Banco do Brasil defende pagamento obrigatório de seguro rural

Banco do Brasil defende pagamento obrigatório de seguro rural

07/07/2011 - 13h37
NacionalPolítica
Danilo Macedo
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O vice-presidente de Agronegócio e de Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias, defende o pagamento obrigatório do seguro rural para a agricultura empresarial, assim como já existe nas linhas destinadas, com subvenção, à agricultura familiar. Segundo ele, se todos os agricultores que acessassem as linhas de crédito do Plano Agrícola e Pecuário do governo, com juros reduzidos, tivessem que fazer seguro, o valor ficaria bem menor e haveria ganhos ao produtor e ao restante da sociedade.

A ideia do seguro obrigatório, segundo o ex-senador Osmar Dias, já foi apresentada por ele aos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e da Agricultura, Wagner Rossi, e foi bem recebida. É preciso, no entanto, mais estudos para o aval do Tesouro Nacional, que subvencionaria parte do seguro.

“A esperança que temos é que o Seguro Faturamento seja o seguro que todos terão”, disse Dias. O Seguro Faturamento é uma nova modalidade de seguro rural disponibilizada a partir da safra 2011/2011, que se inicia, e, além de cobrir perdas por eventos climáticos, garantirá o ressarcimento ao produtor da redução de receitas causada pela queda de preço de seu produto no mercado.

Dias disse que, se o seguro já fosse obrigatório a algumas safras, seria desnecessária toda discussão sobre renegociação de dívidas rurais. O Seguro Faturamento lançado agora abrange apenas a cultura da soja e tem isenção de Imposto Operações Financeiras (IOF) e subsídio federal, em média, de 50% do valor do prêmio, podendo ser cumulativo com subvenções estaduais, caso existam.

A expectativa do Banco do Brasil é que sejam segurados cerca de R$ 500 milhões em produção. “A grande novidade do banco para esta safra é o Seguro Faturamento com a cultura da soja, que esperamos ver ampliado pra todas as culturas”, disse Dias.

Edição: Talita Cavalcante
Agência Brasil

 

Notícias

A alteração do gênero e nome da pessoa transgênero

A alteração do gênero e nome da pessoa transgênero Mayra Zago de Gouveia Maia e Janaina Cássia de Oliveira Zarpelon quarta-feira, 25 de maio de 2022 Transgênero é a pessoa que se identifica com gênero diferente daquele biologicamente a ela atribuído1. Com base no princípio da dignidade da pessoa...

Publicada lei que torna hediondo crime contra menor de 14 anos

Publicada lei que torna hediondo crime contra menor de 14 anos Texto foi publicado no Diário Oficial da União Publicado em 25/05/2022 - 12:56 Por Karine Melo - Repórter da Agência Brasil - Brasília Origem da Imagem/Fonte: Agência Brasil Com punições duras aos agressores, foi sancionada sem vetos...

28 aplicativos úteis para advogados aumentarem sua produtividade

28 aplicativos úteis para advogados aumentarem sua produtividade direitonews.com.br|maio 04, 2022 Origem da Imagem/Fonte: Direito News Aplicativos para advogados nada mais são do que softwares desenvolvidos para dispositivos móveis voltados para os operadores do direito. Eles existem para que você...

Quais direitos de quem vive em união estável em caso de falecimento?

Quais direitos de quem vive em união estável em caso de falecimento? Descubra quais são os direitos da pessoa que vivia em união estável em caso de falecimento Muitos casais atualmente não formalizam a união através do casamento civil e religioso. Muitos desses casais simplesmente começam a viver...