Mandado de Segurança exige procuração específica para advogado

dom, 08/09/2013 - 19:00

Mandado de Segurança exige procuração específica para advogado

A procuração do cliente para ser representado por seu advogado em reclamação trabalhista não confere ao defensor poderes para ajuizar Ação Rescisória e Mandado de Segurança. A determinação prevista na Orientação Jurisprudencial 151 da Subseção 2 Especializada em Dissídios Individuais do Tribunal Superior do Trabalho foi utilizada pela própria SDI-2 para rejeitar Agravo de Instrumento em Recurso Ordinário ajuizado pelo BicBanco.

Relator do caso, o ministro Emmanoel Pereira afirmou que o único instrumento de mandato que constava dos autos dava à advogada do BicBanco poderes específicos para atuação na reclamação trabalhista matriz. Ele cita a norma que impede o advogado com poderes para representação em reclamação trabalhista de ajuizar AR ou MS.

Como a interposição de recurso não é ato urgente que justifique a apresentação tardia de procuração, explica o relator, não é possível citar os artigos 13, 37 e 515, parágrafo 4º, do Código de Processo Civil, que garantem prazo para correção do problema ou renovam o ato processual.

Emmanoel Pereira diz que caberia à empresa demonstrar a regularidade da representação processual  quando o recurso ordinário foi interposto. Ele votou pela rejeição do recurso do BicBanco, sendo seguido por todos os colegas de subseção. Após ser condenado pela 36ª Vara do Trabalho de Salvador, o BicBanco recorreu junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região. No entanto, o pedido foi negado pelo TRT-5 sob a alegação de que a procuração outorgava poderes apenas para o patrocínio de reclamação trabalhista. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Clique aqui para ler a decisão.

 

Conjur / Portal do Holanda .
Extraído de Portal do Holanda

Notícias

ANOREG/BR comunica disponibilidade de emissão do CCIR 2024 no site do Incra

ANOREG/BR comunica disponibilidade de emissão do CCIR 2024 no site do Incra A Associação dos Notários e Registradores do Brasil (ANOREG/BR) comunica que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) tornou público, na segunda-feira (17/06), o Edital nº 692, de 12 de junho de...

Proteção dos alimentos: a inclusão dos avós na ação de alimentos

OPINIÃO Proteção dos alimentos: a inclusão dos avós na ação de alimentos Diego Ferreira da Silva Voloski 18 de junho de 2024, 19h43 A responsabilidade alimentar dos avós é subsidiária e complementar e só se configura na impossibilidade total ou parcial dos pais de cumprir com suas obrigações...

Nova lei limita liberdade de empresas para escolher foro de ações

LIBERDADE CONTRATUAL Nova lei limita liberdade de empresas para escolher foro de ações José Higídio 17 de junho de 2024, 7h44 O texto da lei diz que a escolha do foro precisa “guardar pertinência com o domicílio ou a residência de uma das partes ou com o local da obrigação” — exceto em contratos de...

Mães não precisam ser casadas para registro de filhos por fertilização

Mães não precisam ser casadas para registro de filhos por fertilização A juíza ressaltou a importância de suprir lacunas na legislação para garantir a proteção dos direitos das crianças e das genitoras. Da Redação quinta-feira, 13 de junho de 2024 Atualizado às 18:14 Não é necessário que genitoras...

Modificações no art. 63 do CPC via Lei 14.879/24: 6 pontos de preocupação

OPINIÃO Modificações no art. 63 do CPC via Lei 14.879/24: 6 pontos de preocupação Murilo Teixeira Avelino 11 de junho de 2024, 18h33 Com a alteração legislativa, a eleição de foro contratual ficou extremamente limitada: as partes só podem escolher, consensualmente, litigar perante os órgãos com...