Antes dos 35

Extraído de Revista INCorporativa

Antes dos 35: Mulheres profissionais em cargo de liderança

E de onde vem tanto sucesso?


03/03/2011

Com a aproximação do Dia Internacional da Mulher (8/3) é inevitável observar que elas estão cada vez mais presentes no mercado de trabalho. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde de 2009, as mulheres ocupam 1,2 bilhão de postos. Hoje no Brasil são cerca de 97,5 milhões de mulheres no país, dessas 36% dos cargos de chefia*.

Renata Aledo, 28 anos, gerente de produto da indústria farmacêutica anglo-americana Shire, que comercializa medicamentos voltados para doenças raras, é um bom exemplo disso. Contratada nos Estados Unidos em 2009 após concluir seu MBA em Gerenciamento de Pessoas na La Salle University, Pensilvânia, a jovem foi convidada para atuar no Brasil pela experiência adquirida nos Estados Unidos durante os quatro anos e meio em que estudou e trabalhou no país.

“Já atuei no lançamento de um medicamento voltado para o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade nos Estados Unidos, a experiência me ofereceu bagagem e visibilidade suficiente sobre como atuar, conhecer meus concorrentes e as melhores práticas. Aceitei a proposta de vir para o Brasil para encarar novos desafios”, conclui a executiva em plena ascensão profissional.

Outro exemplo de mulher bem sucedida, na área de saúde, é a dentista especialista em periodontia e radiologia, sócia- executiva da Simplan Implante Dentário, Alessandra Domingos. Aos 34 anos, traz na sua história a criação de uma rede de clinicas especializadas em Implantes Dentários. “Começamos em 2008 com 3 clínicas e 5 cadeiras de dentista. Hoje, a Simplan soma 5 unidades próprias, 40 cadeiras de dentistas e 100 profissionais. E vamos abrir novas clínicas esse ano”, comenta Alessandra.

E de onde vem tanto sucesso? De acordo com Alessandra, da versatilidade da mulher em atuar em vários papéis. “É uma luta diária, mas realizadora. Estou à frente dos negócios, além de ser mãe de dois filhos, filha, irmã e dentista. Acredito que essa característica venha do instinto materno, que envolve características como dedicação, facilidade para ouvir, ponderar situações de estresse, entre outras, que se aplicam também à gestão de negócios. Diariamente, uso essas características mais "femininas" para cuidar junto com meus sócios da empresa, para que ela cresça com maturidade e de modo saudável, assim como uma mãe espera de um filho. Está dando certo!”, finaliza.

*Dados da pesquisa realizada pelo Great Pleace to Work



 

 

Notícias

Apelação Cível - Reexame Necessário - Ação de Revisão de Cláusula C/C Declaratória de Anulação e/ou Modificação de Cláusula em Escritura - Doação de Imóvel pelo Município de Montes Claros - Cláusula de Inalienabilidade

22/01/2019 Apelação Cível - Reexame Necessário - Ação de Revisão de Cláusula C/C Declaratória de Anulação e/ou Modificação de Cláusula em Escritura - Doação de Imóvel pelo Município de Montes Claros - Cláusula de Inalienabilidade APELAÇÃO CÍVEL - REEXAME NECESSÁRIO - AÇÃO DE REVISÃO DE CLÁUSULA C/C...
Leia mais

TJ-SP admite extinção de usufruto de imóvel arrematado em leilão

EFETIVIDADE DA EXECUÇÃO TJ-SP admite extinção de usufruto de imóvel arrematado em leilão 17 de outubro de 2018, 10h29 Por Tadeu Rover Segundo o processo, para fraudar a execução, o devedor simulou uma doação do imóvel aos filhos, reservando o usufruto vitalício a ele e à sua mulher. Leia em...
Leia mais

Homem deve indenizar ex-mulher por traição

Dano moral Homem deve indenizar ex-mulher por traição Juíza considerou que a infidelidade se deu com pessoa que era considerada da família e que trabalhava na empresa pertencente à autora. quinta-feira, 17 de janeiro de 2019 A juíza de Direito Clarissa Somesom Tauk, da 5ª vara da Família e...
Leia mais

Previdência para amantes: descalabro jurídico

Previdência para amantes: descalabro jurídico          Regina Beatriz Tavares da Silva* 17 Janeiro 2019 | 06h00 Em vários artigos anteriores (como aqui, aqui e aqui) já salientei a importância do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos Recursos...
Leia mais

Artigo – É meu, seu ou nosso? – Por Marcia Dessen

Artigo – É meu, seu ou nosso? – Por Marcia Dessen Evite conflitos e escolha, antes de casar, o regime da comunhão de bens Nem sempre um casal decide e planeja o casamento. Muitas vezes, acontece aos poucos, e, de repente, estão casados ou vivendo em união estável. Independentemente da forma ou da...
Leia mais

O divórcio do homem mais rico do mundo e o pacto antenupcial

O divórcio do homem mais rico do mundo e o pacto antenupcial          Lucas Marshall Santos Amaral 11 Janeiro 2019 | 04h00 Jeff Bezos e MacKenzie Bezos estão casados há 25 anos. Foi nesse período que ele se tornou o homem mais rico do mundo. Porém, a vida de...
Leia mais

Afeto como elemento basilar da relação familiar

Afeto como elemento basilar da relação familiar    10/01/19 ÀS 00:00 André Vieira Saraiva de Medeiros A família sofreu inúmeras modificações ao longo dos anos e – por consequência do processo evolutivo – a concepção de parentalidade foi extensivamente alterada, sob influência direta da...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados