profissional. Segundo o projeto, ele deixará de receber o benefício apenas quando estiver pronto para trabalhar, ou permanecerá com a aposentadoria por invalidez se vier a ser avaliado como não recuperável.

Eficiência administrativa
Ao longo de 2010, a comissão votou 241 propostas, das quais 185 foram aprovadas e 56 rejeitadas. Das 185, 128 são projetos de lei.

Alex Canziani destaca também a aprovação do PL 6524/09, do deputado Edigar Mão Branca (PV-BA), que inclui o ato de retardar ou impedir o uso de recursos da União e dos estados entre as condutas sujeitas a punição pela Lei de Improbidade Administrativa. O objetivo é proteger a eficiência da administração pública.

Contribuição rural
Outra decisão de relevo, acrescenta Canziani, foi a aprovação do PL 751/03, do deputado Assis do Couto (PT-PR), que altera o critério de tamanho da área trabalhada para o enquadramento de atividade rural e o recolhimento da contribuição sindical.

Hoje, pode ser considerado empresário rural quem explora área superior a dois módulos rurais, e trabalhador rural quem explora até quatro módulos. Ou seja, quem explora entre dois e quatro módulos pode ser enquadrado em ambas as categorias.

O projeto classifica como empresário, ou empregador rural, apenas quem explora quatro ou mais módulos rurais. E garante o direito do empregador de contribuir como trabalhador rural, ao invés de recolher sua contribuição sindical à entidade patronal, proibindo que, sob alegação de inadimplência, ele venha a ter seu nome inscrito no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Federais, e em consequência seja privado do acesso a incentivos fiscais e ao crédito rural.

Integração com a sociedade
Alex Canziani diz que a comissão procurou sempre atuar em integração com os diversos setores da sociedade. Entre as ações nesse sentido, ele apontou a realização do programa “Trabalho em Debate”.

"Trouxemos palestrantes para debater questões relativas ao trabalho, como as perspectivas de mercado e a construção da marca pessoal. Tivemos palestrantes de renome nacional que puderam trazer, não só para os membros da Comissão de Trabalho, mas também para funcionários da Casa e alunos de universidades que estiveram conosco, abordagens muito interessantes", explica Canziani.

Reajuste do Judiciário
Ele acrescenta que outra missão importante no ano foi a intermediação das negociações sobre a remuneração dos servidores do Judiciário. A reivindicação era de reajuste médio de 56%.

"Nós, junto ao Ministério do Planejamento, estivemos no Supremo Tribunal Federal tentando intermediar uma proposta que pudesse significar o atendimento, se não total daquilo que o Judiciário pede, de parte dessa pretensão", observa.

Canziani prevê que, na próxima legislatura, a pauta da comissão trará questões decisivas, como propostas relativas às garantias trabalhistas; reestruturação de carreiras e planos de cargos e salários dos servidores públicos; e a reforma trabalhista, que depende do encaminhamento pelo Poder Executivo.

 

Reportagem - Luiz Claudio Pinheiro e Idhelene Macedo
Edição – João Pitella Junior - Agência Câmara

Notícias

Bolsonaro assina decreto que extingue o horário de verão

Bolsonaro assina decreto que extingue o horário de verão 25 de abril de 2019, 12h22 Por Ana Pompeu O presidente da República, Jair Bolsonaro, extinguiu, nesta quinta-feira (25/4), o horário de verão. Ele assinou o decreto que revoga a medida em cerimônia no Palácio do Planalto, conforme havia...
Leia mais

Sancionada a Lei que cria Empresa Simples de Crédito (ESC)

Sancionada a Lei que cria Empresa Simples de Crédito (ESC) LEI COMPLEMENTAR Nº 167, DE 24 DE ABRIL DE 2019 Dispõe sobre a Empresa Simples de Crédito (ESC) e altera a Lei nº 9.613, de 3 de março de 1998 (Lei de Lavagem de Dinheiro), a Lei nº 9.249, de 26 de dezembro de 1995, e a Lei Complementar nº...
Leia mais

ISS para sociedades de advogados deve ser por valor fixo, decide STF

ISS para sociedades de advogados deve ser por valor fixo, decide STF Publicado em 24/04/2019 - 11:41 Por Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil  Brasília O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (24), por 7 votos a 1, que os municípios não podem sancionar leis que...
Leia mais

As dívidas também são partilhadas no divórcio?

As dívidas também são partilhadas no divórcio? Lisiane Alves, Advogado  Publicado por Lisiane Alves há 19 horas O que acontece com as dívidas adquiridas em nome de um dos cônjuges em caso de Divórcio? Serão as dívidas partilhadas entre o casal, assim como ocorre com os bens? Bom. Tanto no...
Leia mais

Namorados, conviventes, namoridos? Afinal, o que somos?

Namorados, conviventes, namoridos? Afinal, o que somos? Para definir esta relação, de namoro ou de união estável, vários fatores e características deste relacionamento devem ser analisados Ana Lúcia Moure Simão Cury 22.04.19 17h16 - Atualizado em 22.04.19 19h41 “- Olá, tudo bem? Quanto...
Leia mais

Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2

CARÁTER DE SUBSISTÊNCIA Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2 18 de abril de 2019, 10h11 No processo, a autora pediu que fossem penhorados os planos de previdência dos sócios da devedora, já que não foram encontrados bens em nome da empresa para quitar a dívida...
Leia mais

IBDFAM: É POSSÍVEL RENUNCIAR À HERANÇA EM PACTO ANTENUPCIAL?

IBDFAM: É POSSÍVEL RENUNCIAR À HERANÇA EM PACTO ANTENUPCIAL? Publicado em: 11/04/2019 De autoria de Mário Luiz Delgado, diretor nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – Ibdfam, e Jânio Urbano Marinho Júnior, defensor público federal, o artigo “Posso renunciar à herança em pacto...
Leia mais

Sou menor, posso me casar?

Sou menor, posso me casar? Publicado em 10/04/2019  Portal Veneza Foi sancionada no último dia 13 de março, pelo presidente da República, a lei que proíbe o casamento de menores de 16 anos. O projeto de lei que passou pela câmara e pelo senado era de autoria da ex-deputada federal Laura...
Leia mais

Agente responsável por multa de trânsito não será mais identificado

Agente responsável por multa de trânsito não será mais identificado Determinação foi publicada no DOU e tem como intuito proteger os fiscais, que podem sofrer retaliações por terem registrado uma infração Por AutoPapo02/04/19 às 21h04 Em outubro de 2017 o AutoPapo noticiou que a Resolução nº 709 do...
Leia mais

Vetada dispensa de reavaliação de aposentado portador de HIV

10/04/2019 - 14h31 Vetada dispensa de reavaliação de aposentado portador de HIV O presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou integralmente o projeto que dispensava de reavaliação pericial a pessoa com HIV/aids aposentada por invalidez (PL 10159/18). O texto havia...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados