Sebrae incentiva consumidores a comprar do pequeno

Sebrae incentiva consumidores a comprar do pequeno

05/10/2015 07h30  Brasília
Da Agência Brasil

No Dia da Micro e Pequena Empresa, lembrado hoje (5), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) chama a atenção para a campanha que incentiva os consumidores a comprar produtos e serviços de pequenos negócios. Segundo a entidade, esse tipo de empreendimento responde por 27% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e riquezas produzidos em um país) e por 52% do total de empregos com carteira assinada.

O Movimento Compre do Pequeno foi lançado em agosto e lista razões como a facilidade de acesso e o desenvolvimento econômico regional para incentivar o negócio. A ação inclui o site https://www.compredopequeno.com.br, que tem mais de 160 mil empresas cadastradas.

“Com o pequeno, você tem a possibilidade de fazer uma compra mais customizada”, afirma o gerente de atendimento do Sebrae, Enio Pinto. “Os donos dos pequenos negócios chamam você pelo nome, conhecem seus hábitos de consumo. A possibilidade de trazer satisfação é maior do que o das grandes corporações, porque os pequenos estão inseridos no dia a dia do bairro”, acrescenta.

O empresário Alexandre Batista Leite é dono de uma farmácia em Brasília há dez anos. Ele aponta a proximidade com os clientes como o principal diferencial dos pequenos e médios empresários. “Eu atendo principalmente os moradores da vizinhança. Sei o nome de todos, os remédios que eles precisam. A gente conversa, fala sobre futebol. Isso só os pequenos proporcionam.”

Para o aposentado João dos Reis, a relação de confiança entre empresários e clientes o fez escolher os pequenos negócios. “Aqui na farmácia do Alexandre eu posso, por exemplo, comprar e só pagar depois. E ele sabe do que eu preciso, deixa os produtos em casa sem cobrar nada.”

De acordo com o Sebrae, atualmente, o Brasil tem 10,3 milhões de micro e pequenas empresas no Supersimples. A maioria fica na Região Sudeste (50%), seguida do Nordeste (19%), Sul (18%), Centro-Oeste (8%) e Norte (5%).

Edição: Talita Cavalcante
Agência Brasil

____________________________

Sebrae lança campanha para incentivar consumo de produtos de pequenos negócios

05/08/2015 16h36  São Paulo
Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lançou hoje (5) uma campanha para estimular o consumo de produtos e serviços de empreendimentos de pequeno porte. O Movimento Compre do Pequeno Negócio será composto de uma série de ações de divulgação e uma grande mobilização no dia 5 de outubro.

Segundo o presidente do Sebrae, Luiz Barretto, a campanha pretende mostrar a importância das pequenas empresas para economia e geração de empregos no país, de modo a sensibilizar os consumidores. “O foco é fazer com que 10 milhões de micro e pequenas empresas possam criar em relação aos consumidores brasileiros um movimento que permita agregar atributos.”

Representando cerca de 95% das empresas brasileiras, os micro e pequenos negócios respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) e por 52% dos empregos com carteira assinada (17 milhões de pessoas).

De acordo com Barreto, as redes sociais devem ser o principal veículo de divulgação. “As redes sociais são o eixo da campanha”, afirmou. Para o dia 5, estão programadas atividades em todo o país, entre as quais um festival gastronômico no Rio Grande do Norte. No Rio de Janeiro, os vendedores de suco na praia usarão fantasias que remetem à ideia.

Para São Paulo, estão previstos cursos e oficinas de capacitação, voltados especialmente para microempreendedores individuais. “Esse pequeno empresário paulista precisa estar capacitado para receber bem o consumidor que vai aderir à campanha”, explicou o superintendente do Sebreae no estado, Bruno Caetano.

Segundo Caetano, a ideia é capacitar mais de 40 mil microempreendedores individuais. Além disso, serão ministrados cursos pela internet, como forma de atingir o maior público possível. “Temos um programa de ensino a distância, onde toda a base de clientes Sebrae –- mais de 1 milhão de empreendedores no estado – receberá treinamento”, acrescentou.

Apesar da crise, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, informou que há possibilidade de expansão para empresas.

“O setor de bares e restaurantes não está enxergando a crise das manchetes diárias. É evidente que ela existe. Em alguns segmentos ou localidades, é até muito intensa, mas bares e restaurantes mais populares têm registrado crescimento no movimento dos últimos meses", concluiu Solmucci.

Edição: Armando Cardoso
Agência Brasil

Notícias

Pontuação não pode ser lançada em CNH antes de recurso administrativo

CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA Pontuação não pode ser lançada em CNH antes de recurso administrativo 4 de maio de 2021, 7h46 Por Tábata Viapiana O magistrado embasou a decisão na Resolução Contran 619/16 e também disse ser inaplicável a penalidade enquanto os fatos não forem devidamente apurados...

Está se separando? Veja como realizar o divórcio rapidamente

Está se separando? Veja como realizar o divórcio rapidamente Por Redação -30 de abril de 20210 Todo casamento que chega ao fim precisa ser formalizado pelo divórcio, que rompe legalmente qualquer tipo de vínculo matrimonial e as demais questões referentes à união, partilha de bens, uso do nome...

Pode um herdeiro vender parte de uma herança que tem direito?

Pode um herdeiro vender parte de uma herança que tem direito? Por Gabriel Dau -8 de março de 20213 Pode um herdeiro vender parte de uma herança que tem direito antes mesmo de terminar processo que vai definir a partilha, ou seja, o inventário? Esta pergunta é até frequente de ser feita,...

A locação de imóveis por plataforma digital e o REsp 1.819.075-RS

OPINIÃO A locação de imóveis por plataforma digital e o REsp 1.819.075-RS 28 de abril de 2021, 6h35 Por Gleydson K. L. Oliveira O negócio jurídico de locação de imóvel viabilizado por plataforma digital deve ser classificado como de locação ou de hospedagem? Confira em Consultor...

Quais são os direitos de quem vive em União Estável?

Quais são os direitos de quem vive em União Estável? Por Redação -23 de abril de 2021 De acordo com o Código Civil, é considero união estável a relação de convivência entre um casal de forma contínua e duradoura, com o objetivo de constituir uma família. Além disso, não é obrigatório o...

Contrato de namoro e a pandemia da Covid-19

Contrato de namoro e a pandemia da Covid-19 Escrito por Roberta Madeira Quaranta , roberta.quaranta@defensoria.ce.def.br 05:00 / 23 de Abril de 2021. Não é novidade que a procura por contratos de namoro tem aumentado durante a pandemia, vez que os casais enamorados, embora procurem passar os longos...

O QUE É CURATELA?

O QUE É CURATELA? APRIL 22, 2021AuthorSérgio Carlos de Souza A curatela é um mecanismo de proteção para aqueles maiores de idade, que não possuem capacidade de reger os atos da própria vida. Segundo Nelson Rosenvald, grande jurista brasileiro, ela é o “encargo imposto a uma pessoa natural para...