CCJ deve votar reajuste de causas em juizados especiais

06/09/2012 - 14h21 Comissões - Justiça - Atualizado em 06/09/2012 - 14h24

CCJ deve votar reajuste de causas em juizados especiais e incentivos à reciclagem

Simone Franco

O valor das causas aceitas pelos juizados especiais cíveis estaduais poderá aumentar de 40 (R$ 24.880,00) para 60 (R$ 37.320,00) salários mínimos. A equiparação com o limite das ações dos juizados especiais federais consta de projeto de lei (PLS 50/2012) do senador Lobão Filho (PMDB-MA), que pode ser votado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), em decisão terminativa, na próxima quarta-feira (12).

Além dessa alteração, a proposta modifica o Código de Defesa do Consumidor (CDC) para proibir a apelação a instâncias superiores da Justiça em ações individuais envolvendo relações de consumo e inferiores a 60 salários mínimos.

“Nada é mais pernicioso à sociedade que a decisão judicial deformada pelo tempo. Daí por que vejo com bons olhos tanto a elevação do valor de alçada dos juizados estaduais cíveis quanto o mecanismo que permite encerrar na primeira instância as causas movidas pelo consumidor, nas quais as condenações não ultrapassem 60 salários mínimos”, avaliou o relator, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), no parecer favorável ao PLS 50/2012.

Reciclagem

A CCJ deve analisar também proposta de emenda à Constituição (PEC 1/2012) que alivia a carga tributária aplicada a produtos feitos com material reciclado ou reaproveitado. A matéria é de iniciativa do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), que pretende, com esse incentivo fiscal, estimular o mercado nacional de reciclagem e reaproveitamento de materiais.

O relator, senador Armando Monteiro (PTB-PE), recomendou a aprovação da proposta com ligeiras mudanças. Em vez de eliminar a incidência de todos os impostos sobre o setor, como defendia o autor, Armando Monteiro, manteve a taxação pelo Imposto de Importação (II).

Ao justificar a medida, o relator argumentou que “não se pode privar o governo federal desse importante instrumento de regulação do comércio exterior”. Em sua avaliação, a eliminação de todos os impostos incidentes neste negócio poderia agravar, por exemplo, “a importação de roupas fabricadas na China com insumos reciclados no território daquele país”.

 

Agência Senado

 

Notícias

A alteração do gênero e nome da pessoa transgênero

A alteração do gênero e nome da pessoa transgênero Mayra Zago de Gouveia Maia e Janaina Cássia de Oliveira Zarpelon quarta-feira, 25 de maio de 2022 Transgênero é a pessoa que se identifica com gênero diferente daquele biologicamente a ela atribuído1. Com base no princípio da dignidade da pessoa...

Publicada lei que torna hediondo crime contra menor de 14 anos

Publicada lei que torna hediondo crime contra menor de 14 anos Texto foi publicado no Diário Oficial da União Publicado em 25/05/2022 - 12:56 Por Karine Melo - Repórter da Agência Brasil - Brasília Origem da Imagem/Fonte: Agência Brasil Com punições duras aos agressores, foi sancionada sem vetos...

28 aplicativos úteis para advogados aumentarem sua produtividade

28 aplicativos úteis para advogados aumentarem sua produtividade direitonews.com.br|maio 04, 2022 Origem da Imagem/Fonte: Direito News Aplicativos para advogados nada mais são do que softwares desenvolvidos para dispositivos móveis voltados para os operadores do direito. Eles existem para que você...

Quais direitos de quem vive em união estável em caso de falecimento?

Quais direitos de quem vive em união estável em caso de falecimento? Descubra quais são os direitos da pessoa que vivia em união estável em caso de falecimento Muitos casais atualmente não formalizam a união através do casamento civil e religioso. Muitos desses casais simplesmente começam a viver...