Dilma Rousseff sanciona lei para viabilizar trem-bala

 

05/05/2011 - 20h48

Dilma Rousseff sanciona lei para viabilizar trem-bala 

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quarta-feira (4) a Lei 12.404/11, que autoriza a União a oferecer garantia para financiamento de até R$ 20 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao consórcio que construirá o Trem de Alta Velocidade (TAV), conhecido como trem-bala. A lei também cria a Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade (Etav) para planejar e promover o desenvolvimento do transporte ferroviário de alta.

O trem-bala ligará os aeroportos internacionais de Campinas (Viracopos), São Paulo (Guarulhos) e Rio de Janeiro (Galeão), num percurso de 511 quilômetros. O custo do projeto é estimado em R$ 34,6 bilhões. Especialistas prevêem, no entanto, que o total pode alcançar R$ 50 bilhões. A licitação do trem-bala, já adiada por duas vezes, deve acontecer em 29 de julho.

A matéria foi aprovada no Plenário do Senado, na forma de conversão da Medida Provisória 511/10 (PLV 7/11), no dia 13 de abril. Na discussão, que durou mais de cinco horas, senadores da oposição criticaram duramente a apresentação da proposta por meio de MP, questionando tanto a urgência quanto o mérito do projeto.

Também houve questionamento quanto à constitucionalidade da criação de empresa pública por meio de medida provisória transformada em projeto de lei de conversão. Segundo a Constituição, uma empresa pública só pode ser instituída por lei específica.

Os senadores governistas afirmaram, porém, que existe jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) permitindo a criação de empresa pública do modo que foi feito. Também argumentaram que o trem-bala vai impulsionar o desenvolvimento e o turismo no país.

Agência Senado
 

Notícias

Uso de criptomoedas não significa lavagem de dinheiro

Uso de criptomoedas não significa lavagem de dinheiro 13 de fevereiro de 2019, 15h46 Por Rhasmye El Rafih Não obstante, as moedas virtuais são sofisticadas tecnologias desenvolvidas para favorecer transações financeiras descentralizadas e céleres, sem a necessidade de intermediação por banco ou...
Leia mais

Herdeiro condenado pela Justiça perde o direito à herança? - Exame

Herdeiro condenado pela Justiça perde o direito à herança? - Exame Publicado em: 14/02/2019 Um herdeiro que está preso, condenado pela Justiça, perde seus direitos? Veja a resposta no vídeo de finanças pessoais, com o advogado Samir Choaib, especialista em direito sucessório.   Assista o...
Leia mais

Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO Para a maioria dos magistrados, STF deve se submeter a uma corregedoria 13 de fevereiro de 2019, 10h25 Por Fernanda Valente Os dados mostram que 95,9% dos juízes ativos de primeira instância são a favor da submissão a uma corregedoria. Confira a pesquisa em Consultor...
Leia mais

A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica

REFLEXÕES TRABALHISTAS A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica 8 de fevereiro de 2019, 8h00 Por Pedro Paulo Teixeira Manus A função institucional do Poder Judiciário é dizer o direito, proporcionando a segurança jurídica aos jurisdicionados. Prossiga em Consultor Jurídico
Leia mais

Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições

Telemedicina: CFM abre prazo de 60 dias para contribuições Publicado em 07/02/2019 - 10:49 Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil  Brasília O Conselho Federal de Medicina (CFM) abriu prazo de 60 dias para receber contribuições relativas à Resolução nº 2.227/2018, que atualiza...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados