STJ lança cartilha e vídeos sobre acessibilidade no mês da pessoa com deficiência

CIDADANIA
19/09/2022 07:25

STJ lança cartilha e vídeos sobre acessibilidade no mês da pessoa com deficiência

Em apoio à campanha Setembro Verde, destinada a dar visibilidade à inclusão social da pessoa com deficiência, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) lançou uma cartilha e uma série de vídeos para orientar e estimular a adoção de comportamentos inclusivos.

A cartilha – disponível na Biblioteca Digital Jurídica – foi criada pela Comissão de Acessibilidade e Inclusão do STJ (ACI), que, a cada mês de setembro, promove uma programação de apoio à campanha no âmbito da corte. Com a iniciativa deste ano, o objetivo é contribuir para incentivar a inclusão não apenas no tribunal, mas também em outras instituições.

O conteúdo da cartilha foi transformado pela Coordenadoria de TV e Rádio do STJ em sete vídeos – as Pílulas de Acessibilidade –, com cerca de dois minutos de duração, que tratam de assuntos como a forma correta de se referir à pessoa com deficiência, esclarecimentos sobre deficiência intelectual e a maneira de interagir com pessoas em cadeira de rodas, surdas e cegas, de acordo com as necessidades de cada uma. Os vídeos trazem um código QR que permite baixar a cartilha em PDF e podem ser acessados no Canal do STJ no YouTube.

A coordenadora da ACI, Simone Pinheiro Machado, destaca que a cartilha pode servir para toda a sociedade. "O objetivo é atender cada vez melhor essas pessoas e garantir o acesso delas à Justiça e aos demais serviços públicos", afirma.

O lançamento dos vídeos integra a semana de celebrações do Dia Nacional da Pessoa com Deficiência e do Dia Nacional do Surdo, de 19 a 23 deste mês.

Superior Tribunal de Justiça (STJ)

 

Notícias

Prazo máximo de renovação compulsória de aluguel comercial é de cinco anos

SEM ABUSO Prazo máximo de renovação compulsória de aluguel comercial é de cinco anos 14 de setembro de 2022, 8h48 Por Danilo Vital A questão toda passa pela interpretação do artigo 51 da Lei da Inquilinato. A norma diz que, "nas locações de imóveis destinados ao comércio, o locatário terá direito a...

TJSP condena pai a indenizar filha por abandono afetivo

TJSP condena pai a indenizar filha por abandono afetivo 04/09/2022 Reparação por danos morais fixada em R$ 10 mil.     Em decisão unânime, a 2ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou um homem a indenizar sua filha por danos morais em decorrência de...

Arrematadores não podem tomar posse de imóvel obtido em leilão anulado

SEM AS CHAVES Arrematadores não podem tomar posse de imóvel obtido em leilão anulado 6 de agosto de 2022, 7h31 Por Emylly Alves Então, segundo o julgador, "a alienação do imóvel aos autores não poderia ter ocorrido, pois deixou de observar as formalidades legais. Se a imissão de posse está...