É o uso que faz a língua

No feminino, o correto é dizer "oficial" ou "oficiala" de justiça?

(23.07.10)

 

A utilização, algumas vezes, por esta página, da expressão "oficiala de justiça" - quando se trata de servidora do sexo feminino - deixou uma dúvida na leitora Ana Paula Picolotto Vieira, estagiária de um escritório de Advocacia de Bento Gonçalves.

A palavra com "a" no final estaria correta? - questionou ela. O colunista sentiu-se instigado e foi ouvir o editor e professor de Língua Portuguesa Paulo Flávio Ledur. Eis sua opinião:

"Em que pese os dicionários, em regra, registrarem oficiala como feminino de oficial, é raro encontrarmos esse uso, o que, aliás, ocorre com as funções em que a participação da mulher é fato recente.

No Exército e na Brigada Militar, por exemplo, adotaram-se denominações como capitão feminino Fulana, sargento feminino Sicrana, etc., em vez das formas diretas: capitã, sargenta, ...

Nas áreas em que a participação da mulher é mais antiga, tal não ocorre, estando consagradas as formas diretas: professora, advogada, médica, etc.

Por mais paradoxal que seja, na verdade é o uso que faz a língua, razão por que se deve respeitá-lo. Apesar disso, sou defensor da passagem direta de todas essas funções para o feminino e entendo que isso é apenas uma questão de tempo. Aposto que no futuro todos dirão oficiala, coronela, capitã, sargenta, soldada e até mesmo caba como feminino de cabo, por mais estranha que essa forma hoje possa parecer.

Entendo também que a mulher deve lutar por isso".

 

Fonte: www.espacovital.com.br
 

 

Notícias

Como comprovar a união estável perante ao INSS?

Como comprovar a união estável perante ao INSS? Por Gabriel -22 de outubro de 2020 É muito comum encontrar casais que optam por morar em casas separadas ou na mesma casa e acaba que com o tempo de convivência não é feito nenhum registro de união e com isso surgem muitas dúvidas em como regularizar...

Divórcio é concluído em menos de 24 horas

Divórcio é concluído em menos de 24 horas na comarca de Cocalzinho Publicado: 16 Outubro 2020 Uma sentença de divórcio consensual foi homologada na comarca de Cocalzinho de Goiás, pelo juiz Levine Raja Gabaglia Artiaga, menos de 24 horas após a protocolização do pedido. A petição foi apresentada na...

Assinatura eletrônica e Assinatura digital: qual a diferença?

Assinatura eletrônica e Assinatura digital: qual a diferença? Alguns esclarecimentos para que não haja mais confusão entre os termos Você certamente já ouviu falar em “assinatura eletrônica” e “assinatura digital”, mas, na prática, sabe qual a diferença entre elas? Neste post vamos explicar o...

A proteção e o planejamento do patrimônio por meio de cláusulas especiais

15/10/2020 | domtotal.com A proteção e o planejamento do patrimônio por meio de cláusulas especiais Os contratos são a maior expressão da liberdade de contratar e com quem contratar Renato Campos Andrade* Os contratos entre particulares permitem uma ampla gama de possibilidades, tendo em vista que...

Bolsonaro sanciona novo Código de Trânsito e diz que pode complementar lei

Bolsonaro sanciona novo Código de Trânsito e diz que pode complementar lei Por Flávia Said Em 13 out, 2020 - 20:02 “Algumas coisas foram alteradas. Não era aquilo que nós queríamos, mas houve algum avanço e com toda certeza o ano que vem a gente pode apresentar um novo projeto buscando corrigir...

Doação com encargo e a eficácia contra terceiros e o registro de imóveis

Doação com encargo e a eficácia contra terceiros e o registro de imóveis Carlos Eduardo Elias de Oliveira quarta-feira, 14 de outubro de 2020 1. Introdução O encargo previsto em uma escritura pública de doação deve ou não constar na matrícula do imóvel? Esse encargo tem eficácia contra terceiros?...

STF barra retrocesso e reafirma proibição de trabalho a menores de 16 anos

INVERSÃO DE RESPONSABILIDADES STF barra retrocesso e reafirma proibição de trabalho a menores de 16 anos 12 de outubro de 2020, 13h44 Por Fernanda Valente O ministro também considerou as sequelas físicas, emocionais e sociais das crianças e adolescentes expostas a exploração do trabalho...