OAB decide estudar PEC de deputado que muda sistema de indicação no STF

OAB decide estudar PEC de deputado que muda sistema de indicação no STF

Brasília, 06/07/2011

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, recebeu hoje (06) em audiência o deputado federal e presidente do PPS, Rubens Bueno (PR), que pediu apoio da entidade para uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), de sua autoria, que modifica a forma de indicação dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ophir informou ao parlamentar que vai encaminhar a PEC à análise da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da entidade e, posteriormente, ao Pleno do Conselho Federal da OAB para manifestação de um posicionamento pela entidade. "Mas considero esta uma discussão republicana e importante, que precisa ser travada pelo Parlamento e por todos os segmentos que compõem a Justiça brasileira", ressaltou o presidente nacional da OAB.

A PEC 17/2011, já em tramitação na Câmara dos Deputados, prevê que os ministros do STF continuarão sendo nomeados pelo presidente da Republica, depois de aprovada sua escolha pela maioria absoluta do Senado Federal, mas sua composição, em vez de ser da livre escolha do chefe do Poder Executivo, se dará da seguinte forma: três ministros indicados pelo Superior Tribunal de Justiça, dois pela Ordem dos Advogados do Brasil, dois pela Procuradoria-Geral da República, um pela Câmara dos Deputados, um pelo Senado Federal e dois pelo presidente da República. A proposta define um sistema de transição pelo qual os atuais ministros do STF teriam os mandatos preservados até a data de caírem na compulsória, que ocorre aos 70 anos de idade.

Fonte: OAB

 

Notícias

Pais devem pagar pensão à filha sob guarda da avó materna, decide TJSP

Pais devem pagar pensão à filha sob guarda da avó materna, decide TJSP 07/07/2021 Fonte: Assessoria de Comunicação do IBDFAM A 10ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo – TJSP negou provimento ao recurso dos pais de uma menina, que buscavam reformar decisão para se eximirem...

Plataformas online oferecem ferramentas para herança digital

PERFIL POST MORTEM Plataformas online oferecem ferramentas para herança digital 28 de julho de 2021, 7h31 Atualmente, todas essas situações são reguladas pelas disposições gerais de Direito Sucessório e Digital. Assim, os procedimentos e configurações das plataformas, ainda que limitadas, são o...

2ª Câmara Cível do TJRO não reconhece união estável após morte à namorada

Terça, 20 Julho 2021 10:09 2ª Câmara Cível do TJRO não reconhece união estável após morte à namorada A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Rondônia negou provimento ao recurso de apelação que visava o reconhecimento de união estável pós morte. Os desembargadores concluíram que, todos os...