Mulher faz 'coleção' de certidões por erro no nome; veja como corrigir documentos

Mulher faz 'coleção' de certidões por erro no nome; veja como corrigir documentos

Publicado em: 29/01/2018

Uma simples letra errada no nome pode causar constrangimento e muita dor de cabeça, mas quem convive com esse problema poderá resolver a situação de modo mais fácil. A comerciante Irene Francisca, por exemplo, tem três certidões de nascimento por causa de um acento desnecessário no nome.

"Como eu tenho um auxílio doença precisei trocar minha identidade, mas quando fui trocar a moça falou que tinha alguma coisa errada no documento. Ela falou que era esse acento no ‘e’ (de Irene). Mas o documento que eu sempre usei não tinha esse acento", comentou.

O detalhe não mudava apenas a sonoridade do nome e por isso deu muito trabalho à mulher. "Tive que ir a Brejinho de Nazaré para arrumar os documentos. Quando eu trouxe, a atendente disse que eu tinha que arrumar um advogado", lembrou.

No caso da vendedora Nara Karoline Barros, um ‘r’ a mais foi motivo de vergonha. Durante 19 anos ela escondeu o sobrenome e ainda tinha que assinar tudo com o nome errado para evitar transtornos. "Na escola me chamavam de Nara Karroline. Ficavam zoando e eu odiava esse nome. Quando perguntavam meu nome eu falava: só Nara. O Karroline eu deixava", lembra.

A grafia diferente no nome também pode causar problemas para tirar o passaporte, abrir conta em banco, solicitar aposentadoria e até para receber herança. Para resolver esse tipo de situação, até o ano passado era necessário um processo na justiça, mas agora essas pequenas alterações poderão ser feitas de maneira mais fácil e prática.

"As pessoas vêm aqui e a gente encaminha um ofício para o cartório que faz a devida correção, mas não há necessidade da pessoa vir até a Defensoria para fazer isso. A lei diz que o cartorário pode corrigir de ofício ou por requerimento do interessado", explicou o defensor público Kita Maciel.

No cartório de registro civil de Gurupi, no sul do estado, aumentaram os processos para fazer mudança no nome. Isso porque continuam a acontecer confusões com acentos e uso de vogais.

"Ainda ocorrem muitos erros por causa da inobservância dos pais que vêm registrar os filhos e ainda trazem documentos com erro, além de não conferirem o documento na hora da emissão", explicou o suboficial de cartório, Ricardo Alves Rodrigues.

Fonte: G1
Extraído de Recivil

Notícias

Juiz autoriza homem a fazer exame de CNH em veículo automático

ANOTAÇÃO NA CARTEIRA Juiz autoriza homem a fazer exame de CNH em veículo automático 13 de fevereiro de 2018, 15h49 Por Tadeu Rover A legislação brasileira não obriga que o exame de habilitação para dirigir seja feito em automóvel com transmissão mecânica. Leia em Consultor Jurídico
Leia mais

CCJ aprova regras para pagamento com cheque no comércio

CCJ aprova regras para pagamento com cheque no comércio    Da Redação | 07/02/2018, 11h33 - ATUALIZADO EM 07/02/2018, 11h34 Avançou nesta quarta-feira (7) o PLC 124/2017, que estabelece regras para pagamentos com cheque no comércio. Conforme a proposta, aprovada pela Comissão...
Leia mais

Entenda as regras para “ex-brasileiros”

Entenda as regras para “ex-brasileiros” Publicado em: 06/02/2018 Brasília, 5/2/18 - A extradição de Cláudia Cristina Sobral Hoerig para os Estados Unidos no início deste ano chamou a atenção do país inteiro para o fato inusitado: mesmo tendo nascido em solo brasileiro, com pais brasileiros, ela...
Leia mais

Mercado de casamentos cresce no Brasil

JORNAL DA BAND Mercado de casamentos cresce no Brasil Em 2017, o mercado de casamentos cresceu 8% e espera faturar mais de R$ 20 bilhões este ano. A explicação é que as pessoas estão casando mais velhas, com a vida financeira estabilizada, e com dinheiro para investir numa festa maior. Assista o...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados